MALTA

MALTA

sábado, 29 de setembro de 2012

MANIFESTAÇÃO INTERSINDICAL EM LISBOA










Fuzileiros na manifestação anti Governo PSD/CDS em LIsboa, 29-9-2012


quinta-feira, 27 de setembro de 2012

ANTÓNIO BORGES, O VENDE - PÁTRIAS

"Portugal é um negócio ou uma democracia? Para o Governo e seus satélites, Portugal é um negócio.

O que de mais grave e irreversível está a acontecer diz respeito às privatizações e aos negócios internacionais que elas propiciam.
O intermediário desses negócios chama-se António Borges,um agente opaco, como todos os agentes-sombra. Não é um intermediário neutro e muito menos zelador dos interesses nacionais.

É um agente da Goldman Sachs com passaporte português.

O seu negócio principal é a venda de ativos nacionais a preço de saldo, mas também está interessado em entregar à Monsanto a produção agrícola transgénica e a outras multinacionais os recursos naturais do país.

Se tiver poder e oportunidade , este homem causará imenso dano a Portugal."


BOAVENTURA  SOUSA  SANTOS
("Visão" nº 1020, 20-26/9/2012)

terça-feira, 25 de setembro de 2012

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Luiz Goes - "Homem Só, Meu Irmão"

A  cultura portuguesa ficou mais pobre e a minha amada canção de Coimbra sem uma das suas melhores vozes.

Paz à sua alma!



sábado, 22 de setembro de 2012

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

NEGÓCIO SOCIAL


"A crise aconteceu porque se seguiu o caminho da especulação.

Foi criado um mundo de fantasia e quando algumas coisas, mesmo muito pequenas, correram mal, toda a fantasia caiu por terra . Eis a crise.


O capitalismo tornou as pessoas em seres unidimensionais : tudo o que querem fazer na vida é ganhar dinheiro. Para quê?

Se tivermos o negócio social como opção, existe uma razão para gerar riqueza: usá-la para mudar o mundo. E isso dá sentido à vida.

É tempo de as pessoas acordarem."

MUHAMMAD  YUNUS, Dezembro 2010
( Medalha da Liberdade dos EUA, 2009)

domingo, 16 de setembro de 2012

domingo, 9 de setembro de 2012

ALERTA




" Há um desequilíbrio no rendimento que não é justificado por nenhuma exigência económica sã.
As 500 pessoas mais ricas do mundo têm activos correspondentes ao rendimento de 417 milhões de pessoas. Isto é desproporcional!

Se compararmos os 5% mais ricos com os 5% mais pobres, concluímos que Portugal é o país da Europa onde os desequilíbrios são maiores. Os apoios sociais atacam a privação - o que é importante - mas não reduzem a pobreza.

Temos a cultura da subsidiodependência , mas é um mal nacional. É uma injustiça colocar isto como se fosse um mal só dos pobres.Corremos o risco de dizer coisas injustas sobre os pobres porque não percebemos muitas coias.

Porque é que o poder de decisão há-de estar só do lado do capital? Porque é que só um dos lados há-de ser o dono da empresa? O trabalho faz parte da empresa , não é só o capital."


ALFREDO  BRUTO  DA  COSTA
(28/10/2010)

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

AÇORES: TERCEIRA




























As fotos foram tiradas em 12/8/2011 na Terceira, ilha que não deveria ter sofrido a humilhação de lá se terem reunido para saquearem o Iraque, Aznar, Blair, Bush e Durão.