quarta-feira, 25 de abril de 2018

LIBERTÉ, TOUJOURS !!!!!! Le chant des partisans (Johnny Hallyday)

15 comentários:

  1. Tinha dez anos.
    E fiquei com boas e (muito) más memórias.
    De exageros que deviam ter sido evitados.
    Vamos pensar só nas boas memórias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tinha 24 anos e o 25 de Abril foi , realmente, a libertação e o fim de um regime já anquilosado e mantendo-se só pela tremenda repressão que exercia.

      Infelizmente, muitos erros e oportunismos e injustiças aconteceram , sei-o por experiêncoa minha e de família.

      Ainda assim, prefiro , apesar de não estar tudo bem (longe disso) , o Portugal de agora ao Portugal da ditadura!

      Eliminar
  2. Como o Pedro Coimbra, tinha 10 anos, quase 11, mas a rádio não dava outra coisa.

    Beijinhos
    Abril Sempre

    ResponderEliminar
  3. Tinha 27 anos, e já tinha visto muito mais do que aquilo que tinha desejado ver, não só cá como nas colónias.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, quem tem a experiência das colónias, sabe ainda melhor da extrema necessidade do 25 de Abril 1974.

      Beijinhos amigos

      Eliminar
  4. São
    Convém sempre relembrar, este lance tão nefasto para a humanidade, para que o sociedade não tenha mais de se debater, como então.
    Depois de ter estagiado no hospital de Santa Maria, voltei operacional.
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ESTOU DE ACORDO.


      FICO CONTENTE COM O REGRESSO!!

      ABRAÇO CORDIAL

      Eliminar
  5. Liberdade, sempre!...
    Ainda que a tentação, para a lapidar aqui e ali... esteja sempre presente na classe política...
    Uma belíssima forma, de assinalar este dia, tão especial para todos os portugueses... mas se a quisermos manter... temos de permanecer atentos, e vigilantes... pois não a devemos considerar um direito adquirido...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito inteligente a sua análise, Ana!Aliás, como sempre.

      Bom final de semana e grande abraço

      Eliminar
  6. Tantas saudades tenho de cantar este hino maravilhoso!
    beijinho

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...