MALTA

MALTA

sexta-feira, 3 de junho de 2011

FISCALIDADE EM PORTUGAL

" Aumentar os impostos sobre as famílias, empresas, consumo ou propriedade é, de qualquer ponto de vista , uma má opção, dado que o esforço fiscal , em Portugal, é, por exemplo nos rendimentos do trabalho, 180% da média comunitária.

Limitar as deduções fiscais nas áreas de Saúde e Educação em sede de IRS é um erro absurdo. O próprio FMI, Comissão Europeia, OCDE e o Banco Mundial têm estudos sucessivos, nos quais referem que a aposta na educação, formação e saúde são os elementos-base para o desenvolvimento económico e social sustentado de qualquer país.

Por sua vez, o aumento das taxas intermédias e reduzidas do IVa, se abranger o cabaz alimentar ou a energia, não só é socialmente injusto, como poderá induzir ao crescimento da pobreza e desigualdade social."

TIAGO CAIADO GUERREIRO
Advogado, fiscalista
(Maio, 2011)

40 comentários:

  1. No Brasil temos uma fúria fiscal impressionante.Concordo integralmente com meu colega - elevar impostos é sempre opção simplista e desinteligente.

    ResponderEliminar
  2. Alguém tem uma varinha de condão que faça milagres?
    Em Inglaterra (não, não vou comparar o incomparável!) as deduções aos impostos, resumem-se a tudo o que se relacione com a profissão e... MAIS NADA!!!
    Com salários justos e saúde gratuita, talvez os conseguíssemos imitar.
    Mas só imitar...
    Mas para isso era necessário indexar os grandíloquentes salários e pensões de reforma...
    Por vezes sou desbragado na linguagem, não desejo a morte de ninguém, mas anda para aí uma cáfila, e numerosíssima, que necessitavam de uma reciclagem a chicote...
    Não produzimos riqueza, como vamos pagar o que nos emprestam?
    Criar postos de trabalhos?
    Pagar as casas que "nos obrigaram" (pelo facilitismo apregoado) a comprar?
    O carro que "nos impingiram" a preço de antanho e que vamos pagar a juros de amanhã?
    Os cartões que dão crédito de tudo para tudo e para todos e de todos?
    O turismo à beira-mar, essa riqueza que "cimentámos" com cimentos quase sobre os areais?
    Quem pega em armas e corre esta corja?
    Ou então vivamos com o jugo duma democracia ditatorial.
    Que ninguém deixe de pagar os impostos para o castelo não ruir!!!

    ResponderEliminar
  3. Sem trabalho não há impostos,sem imposto não há futuro.Em Portugal sempre se fugiu aos impostos, tudo isto aliada á incompetência de quem nos governou batemos no fundo.

    Abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  4. Como sempre tem sido, vão ao que de imediato podem colher.
    Medidas de fundo para a médio e longo prazo não dão os carcanhois imediatamente necessários à boa vidinha de quem nos governa.

    Governar assim... qualquer um consegue.

    Beijo e kandandos meus.

    ResponderEliminar
  5. isto está mau demais, nem sei onde iremos parar...
    bjs

    ResponderEliminar
  6. Só não percebe quem não quer. Se as pessoas todas acordassem amanhã!!!!

    ResponderEliminar
  7. Amiga,

    Jacaré está abraçando todo mundo, não é?

    Bom fim de semana!
    Beijinhos.

    °º♫
    °º✿Brasil
    º° ✿♥ ♫° ·.

    ResponderEliminar
  8. Me da la impresión de que todavía nos queda mucho por sufrir, querida amiga. Feliz fin de semana.

    ResponderEliminar
  9. Tema universal mi querida Sao. Pagan los pobres y la clase media y los ricos????

    Un abrazo grande.

    ResponderEliminar
  10. Caro IVANCEZAR, os impostos em Portugal estão em crescendo e aora com a vitória de maioria absoluta dos dois partidos de Direita vão agravar-se,

    Pobres dos pobres...

    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  11. Os ricos tornam-se cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres, meu amigo.

    Portugal é o país da União Europeia com o maior fosso social e que a vitória da Direita hoje só aprofundará mais.

    Um enorme abraço, querido RICARDO.

    ResponderEliminar
  12. Que bom teres descoberto este meu espaço, rrss

    Tens razão: vamos ter muito sofrimento pela frente.

    Hoje , o povo português - tal como como aconteceu em Espanha - deu a maioria parlamentar à Direita!!

    Uma feliz semana, PEDRO mio.

    ResponderEliminar
  13. É, sim.

    Mas ainda é mais terrível quando as pessoas sea tiram para dentro da boca do animal como hoje fez o povo português!

    Beijinhos, linda INÊS.

    ResponderEliminar
  14. Não acordaram, JUSTINE,afundaram-se ainda mais no pesadelo, arrastando-nos no descalabro...

    Fica bem.

    ResponderEliminar
  15. Minha amiga, com os resultados desta eleição vamos parar ao fim da linha. Os pobres ,claro, pois os Belmiros estão cada vez melhores...

    Mas sé as pessoas são masoquistas, só merecem o que têm!

    Uma semana felzi, LUNA

    ResponderEliminar
  16. Amigo, e pelos resultados eleitorais parece que o povo , na sua maioria, até aprecia o estilo: mudou de mal para pior!

    Uma feliz semana, KIMBANDA.

    ResponderEliminar
  17. Caro MANUEL, quem foge aos impsotos são aqueles que enviam fortunas para os offshores.

    O que , convenhamos, não incita a que as pessoas cumpram o dever de os pagar.

    Incompetância que parece agradar ao povo português, que tem fraca memória e dá maioria absoluta aos dois partidos de Direita.

    Feliz semana

    ResponderEliminar
  18. Meu caro JOSÉ, nem sei que lhe diga...pois face a esta maioria dada pelo bom povo português aos partidos de Direita só me apetece pegar no chicote de que aqui fala!!

    Fique bem.

    ResponderEliminar
  19. Infelizmente, os portugueses ainda não assimilaram isso
    Uma boa semana para si

    ResponderEliminar
  20. Os portugeses estão intixicados de futebol, Fátima e fado. Além de serem masoquistas, "tadinhos".

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  21. um beijãoooooooooooooooo
    até logo!

    ResponderEliminar
  22. Até já, minha querida...vai tudo correr como nós desejamos!
    Abraço bem apertado, junto ao coração, irmãzinha.

    ResponderEliminar
  23. O nosso país tem uma fiscalidade no patamar da Suècia e uma economia com crescimentos à Magrebe.

    Estamos encurralados.

    A discussão à volta da fixação da TSU já evidenciava esse problema levantado na tua edição.

    (Convite:
    Abri um novo blogue:

    http://overdemaistenro.blogspot.com

    Temas avulsos;
    2/3 vezes por semana;
    Textos curtos;
    Não substitui «O Guizo» que continuará à Quarta.

    Bjs

    ResponderEliminar
  24. Quando toca a angariar dinheiro não existem escrúpulos. E o que está por vir!...
    Quanto aos impostos, se todo o mundo pagasse hoje a situação seria bem outra.
    Pedes um orçamento e o primeiro que te dizem é que falta o IVA, para que mais tarde, na negociação, venha o faça a factura sem IVA.
    E muitas coisas mais, um sem fim...
    Um grande abraço, querida amiga

    ResponderEliminar
  25. Portugal está efetivamente encurralado ...e eu também, porque o google envia-me para um processo repetitivo e sem saída, pelo que não consigo deixar comentários em nenhum dos teus dois blogues.

    Se puseres a opção Anónimo , o comentário entra.

    Tornei-me seguidora de O Verde Mais Tenro e por isso te digo que gostei do Jorge de Sena e que me parece ser o futuro do país tudo menos brilhante. Além de que se Portas concretizar o seu desejo de ocupar o ministério dos Negócios Estrangeiros ou me engano muito ou vão haver mesmo muitos negócios!

    Fica bem, GATO

    ResponderEliminar
  26. Concordo de todo contigo.

    Mas me parece ainda mais grave a existência de offshores que , além de permitirem a fuga aos impostos, ainda branqueiam dinheiro!

    Boa semana, meu caro DUARTE.

    ResponderEliminar
  27. É uma velha (e triste) história, São: dirigentes incompetentes, povo penalizado. :( Boa semana, amiga; fica bem!

    ResponderEliminar
  28. Mais triste ainda quando a mioria desse povo já tão penalizado vota e dá o poder a quem o penaliz, como aconteceu aqui em Portugal em 5 de Junho de 2011.

    Te abraço, Swami.

    ResponderEliminar
  29. Mas que se pode fazer a este pobre povo analfabeto, burro e trôpego?
    Que disse que antes rainha por uma hora do que duquesa toda a vida? Este "pobre" povo tem aquilo que quer, a começar pelo todo poderoso que dizia que raramente se enganava e que sabia timonar o navio.
    Acorda zé. Está na hora de descansar...
    Um abraço terno.
    João

    ResponderEliminar
  30. Assim é, meu amigo, o povo português está -ou continua- anestesiado e embrutecido por telenovelas, fátima e futebol!

    Então, não se queixe depois!!!

    Cuida de ti e aqui te envio um abraço grande.

    ResponderEliminar
  31. Bem se v~e que esta "gente" que faz tais afirmações não vive por cá.
    Então como é que sem produzirmos riqueza ou outro tipo de receitas, podemos pagar as reformas que se pagam (a alguns - muitos), os chorudos ordenados aos quadros técnicos que... (nem vou dizer o que penso).
    Por que a maioria das nossas empresas não geram lucros?
    Por que a maioria dos nossos empresários são de baixa qualificação técnica?
    Porque não se cortam os salários desses gestores que afundaram as empresas e, ou, em alternativa, deixá-los sair do país para outros mercados, onde nem metade receberão e importamos nós, por exemplo, os maus gestores alemães que recebem menos de metade e safaram a economia alemã?.
    Não podemos comparar o nível salarial de Inglaterra para Portugal.
    Mas lá, as deduções são só exclusivamente as relacionadas com a valorização profissional.
    Depois... é pagar e não bufar.
    E não há fugas, ou quase que não há.
    Tenho esperança que um dia, não sei quando e se será neste mundo, seremos um país só de directores, dirigentes e chefes.
    Já para não falar de doutores (advogados, médicos, professores) que se não destrinçam uns dos outros.
    Bem haja, bom cândido e pio povo português!!!

    ResponderEliminar
  32. Há muito tempo que há mais chefes que índios em Portugal.

    Nunca percebi porque razão os gestores têm , além de ordenados fabulosos, prémios e que para aumentar a produtividade das empresas geridas por essas criaturas geniais, os salários dos colaboradores ( deixaram de existir trabalhadores e trabalhadoras) têm que ser baixos!!


    Mas , a avaliar pela clara vitória da Direita, o bom povo português gosta de ser explorado ( quando vota) ou é completamente indiferente ao que aconteça ( quando se abstèm).

    Fique bem

    ResponderEliminar
  33. São , saudades , saudades. Beijo carinhoso!
    Ray

    ResponderEliminar
  34. A receita é sempre a mesma: arrocho social. No fundo, o objetivo é o batido "privatizar o lucro e socializar o prejuízo"...
    Beijos!

    ResponderEliminar
  35. Já me vejo grega ;) para pagar o IMI, daqui a nada... devem querer que eu venda a casa e vá viver para debaixo da ponte.
    Primeiro suei para pagar ao gosma do Banco, agora que pensava ter um tecto até ao fim da vida vem o gosma do Estado e já começo a ver isto muito tremido... vão avaliar a casa e actualizar o imposto como se fosse comprada agora e o problema é que um mês do meu rendimento mensal já não chega para pagar o imposto anual...
    Não sei mesmo onde vamos parar...

    Bjos

    ResponderEliminar
  36. Querida amiga, que maravilsoa surpresa a sua vinda aqui!!

    Um enorme abraço, RAY.

    ResponderEliminar
  37. Mais uma vez concordamos, meu caro.

    Bem haja, PENSADOR!

    ResponderEliminar
  38. Oh ISA, tu não me assustes, por favor!!

    Aos preços actuais?!

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  39. Ola resolvi deixar um comentario neste post porque sinceramente acho que Portugal precisa de um milagre de sobrevivencia. O nosso pais anda em crise e cada vez vivemos mais mal. Qualquer dia nem temos dinheiro para comer. Torna-se complicado viver com a crise que temos tido. Espero que um dia tudo isto mude para melhor mas ja acho isso praticamente impossivel. Mil beijinhos!! Amanha de manha vou para a piscina,vou aproveitar para me distrair um bocado. Fica bem amiga!!

    ResponderEliminar
  40. Espero que os mergulhos tenham sido agradáveis.

    Quanto ao país, pois concordo com o comentário( que espero não seja o único)

    Bom domingo.

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...