sexta-feira, 1 de junho de 2018

DIA DA CRIANÇA






Escolhi para este Dia da Criança a foto de uma criança mutilada, que outra criança apoia, como símbolo de todas as crianças mutiladas fisica e psicológicamente  e amputadas do seu futuro . 

Relembro hoje, em particular, as crianças palestinianas, as rohingya, as curdas, as africanas.  Todas elas são vítimas da cobiça, da desvergonha e da crueldade de adultos mesquinhos  pensando só nos seus diversos interesses.

Que o Grande Espírito proteja todas as crianças  !!

12 comentários:

  1. Respostas
    1. Sempre, Pedro, sempre|

      Cada vez necessitam mais, desgraçadamente!

      Tudo de bom

      Eliminar
  2. ¡Cuántos niños víctimas de las guerras crueles de los adultos!
    Besos, querida amiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma tristeza imensa, amigo mio !

      EStou com dificuldades em entrar no teu blogue :(

      Besos

      Eliminar
  3. Realmente não temos bem a noção do que se passa com as "nossas crianças, lá fora"!!
    Beijo. Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, é isso mesmo, Ci !

      Beijinhos

      Eliminar
  4. Que as crianças sejam respeitadas e acarinhadas! beijos, chica e feliz JUNHO!

    ResponderEliminar
  5. Que as crianças sejam abençoadas... e que o mundo voltem seu olhar para essas tragedias...

    Beijos querida, São...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu anjo, secundo os seus votos.

      Abraço apertado !

      Eliminar
  6. Que o Espírito de um Deus maior, ajude essas crianças, que nem o Deus dos Homens, parece ouvir os pedidos de ajuda dessas crianças... destituídas de tudo, em cenários de guerra... onde cada uma, vive entregue à sua sorte...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  7. São , faz tempo que não nos visitamos , não é ?
    Tenho trabalhado muito .
    Mas é só chegar no seu espaço que me deparo com sua sensibilidade à flor da pele .
    Foto e texto impecáveis .
    Beijos

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...