quarta-feira, 29 de agosto de 2012

" A partir de 2006, a Wikileaks revela documentos sobre a guerra do Iraque e do Afeganistão, manuais de "procedimentos"(entre os quais a tortura) a ter com os presos de Guantánamo, relatórios sobre a corrupção do Governo do Quénia - que lhe valeu um prémio da Amnistia Internacional -, e agora do Presidente do Sudão, ou registos secretos da Igreja de Cientologia.

Qual o sentido de tudo isto ? Não há alvos preferenciais, apenas o "trabalho sujo" de governos, instituições, ou responsáveis políticos.

Não há ideologia nem movimentos políticos por detrás da Wikileaks, apenas o desejo de dizer  a verdade escondida sob a aparente legalidade.

Fica uma dúvida: Assange , que está a tornar públicos documentos secretos, não está ele próprio ameaçado pelo segredo, a que é obrigado, do funcionamento da Wikileaks?"

JOSÉ GIL
( Dezembro 2010)

NOTA:
Neste momento , Assange está refugiado na embaixada do Equador em Londres e o Reino Unido ameaça invadi-la para o extraditar para a Suécia, onde duas senhoras , muito convenientemente, o acusam de violação.

14 comentários:

  1. Penso que a ideia é enviá-lo mesmo para os EUA e aí o assassinarem legalmente ou não.

    Se o Reino Un ido entrega os seus próprios cidadãos à jusriça estado-unidense por acordo assinado pelo crápula do Tony Blair...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Quando se mistura alhos com bugalhos difícil é a escolha
    Saudações amigas

    ResponderEliminar
  3. Mas aqui a escolha será mesmo a de não extraditar Assange, não é?

    Cordiais saudações.

    ResponderEliminar
  4. Oi São!
    Quando se mexe em segredos de estado, estamos "quilhados".
    Um beijinho para ti

    ResponderEliminar

  5. Amiga, beijinhos.
    Bom fim de semana!
    ✿✿✿

    ResponderEliminar
  6. Querida amiga

    Peço desculpas pela minha ausência, mas não é por esquecimento, mas sim por conta de meu novo projeto, o qual me está retirando muito tempo.

    Ser esposa, mãe, amiga, dona de casa, e ainda aprendiz de escritora, não é tarefa muito fácil, requer de nós um grande equilíbrio.

    Queria muito agradecer por sua presença amiga lá no meu cantinho, presença que me alegra por demais meu coração e minha vida! Muito Obrigada!

    Me perdoe por alguma coisa.

    Um lindo dia para você.

    Abraço amigo

    Maria Alice

    ResponderEliminar
  7. Não tenho nada a perdoat, ALICE.
    Mas tenho uma coisa a pedir; que cpmente o post, porque a sua opinião é muito importante!!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  8. Agradeço e retribuo , amiga

    Quero pedir-lhe isto: comente o post quando me der o gosto da sua presença aqui, pois a sua opinião é importante!!

    Abraço, INÊS.

    ResponderEliminar
  9. É mesmo, mas aplaudo quem tem a coragem de o fazer!!

    Um abraço , amigo KIM.

    ResponderEliminar
  10. É a tal liberdade de expressão.....ou outra liberdade qualquer!
    Se não estivesse refugiado já estaria morto, mas ainda vai ter algum acidente, ou me engano muito ou vai mesmo!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Partilho essa tua opinião.

    Aqui a liberdade de expressão ainda não dá morte, mas dá despedimento +por carta e em férias: caso de António Hespanha na UAL.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  12. Nesta "democracia de hipocrisia"
    paga-se muito caro assumir o quer
    que seja ou denunciar coisas que
    se sabem mas não querem que sejam
    ditas. De certa forma Obama é igual
    aos outros, os modos de actuar é
    que podem ser um pouco diferentes.
    Foi mais uma desilusão.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  13. Obama , Nobel da Paz e em que se depositou tanta espernaça, intensificou os assassinatos com drones!!

    Bons sonhos.

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...