quarta-feira, 25 de setembro de 2013

DIA DOS HOMENS

 

 
 
 




 

 
 
 


Porque os homens também merecem apreço, decidi dedicar-lhes o post de hoje!

16 comentários:

  1. É uma grande verdade embora o Coelho e o Portas não me mereçam nenhum.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Estamos de acordo, mas enfim...as criaturas existem!

    Beijinhos, a dividir com a sua menina

    ResponderEliminar
  3. Porque é que, a dois que ali estão, não dedica uma posta??
    De m#$%^, obviamente :)))

    ResponderEliminar
  4. O sorridente se lesse o que eu lhe tenho escrito no seu facebook, estaria carrancudo,

    Quanto ao outro, se calhar já leu a pergunta que lhe fiz acerca da sua linha vermelha sobre as reformas e também sua mãe lhe passou o meu comentário no blogue que tem.

    Abraço, PEDRO

    ResponderEliminar
  5. Se com isso os eliminasses do Governo, retirava-os imediatamente...ou nem os teria colocado.

    Mas serve para memória futura, quando quiserem fazer esquecer que formaram a coligação que está destroçando o país!

    Abraço, LISA

    ResponderEliminar
  6. Só não gostei daqueles dois caramelos que nos têm tramados, todos os outros merecem o post rsrsrsr
    Bjs

    ResponderEliminar

  7. Merecem, sim senhor!

    Alguns mais que outros. Uns quase tudo, outros, nada! :)


    Um beijo

    ResponderEliminar
  8. Eu também não gosto, mas é só apar que se lembrem do mal que nos têm feito e ninguém mais volte a votar PSD/CDS

    Bons sonhos, LILÁ

    ResponderEliminar
  9. E aqui há dois exemplares que não merecem nem respeito nem aprço, mas que não deixam de fazer parte da Humanidade.

    Abraço, Lídia.

    ResponderEliminar
  10. Esqueceste-te dos mais pequenos, mas do mesmo género.

    Sempre merecedores...alguns.

    beijo

    ResponderEliminar
  11. Gosto de que estejamos de acordo, rrss

    Tudo de bom, PIEDADE

    ResponderEliminar
  12. Estão dois rapazinhos numa das fotos.


    Mas, espera, que isto vai por fases, rrrss

    Que tenhas um bom dia, PÉROLA

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...