terça-feira, 13 de julho de 2021

"MEDITAÇÕES" - MARCO AURÉLIO

 


Acabei de reler agorinha mesmo o conjunto de pensamentos e reflexões escritas pelo imperador romano Marco Aurélio ( 121 - 180 d. C.).

A obra, intitulada "Meditações", é composta por doze livros .

Neles, o Estoicismo é a base de todo o pensamento filosófico do autor.

Eu sou uma leitora quase compulsiva, mas contam-se pelos dedos de uma mão e sobram , os livros que reli : este foi um deles. Porque o li ainda muito jovem e a impressão que me deixou foi marcante e indelével. Consequentemente, decidi tornar a mergulhar nos seus ensinamentos intemporais e que são uma luz nestes tempos conturbados que nos coube viver.

Assino por baixo,  a apreciação de Ryan Holiday : " Um dos melhores livros alguma vez escritos".

E o meu respeito e admiração por Marcos Aurélio assenta também no facto de se saber ter sido um excelente governante numa época de excessos e poder absoluto.


Deixo-vos alguns pensamentos:

- "Estranhos são os caminhos dos homens! São incapazes de dizer uma palavra boa sobre os contemporâneos com quem vivem, mas dão grande importância à conquista dos louvores de uma posteridade que nunca viram nem verão. Bem podíamos também lamentar-nos por não podermos ouvir os louvores dos nossos antepassados."

- "Sócrates chamava às crenças do povo papões para assustar crianças." 

- "Quem teme a morte receia a extinção de todos os sentidos ou a experiência de um novo. Se todos os sentidos se extinguirem, não pode haver percepção do mal. Se adquires um sentido diferente, tornas-te uma criatura distinta e não deixas de viver."


26 comentários:

  1. O que impressiona mais é actualidade do que então foi escrito.

    ResponderEliminar
  2. Por vezes ao reler,nos encantamos mais ainda... Beleza! beijos, chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, a vida modifica-nos e lemos de outro modo.Acnteceu-me com "Admirável Mundo Novo" de Aldous Huxley.

      Beijinho, amiga :)

      Eliminar
  3. Olá, São,
    Curiosamente, todos estes pensamentos, frases e reflexões, feitas por figuras do passado, encaixam na perfeição no tempo que vivemos. Como se fossem escritas nos dias de hoje.

    Excelente partilha!

    Feliz quarta feira, amiga São!

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem vive por princípios sãos acaba por ser sempre actual...

      Abraço, meu amigo, bom resto de semana

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Então, leia, porque é só uma infima amostra...

      Beijinho, Ci, bom fim de semana ;)

      Eliminar
  5. Hemos cambiado la sabiduría por las modas idiotas.

    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo: retrocedemos, infelizmente!

      Beso, amigo mio

      Eliminar
  6. E hoje... cada vez são menos os que lêem... e têm alguma cultura... nestes tempos onde a cultura, se firma em manchetes, boatos, e fake news dentro do espírito do mediático...
    Devíamos mesmo mergulhar mais vezes no passado, para não se repetirem erros no presente... no fundo estas obras, estão absolutamente actuais... os jogos de poder, da classe política, e a turbulência no presente... por um ou outro motivo... nunca deixou de acontecer...
    Beijinhos, São! Continuação de uma boa semana, e de boas leituras, que sempre nos conduzem a mundos bem mais saudáveis... do que este... que nem respirável, no momento se apresenta muito...
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sociedade está em colapso , infelizmente, e não vejo nada de bom à nossa frente.

      Mais uma vez a Humanidade caminha para o abismo, como já aconteceu anteriormente.Esperemos que regressemos...

      Cultura ? Está muito abandonada!


      Beijinho, Ana, saúde e tudo de bom

      Eliminar
  7. Um livro bastante interessante que também quero ler.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Leia , sim, porque é muitisssimo bom.

      Abraço, bom fim de semana

      Eliminar
  8. Debe ser interesante esa colección de libros, Sao. No lo dudo. Yo no le temo a la muerte, porque sencillamente no existe. Lo único que muere es este estuche al que llamamos "cuerpo", pero el alma y el espíritu abandonan el cuerpo cuando desencarnamos. Y el alma asciende a un plano espiritual muy distinto a esta tierra que conocemos...y el espíritu regresa a Dios, que lo dio. Un abrazo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Meditações" é o único livro que conheço de Marco Aurélio e está dividido em Livros e não em capítulos.

      Se puderes, lê , pois é muito bom.

      A tua visão da morte é igual â minha e , portanto, também não a receio.O que me assusta, muito, é o sofrimento.

      Forte abraço e bom fim de semana :)

      Eliminar
  9. Querida Sao.

    Gracias por tu compartir acerca de estas históricas meditaciones.

    Te dejo un abrazo pleno de aprecio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu estimado Amigo, grato e forte abraço pelas tuas sempre esperadas palavras !

      Eliminar
  10. Não li, mas vou procurar e comprar alguns livros do Marco Aurélio.
    Beijo, querida amiga São.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só conheço este...

      "Meditações" em vez de estar dividido em capitulos , está dividido em Livros.

      Meu querido amigo, te abraço

      Eliminar
  11. Os grandes Pensadores sempre estiveram além da época e do tempo; daí a actualidade ser contemporânea.



    Beijo
    SOL da Esteva

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comungo essa opinião, meu amigo!

      Abraço , tudo de bom :)

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...

CITAÇÃO : ADORNO, FILÓSOFO ALEMÃO, 1949

 "Escrever poesia depois de Auschwitz é bárbaro e a educação tem como objectivo que se não repita!"