MALTA

MALTA

quinta-feira, 5 de julho de 2012

SIDA E DESIGUALDADE

" A SIDA depressa se tornou um acontecimento planetário.

É inegável que se a SIDA fosse uma doença apenas africana, ainda que houvesse muitos milhões de vítimas, pouca gente fora de África se preocuparia com o caso. Seria mais um daqueles acontecimentos , como a fome, que periodicamente assola os países pobres e sobrepovoados.

Mas ao ser um acontecimento a nível mundial - ou seja, ao afectar o Ocidente - é olhado como algo mais que uma catrástrofe natural. Assume um significado histórico."

                               SUSAN   SONTAG

10 comentários:

  1. Subscrevo totalmente esta constatação.

    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar
  2. Sim, porque desgraçadamente os europeus só se lembram de África para a explorar.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Sãozita
    Faço destas palavras minhas! Subscrevo minha amiga.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  4. Adelinha, infelizmente Sontag tem toda a razão...

    Hoje estou muito triste, minha linda, pois tentei ver a minha neta e não o consegui...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. O eterno egoísmo ocidental não conhece limites.


    LUIZ

    ResponderEliminar
  6. Pois não, mas receberá a troca...

    Tudo de bom

    ResponderEliminar
  7. Nada a dizer em contrário. A sida é o que é e já não é uma doença específica deste ou daquele!


    Bom Fim de semana

    ResponderEliminar
  8. (In)Felizmente que se tornou democrática, não é?

    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. E parece que nos recusamos a entender o fundamento dos males como este e outros que assolam a humanidade.
    De onde surgem? Por que evoluem? Como a medicina(?) age e reage diante deles?
    Vi há tempos um filme que tratava da pesquisa de vacinas para este mal e de toda a vaidade e interesse econômico que atrasava as pesquisas e seus resultados...
    Acho que ainda não vimos tudo neste mundo, cara amiga São!
    Bom final de semana, minha querida amiga e que adiante tenhamos dias de maior lucidez no mundo!

    ResponderEliminar
  10. Que DEus nos ilumine, sim, minha amiga...bem precisamos!

    O egoísmo feroz que campeia nesta feira de vaidades da civilização actual cega aos valores e à Solidariedade.

    Mas vale Ter do que Ser, e isso é um erro desmesurado.

    Bem haja, minha querida Vera

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...