terça-feira, 9 de maio de 2017

MACRON, PRESIDENTE DE FRANÇA

Emmanuel Macron foi eleito  Presidente da França , vencendo com larga margem Marine le Pen, figura  de proa da Extrema-Direita.

Obviamente , é uma excelente decisão  do povo francês. Porém, torna-se indispensável que a classe política francesa - e também a europeia - pare para reflectir sobre o facto preocupante e indesmentível que é a subida brutal de votos numa criatura que defende o racismo, a perseguição de estrangeiros, o encerramento de um país sobre sim mesmo.

Os políticos não podem reduzir tudo a um fenómeno de estarmos a enfrentar uma vaga de populismo. Têm que assumir a sua própria responsabilidade e enfrentar as consequências das opções governativas e não só que têm tomado ao longo de décadas.

Actualmente,  a pressão económica faz-se sentir em tudo. As guerras por interesses proliferam .Os valores humanísticos andam pelas ruas da amargura. As pessoas são consideradas algo perfeitamente  descartável, toleradas só enquanto  produzem.

Se Macron não desempenhar  bem o cargo, le Pen ou alguém da  sua área  vencerá as próximas eleições presidenciais, sem dúvida. Ou, para a impedir , haverá alianças bizarras tornando muito viável a hipótese posta em "Submissão".

Se a Esquerda - ou o que resta dela - não ganhar nova vida e abrir  caminhos para se renovar e à sociedade, não me parece  haver um futuro muito risonho esperando a Europa.

Além de tudo isto, vamos ver ainda como serão os resultados das próximas legislativas francesas.

Esperemos  que tudo corra sensatamente .

22 comentários:

  1. De politica não pesco nada :-)

    beijinhos, São

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cuidado, porque acaba por cair nas malhas de quem percebe ... e que muitas vezes só pensa nos próprios interesses

      Beijinho, CI

      Eliminar
  2. Mejor Macron que la mala bestia de su rival... pero Macron lo va a tener muy difícil para gobernar, y eso favorecerá al Frente Nacional para las elecciones legislativas.

    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo totalmente, Xavi.

      Besos

      Eliminar
  3. Tenho sério receio do que se possa passar nas legislativas, São.
    Le Pen tem um eleitorado fiel e consolidado.
    Não vai ser fácil fazer-lhe frente com o sistema partidário em França em estilhaços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Partilho totalmente esse receio, Pedro.

      Será o primeiro e sério embate que Macron terá a enfrentar.

      Eliminar
  4. Espera_se e deseja_se que tudo corra bem!!! Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oxalá, Gracinha, mas têm que fazer por isso!

      Beijinhos

      Eliminar
  5. Macron... foi um mal menor...
    Agora Le Pen sobe de eleição para eleição... quando há uns anos atrás, tal parecia ser impensável! Isso sim!... Deveras preocupante.
    E quantos portugueses, por lá a darem-lhe o maior apoio!... Mesmo agora nestas eleições! Não dá para entender!...
    Beijinho! Continuação de uma boa semana!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Partilho totalmente essa perplexidade: não consigo entender como emigrantes apoiam quem não quer emigração !

      Porém , desde que li a Carta Aberta de um mulher muçulmana e emigrante nos EUA a apoiar Trump.... já espero tudo :(

      Beijinho, Ana

      Eliminar
  6. São , concordo com suas ponderaçoes . Agradeço a partilha . Beijos e bom final de semana .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato abraço, Marisa.

      Abraço com votos de bom resto de semana

      Eliminar
  7. Bela análise, São! Pelo menos, é assim que também penso. Boa semana, amiga!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pensares como eu é garantia de me encontrar no caminho certo, meu amigo.

      Abraço grande

      Eliminar
  8. Faço minhas as suas palavras, também gostei da escolha do povo francês, ma há que ter cautela com o futuro.
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito cautela, porque a situação está mesmo preocupante e , para cúmulo, o ambiente mundial com Trump e afins também não tranquiliza nada.

      Abraços

      Eliminar
  9. Dos dois males o melhorzinho.
    Boa continuaçaõ de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, esperemos que nada piore, caso contrário estaremos muito mal... até porque o MUndo está muito mal entregue.

      Bom resto de semana e abraço

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...