domingo, 23 de fevereiro de 2014

CITAÇÃO - FRANCISCO, PAPA ***

"Enquanto não se eliminar a exclusão e a desigualdade dentro da sociedade entre os vários povos será impossível desarreigar a violência.
Acusam-se de violência os pobres e as populações mais pobres, mas sem igualdade de oportunidades, as várias formas de agressão e de guerra encontrarão um terreno fértil que, mais cedo ou mais tarde, há de provocar a explosão"
                                          Papa Francisco
                              ("A Alegria do Evangelho", 2013)
***NOTA
O meu computador está necessitando cuidados
de tratamento em spa, pelo que estarei ausente até que recupere - espero eu que bem e em definitivo!
Até lá, o meu voto de feliz semana, rrss

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

A SÉPIA

 
 
 
 
 
 
 
 




 
 
 
 
 









domingo, 16 de fevereiro de 2014

"VELHOS E JOVENS " - ECKERMANN

"De nós, velhos, desculpam-se os erros, pois não encontrámos as estradas abertas; mas de quem chegou ao mundo depois de nós, pode-se exigir mais; andarão por caminhos que nós já abrimos."
 
                J. P. ECKERMANN

sábado, 15 de fevereiro de 2014

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

"A ALEGRIA DO EVANGELHO" - PAPA FRANCISCO

 

I - Como sabem , creio em Algo que nos transcende por completo, mas não estou ligada a nenhuma religião organizada.
 
Nem me interessa a designação , embora  para mim seja o Grande Espírito ( invocação dos índios norte-americanos) e concorde de todo com os árabes quando dizem que "os caminhos para Alá são tantos quantos os filhos do Homem".
 
Relativamente  ao Cristianismo, penso que os princípios são generosos e com bons ensinamentos. Até porque  fazem parte do núcleo de ensinamentos comuns  a todas as grandes religiões.
 
Só que, desgraçadamente,  a versão oficial de Roma impôs-se à custa da perseguição, da dor, do sofrimento, da destruição e das hediondas fogueiras da Inquisição, ainda hoje existente( Ratzinger , antes de ser Bento XVI, era o seu chefe máximo).
 
Ninguém decente pode esquecer a cruel Cruzada que esmagou o Catarismo (e os cátaros), integrando brutalmente o Languedoque no que hoje é a França. Aliás, foi  através desta  devastação  total que Domingos de Gusmão deu origem  à sinistra Inquisição.
 
Ao longo dos séculos, a Igreja tem estado sempre ao lado do Poder de turno . Temos como exemplos mais recentes e próximos, o incondicional apoio do cardeal Manuel Cerejeira ao seu amigo e ditador Oliveira Salazar e a estreita colaboração da Opus Dei com o regime franquista, que valeu um título de nobreza a Josemaría  Escrivá, seu fundador (  colocado por João Paulo II nos altares em tempo relâmpago).Para não falar no silêncio conivente de Pio XII durante a II Grande Guerra nem no corredor de fuga para criminosos de guerra através do Vaticano após esta acabar.
 
Como instituição, o secretismo e a imobilidade conservadora são as suas características mais marcantes. E está disposta a tudo para não haver alterações: João Paulo I  teve um conveniente ataque cardíaco fulminante após ter entregue ao Secretário de Estado a lista de nomes a afastar, incluindo o do próprio Secretário.


II - Aparece agora Francisco, que  imediatamente se popularizou pelo simples facto de se mostrar como ser humano que é , por renunciar a toda a pompa e circunstância inerentes ao cargo e por estar muito próximo das pessoas - sem ser "com cara de funeral ", na sua adequada expressão.

A sua postura e  o meu receio de que morra inesperada e misteriosamente (o Vaticano recusou a autópsia  de Albino Luciani), levaram-me a ler, pela primeira vez na vida, um documento oficial da Igreja Católica: "Evangelii Gaudium", a sua  primeira exortação apostólica .

Não podemos esperar grandes inovações: a condenação do aborto em qualquer circunstância e a recusa do sacerdócio à Mulher continuam de pedra e cal.

Porém, foca temas importantíssimos como "esta economia que mata", a "globalização da indiferença", as novas e desumanas formas de exclusão e  a sua exigência de um maior  e mais profundo empenhamento da Igreja a favor dos mais pobres,  desfavorecidos e abandonados.

Os cristãos, enquanto tal, devem ser portadores do Evangelho, mas com alegria e fazendo da sua vida um exemplo. Devem dialogar e respeitar outras crenças, mas não para um consenso oco e sem sentido.

Faz também uma referência muito especial a Maria, tomando-a como Mãe de tod@s nós-

Agradou-me o tom da Exortação e saber que  o actual Papa pretende para a Igreja Católica , Apostólica, Romana ,uma   proximidade  de quem realmente necessita de apoio e protecção e o abandono do luxo e das riquezas.

Infelizmente, não vejo  que a hierarquia faça eco das suas preocupações e tenha vontade de o acompanhar nesta sua orientação mais virada para a intervenção contra a exploração das pessoas pelos  sacrossantos mercados e seus servidores.

III - Neste sentido, vejamos qual a actuação da Igreja Católica portuguesa.

Tal como José Policarpo, seu antecessor,Manuel Clemente, patriarca de Lisboa , apoia publicamente o Governo e as suas medidas de austeridade, mesmo sabendo da elevada taxa de desemprego , dos milhares de pessoas que emigraram e, certamente, do aumento dos suicídios, e dá-se ao desplante de querer referendar os Direitos das minorias. Tudo isto tendo  nos lábios , um sorrisinho adocicado atrás do qual se esconde algo muito desagradável.

O bispo de Coimbra considera que o povo não está triste e  tudo está dentro da normalidade, esquecendo a realidade que o cerca.

A única voz dissonante, além das do padre Mário Oliveira e frei Fernando Ventura**, é a de D. Januário Torgal Ferreira que , com toda a razão, afirma que "os católicos deste Governo não deviam comungar" e que quem está no Poder deveria sair e o país realizar novas eleições para a Assembleia da República.

Esperemos que tudo corra para bem das pessoas humildes, embora ache esse um milagre tão grande que nem a Senhora de Fátima ( em conjunto com todas as outras invocações de Maria)
conseguirá!!

**Por questão de justiça, tenho que acrescentar frei Bento Domingues e padre Anselmo Borges (Obrigada, Pedro !).

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

CITAÇÃO - JIMMY CARTER

 
 
 
"Os Estados Unidos usaram o seu veto no Conselho de Segurança da ONU mais de quarenta vezes, para bloquear resoluções que são críticas para com Israel.
 
Os E.U.A. estão a malbaratar o seu prestígio internacional e a sua boa vontade, e a intensificarem o terrorismo global antiamericano, quando avalizam ou são cúmplices no confisco e na colonização do território palestiniano."
 
                                   Jimmy Carter
               ("Palestina:Paz, sim. Apartheid, não")

domingo, 9 de fevereiro de 2014

sábado, 8 de fevereiro de 2014

PARABÉNS, SEBASTIÃO SALGADO !





 
 











 
 

Sebastião Salgado nasceu em 8-2-1944, no Brasil.
 
Foi exilado político em França  e formou-se em Economia, mas é como  fotógrafo de enorme talento e muita sensibilidade que o seu nome é reconhecido em todo o mundo.
 
Tive a feliz oportunidade de ver uma exposição de trabalhos seus sobre pessoas, que é onde eu acho que o preto e branco (com  que sempre trabalha) melhor resulta.
 
Para festejar os seus setenta anos, aqui  fica esta pequena e despretensiosa mostra de fotos minhas.
 
Que Sebastião Salgado esteja bem!

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014