terça-feira, 15 de maio de 2012

Joan Manuel Serrat - "PARE"("PAI")

16 comentários:

  1. Serrat - excelente cantautor catalão - é um Homem , perseguido por Franco pela sua lhaneza.

    LUIZ

    ResponderEliminar
  2. Serrat foi um dos meus cantores preferidos de juventude e que tenho acompanhado desde sempre. Tenho muitos dos seus discos, e também um livro de poesia dele. Apesar disso não conhecia esta canção.
    Obrigada pela partilha.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Olá São, um cantor que sempre adorei ouvir. Tenho um disco dele. Foi bom recordar. Adorei. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  4. Rosamarela sempre o admirou com cantor e como pessoa.

    ResponderEliminar
  5. Sim, na altura não soube que estve exilado , mas depois soube que foi uma das vítimas do hediondo ditador espanhol

    Um abraço, LUIZ

    ResponderEliminar
  6. Desconhecia a existência de livros dele, mas não me surprrende.

    Discos não tenho, pois só tive gira-discos muito depois de me casa.

    Um abraço, ELVIRA.

    ResponderEliminar
  7. ROSA_BRANCA, peço desculpa : não foi possivel entrar na sua caixa de comentários e por osso lhe digo aqui que aquela menina do cabeçalho é um mimo e que gostei dos poemas, principalmente do mais recente...e não queira nada com o ciúme, porque é mau conselhehiro, rrss

    Uma dos cantores meus preferidos, també, com uma postura digna sempre como pessoa.

    Excelente semana.

    ResponderEliminar
  8. *
    querida amiga,
    ,
    Joan Manuel Serrat,
    Foi um grande Catalão,
    desafiando, em 1968 o Gen. Franco,
    não aceitando cantar em castelhano !
    o que levou a Catalunha, a fazer o seu
    Maio de 68, cantando nas ruas:
    “tengo un peseta pêro tengo un franco”
    ,
    Conchinhas solarengas (hoje)
    Envio-te.
    *

    ResponderEliminar
  9. Não sabia desse pormenor.

    Franco, com o total apoio do Vaticano, fez desabar uma onda de ódio e rancor sobre os espanhóis durante anos e anos - após o término oficial da guerra!!

    Um asco.

    Quanto a Serrat , a Ibañez e Pi de la Serra, foram pessoas que sempre admirei.

    Um abraço, com tentativas de esperança.

    ResponderEliminar
  10. Estão matando a terra, e com ela os homens - muitos, muitos homens, enquanto uns poucos se banqueteiam....

    ResponderEliminar
  11. Linda canção! Melodia agradável!
    Acho interessante a pronúncia. Adoro as variantes linguísticas dentro de um mesmo idioma. No Brasil, temos muitas, por causa da extensão geográfica. Sempre estamos a comentar as diferenças tanto de pronúncia como de significado. É o falante do idioma que determina as variantes, por mais que os gramáticos, linguistas e políticos queiram se entreverar na questão com decisões estranhas e inoportunas.
    Abraço, amiga São!

    ResponderEliminar
  12. Desculpa, dei duplo clic e o comentário saiu duas vezes. Tive de eliminar um.
    Abraço, amiga1

    ResponderEliminar
  13. Mas isso mudará, podes crer!

    Gostaria que me desses a tua opinião acerca do post de 12-5-2012 no "são".

    Beijinho, JUSTINE

    ResponderEliminar
  14. Querida VERA assimo esta tua análise certeira e totalmente correcta!

    Também gosto dos vários sotaques e regionalismos e também afirmo que a língua vive de quem a fala e não de legislação tola e abusiva!

    Um abraço enorme,

    ResponderEliminar
  15. Nada a pedir desculpa, amiga, rrss

    Ainda sobre a língua: o infame ditador espanhol , isto é, Franco proibiu o uso das línguas próprias em todas as nações que constituem Espanha( Catalunha, Galiza, País Basco, ..) e impôs o uso único do castelhano.

    Actualmente, a situação já não é assim, felizmente.


    Bom fim de tarde, minha querida.

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...