MALTA

MALTA

terça-feira, 11 de março de 2014

ESPANHA : 11-M , 2004, MADRID



Completam-se hoje dez anos sobre a tragédia que a explosão de dez bombas em quatro comboios em direcção à estação de Atocha, em Madrid, fez desabar sobre Espanha.

 Ainda assim, com a determinação e a garra que a caracteriza , a população  encheu as  praças de todas as cidades do país em protesto ,virando de um dia para o outro o resultado das eleições ao perceber que José Maria Aznar e o seu Governo mentiam deliberadamente ao imputar os atentados à ETA. Quando , afinal,  era A Base a responsável.

O choque foi imenso em todo o mundo, pois as vítimas foram às centenas entre mortos e mutilados, sendo que o que mais magoa é o facto de serem estudantes e pessoas que se dirigiam para os seus locais de trabalho.

Para quem conhece a cidade razoavelmente , como eu, tornou-se impossível passar pela Atocha e imediações sem recordar o que se passou, tanto mais que, numa das minhas visitas a Madrid, fiquei instalada num hotel mesmo defronte da estação ,  aproveitando para  a visitar com detalhe.

É vasta, com uma série de ramais , um delicioso Jardim de Inverno e, na altura, bastantes fotos de elementos  da ETA espalhados pelas paredes para serem dadas informações com a finalidade da sua captura.

Para quem partiu, Luz!

Para quem ficou , mas com marcas físicas e /ou psicológicas irreversíveis, alívio para o seu sofrimento!

Para os assassinos, arrependimento e remorsos!

21 comentários:

  1. Respostas
    1. Horror e choque , algo que jamais se esquecerá!

      Porque terá a Humanidade que ser assim?!

      Eliminar
  2. Bom dia

    São "momentos" quem recordar é bom....


    Beijos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva!

      Este dia é de péssima e dolorosa memória, melhor fora que não tivéssemos que o recordar...

      Abraço

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Muito triste, muito dolortoas, muito trágica,sem dúvida...

      Abraços, Chica

      Eliminar
  4. Já 10 anos!?

    Terrorismos que se escudam em argumentações de todo o género.

    Que a paz chegue a todos os corações.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, amiga, já uma década se esfumou sobre aquele dia pavoroso, mas cujas sequelas continuam bem vivas em quem ficou...

      Escudam-se, sim...mas nada há que justifique uma barbaridade destas.

      No entanto, Aznar teve responsabilidade no que aconteceu por ter apoiado a guerra de agressão ao Iraque , baseada em mentiras, e para cúmulo acusou a ETA com fins eleitorais e a certa altura sabendo já que a organização basca nada tinha a ver com o atentado - pelo que mentiu com dolo.

      DEus nos ouça: que a Paz chefue a todas as pessoas!

      Abraços

      Eliminar
  5. Gostei de a encontrar e concordo com o que diz nos "7degraus" acerca de meu poema
    "Mulher". Tentei uma primeira fase, mas não quis que o tema tomasse esse rumo, mas deixei uma interrogação quando digo "não te entendo mulher"...


    E relativamente ao que escreve é muito digna essa lembrança
    e o desejo de Luz para quem partiu
    e a esperança para quem ficou
    nesse tremendo atentado!

    Os homens mentem
    os jornais também
    e os sem culpa sofrem!

    Obrigada pela sua presença e palavras!

    Maria luísa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda e obrigada pelas suas palavras tão gentis.

      O doloroso, o trágico é mesmo o facto de serem as pessoas inocentes a sofrerem sob o fogo cruzado de interesses que nada se importam com a sua vida ...

      Até sempre, Maria Luísa, rrss

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Sí, una década ya sobre o horror e as consequências continuam bem vivas...

      Os idiotas felizes de que falas no teu poema de hoje , são os amis perigosos, na minha opinião.

      beso

      Eliminar
  7. Incrível como já passaram 10 anos! são tristes e dolorosas recordações mas, que convém não deixar cair no esquecimento na esperança que não se repitam, ou pelo menos em memória das vitimas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não podemos fazer com as vítimas destas barbaridades o que os sionistas fazem com os povos e as pessoas que também foram gaseadas e queimadas aos milhares pelos nazis!

      Bons sonhos, amiga

      Eliminar
  8. Sãozita com uma enorme tristeza recordo esse dia como se fosse hoje, o tempo passa mas a recordações não me abandonam, nesse dia algo me marcou além de este doloroso acontecimento.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois por essa tua tristeza tão íntima aqui te deixo um apertado e crainhos abraço, Adelinha

      Deus está convosco, querida!

      Eliminar
  9. Bela homenagem ás vitimas que tombaram neste criminoso atentado....
    Os meus cumprimentos

    ResponderEliminar
  10. Hola Son, gracias por su visita.Todos tenemos en la memoria del corazón ese día.Nunca habíamos pasado tanta angustia, dolor, como en ese atentado.
    Gracias por traer a su blog, el homenaje de esas personas que pasaron en su piel esta desgarradora matanza.
    Le dejo un beso de ternura
    Sor.Cecilia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bienvenida!

      Nestas alturas, somos todos vítimas , especialmente porque - neste caso - a Ibéria é o berço de todas as nações que a compõem.E , por isso, a agressão foi feita colectivamente.

      Até sempre e grande abraço

      Eliminar
  11. Bom dia, Maria. Gostaria de confirmar se é esse mesmo o seu nome e se você tem face.
    Preciso falar com você.
    Envie, por favor, o seu e-mail no face para mim.

    https://www.facebook.com/patricia.pinna.7?ref=tn_tnmn

    Obrigada.
    Beijos na alma!

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...