MALTA

MALTA

domingo, 27 de janeiro de 2013

PREOCUPAÇÕES SOCIAIS EM 1791

"Será criado e organizado um sistema geral de «Socorros Públicos», para educar as crianças abandonadas, auxiliar os pobres doentes, e dar trabalho aos pobres válidos que não o tenham conseguido encontrar."

PRIMEIRA CONSTITUIÇÃO FRANCESA - 1791

24 comentários:

  1. Um exemplo a seguir!

    Apenas copiamos o que não devemos!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  2. Olá São!
    1791...

    isso foi cumprido? isso é realizado hoje?
    Aqui, apesar de ONGs e de pessoas de boa vontade, há quem se aproveite para roubar, desviar e se aproveitar do que era pra ser uma boa ação...
    Bj

    ResponderEliminar
  3. Desde lá, então?! Mas esses políticos não mudam, nem com o tempo nem com o espaço! Boa semana, amiga; fica bem.

    ResponderEliminar
  4. *
    é,
    é a Republica
    mais antiga na Europa !
    ,
    solidárias conchinhas,
    *

    ResponderEliminar
  5. Estamos volviendo a la Edad Media...

    Besos.

    ResponderEliminar
  6. Liberdade, Igualdade, Fraternidade, pois claro...

    mas a Igualdade ficou no limbo da História e a Fraternidade perdeu-se no caminho...

    beijo

    ResponderEliminar
  7. Foi tempo, amiga. Infelizmente, agora é o assistencialismo do Estado Novo a ideologia reinante.
    Uma boa noite

    ResponderEliminar
  8. Minha querida isso já foi,porque hoje encontras ambição pura.
    Hoje fui com a minha menina (35 anos) às urgências estava a 39,5º de febre estava tão mal que tive com ela no meu colo enquanto esperava na sala, foi-lhe diagnosticado uma bronquite muito forte, o médico de serviço pediu à enfermeira para medicar de imediato a minha filha, a enfermeira olhou com um olhos tristes e acenou com a cabeça e disse não temos cá nada, triste realidade Sãozita.
    Boa semana amiga

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  9. Pois foi...no século XVIII: como é possível recuar para a Idade Média?

    Que situação dramática essa, amiga!

    Ao que nós chegámos! E será que nada se faz?! Cavaco ainda será vivo ou só recebe a reforma?

    Um abraço enorme para ti, linda, e para a tua menina, a quem desejo rápidas melhoras.

    ResponderEliminar
  10. Ibfelizmente, assim é.

    Pena que os nossos impostos estejam a ser canalizados para as IPISSs sem ficalização nem controlo, para mais!

    Nem Salazar faria melhor...

    Um bom dia, amigo Carlos.

    ResponderEliminar
  11. E a Liberdade parece que já é mais nominal do que outra coisa...

    Abraço grande, HERÉTICO.

    ResponderEliminar
  12. E em todo o seu esplendor!

    Besos, TORO.

    ResponderEliminar
  13. Amigo, porque motivo não aprende a Humanidade e repete cegamente os mesmos erros?!

    Abraço grande, POETA.

    ResponderEliminar
  14. Querido amigo, e ainda há que tontamente afirme que a História não se repete!!

    Boa semana, ÁRABE.

    ResponderEliminar
  15. Infelizmente assim é também aqui...e eu supervisionei IPSSs durante décadas.

    O mais lamentável é o dinheiro dos nossos impostos entrar em catadupa nessas organizações e cada vez com menos controlo, porque isso traz votos!

    Beijinhos, CLAUDINHA.

    ResponderEliminar
  16. O mal até o inventamos...

    A minha cadela , de quem sinto muita falta, chamavãe Laís.

    Te abraço.

    ResponderEliminar
  17. Las preocupaciones sociales de antes, son iguales a las de ahora, por no decir que mayores.

    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  18. Olá SãO;
    A liberdade de eleições permite que você escolha o molho com o qual será devorado.
    ~Eduardo Galeano

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  19. As preocupações serão, mas aqui em Portugal o actual Governo nada se importa com as pessoas, podes crer!

    Beso, RAFAEL.

    ResponderEliminar
  20. Galeano tem razão e fazes-me lembrar alguém que disse algo como : a Democracia é a maneira mais certa de sermos governados como merecemos.

    E assim é, pois nós é que escolhemos...

    Bons sonhos.

    ResponderEliminar
  21. Querida amiga, os princípios básicos e as necessidades continuam a ser os mesmos. Ainda que outros se empenhem em que não é assim.
    Abraço-te, forte

    ResponderEliminar
  22. Estamos, meu caro Duarte, a retroceder de maneira inctível: aqui o banqueiro ULrich até já acha que quanto à austeridade o país"ai aguenta, aguenta" e que se os sem-abrigo vivem na rua, nós só temos de nos calar porque até temos casa e minguém nos garante que amnhã não estejamos também sob a ponte!!

    Forte abraço

    ResponderEliminar
  23. Por muita tecnologia se invente a essência do Homem continua intacta.
    Continuamos na era das cavernas em tantos aspectos...

    beijinho e boa semana.

    ResponderEliminar
  24. Infelizmente assim é, por mais impossível que nos pareça...

    Boa semana.

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...