quinta-feira, 4 de setembro de 2014

CITAÇÃO - S. HAWKING

"Eu ia a Israel com a condição de dar uma conferência na Cisjordânia, porque sinto que as universidades da Palestina precisam de ter contacto com o mundo exterior, mas todos os académicos palestinianos me disseram que devia apoiar o boicote.

Tive muita pena de não ter ido.Se o tivesse feito, teria dito que Israel precisa de falar com os palestinianos e com o Hamas, como o Reino Unido fez com o IRA.

Não se conquista a paz a falar com os amigos,mas com os inimigos. Estou feliz que as conversações de paz estejam a ser retomadas. Se isso tivesse acontecido antes, teria ido a Israel."


STEPHEN HAWKING

( Junho - 2014)

22 comentários:

  1. Nunca hay paz en la guerra. Besos, querida amiga, regreso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom aqui te encontra, Pedro!

      Não te disse lá, mas digo agora: as fotos de Manolo são lindas de morrer , uma maravilha !

      A guerra só pode gerar guerra, jamais a paz, tens razão.

      Querido amigo, forte abraço...esperando a tua novela!

      Eliminar
  2. Este mundo está do avesso. Os homens não procuram a paz mas procuram as guerras.
    Os conflitos nascem nas religiões como nas políticas.
    A morte nunca será a vencedora.
    Tirar uma vida nunca foi vitória.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As guerras não nascem das religiões nem das políticas, mas sim da maldade e da ambição de estafermos que as utilizam como pretexto para concretizarem os seus lucros ...

      Tem razão: tira uma vida jamais será uma vitória e , por isso, sou contra a pena de morte.

      Tudo de bom

      Eliminar
  3. Que bom se a Paz predomine sempre! bjs, chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. seria muito fácil haver paz , se certas criaturas não lucrassem milhões com a guerra...

      Bons sonhos, Chica :)

      Eliminar
  4. Bom dia São

    Que bom seria se houvesse sempre paz,

    Beijinhos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não há paz porque grande parte da Humanidade só pensa em si e nos seus interesses, amiga ...

      beijinhos

      Eliminar
  5. A Paz no mundo está pela ordem da amargura.

    Deixo cumprimentos

    Querendo, visite(m) - me

    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que é o mundo que está a ser arrastado para um abismo sem fim...´´

      Obrigada pela visita e volte sempre.

      Saudações cordiais, Ricardo :)

      Eliminar
  6. Parece mentira que no hayan aprendido de su propia historia.

    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não aprendem porque a sua mentalidade é nazi : os alemães consideravam-se a "raça superior" e os judeus intitulam-de o "povo eleito".

      Já ouviste alguma vez os judeus terem uma palavra acerca das outras vítimas do nazismo??

      Bons sonhos

      Eliminar
  7. Paz...Paz...Paz...como ela é necessária em vários pontos do planeta.
    Palestina/Israel ou vice-versa há quantos séculos? E quantos acordos?
    E a paz não se fixa...
    Lamento muito que os homens gostem tanto de guerra...e infelizmente
    também há mulheres que gostam.
    Eu detesto.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os palestinianos são as vítimas , os judeus os opressores !

      Não existe nenhuma espécie de dúvida sobre isso. E a actual situação deve-se , em parte significativa, a Inglaterra.

      Além de homens e mulheres que tê agressividade bastante para gostarem de guerra, pesa ainda mais o lucro fabuloso do negócio de armamento.

      Sugiro que leia, de Robert Fisk, "A Grande Guerra pela Civilização".

      Abraços, amiga.

      Eliminar
  8. As conversações para a Paz são indispensáveis. Os preconceitos não se devem sobrepor à realidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As conversações e, principalmente, a genuína vontade de Paz.

      Uma vergonha o que Israel faz , porque sómente pretende ocupar toda a Palestina quer com colonatos quer com o genocídio dos palestinianos que encerrou no gueto de Gaza.

      E a Ucrânia está no caos por culpa da União Europeia e , para nossa vergonha mas sem surpresa , aquele asco ambulante que abandonou o país e viu as provas de armas que não existiam sequer no Iraque , agora mentiu também descaradamente quanto às intenções da Rússia e teve que se retractar face à ameaça de Putin revelar a conversa !!

      Boas férias , Jorge :)

      Eliminar
  9. Os físicos também metem a sua colherada na politica.

    Não aceito guerras em nome de religiões, fazem-me confusão.

    Nunca há só um culpado.

    O homem e a sua intolerância e sede de poder!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não aceito a Guerra, pura e simplesmente.

      Se ela tivesse poder para solucionar alguma coisa, já há muitos e muitos séculos que a Humanidade não teria questões graves a resolver!!

      A Política é uma área que nos toca a tod@s tal como a Educação é a base da vida de toda a gente...

      Fica bem, Margarida :)

      Eliminar
  10. Oi! Minha primeira visita aqui.
    Eu concordo com a Pérola, também não consigo aceitar guerras em nome de religiões, na realidade, não consigo aceitar guerras de jeito nenhum.
    Pena que a ambição humana se sobreponha à paz, mundialmente falando.
    E pessoalmente falando, nós mesmos devemos procurar a paz ao nosso redor para aliviar um pouco esse mundo.
    Parabéns pelo blog!
    Beijos.

    http://colunadami.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  11. Bem vinda, Mi!

    Não posso estar mais de acordo consigo : nenhuma guerra tem justificação possível e cada pessoa deve criar tanto quanto possível paz ao seu redor!

    Espero que volte sempre e lhe deixo desejos de um Setembro muito feliz !

    ResponderEliminar
  12. Discordo do final do texto do Sr. STEPHEN HAWKING "Não se conquista a paz a falar com os amigos, mas com os inimigos. Estou feliz que as conversações de paz estejam a ser retomadas. Se isso tivesse acontecido antes, teria ido a Israel

    ." Quem é o inimigo? Os Palestinos ou Israel? O inimigo no caso, para mim em muitos, é Israel e não os Palestinos. A Palestina, como sabemos, teve o seu território em maior parte tomado para se formar o estado judeu, que por sua vez armado até os dentes pelo Tio Sam leia-se EEUU e o que se vê é Israel com seu poderio bélico dizimando o povo palestino tudo em nome da segurança do estado judeu e a cada vez que eles assassinam milhares de palestinos tomam mais uma pedaço de terra dos palestinos, agora, mesmo nesse cessar fogo Israel está tomando mais terras dos Palestinos o que está causando, pasme, mal estar até para o Tio Sam.
    PORTANTO, SOU CONTRA ISRAEL, HAMAS É UMA CRIA DOS JUDEUS POR SUAS ATROCIDADES CONTRA O POVO DA PALESTINA, SE NÃO HOUVESSE ESSES ASSASINATOS DE ISRAEL PARA COM OS PALESTINOS JAMAIS HAVERIA HAMAS.

    O Sibarita






    STEPHEN HAWKING

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou de acordo: a vitória eleitoral do Hamas é produto da corrupção da Fatah e Israel , a UE e os EUA só tinham que respeitar o resultado de umas eleições declaradas limpas pelos observadores internacionais...nas, como sempre, a Democracia e os grandes valores com que justificam invasões como as do Iraque, Síria, Líbia e Afeganistão só t~em valor quando coincidem com os seus próprios interesses,

      Todas as situações de guerra em que aquela zona está mergulhada resultaram da intervenção do Ocidente, mais propriamente, do actual império : EUA

      Abraço , amigo meu

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...