sexta-feira, 10 de junho de 2011

PORTUGAL E DESIGUALDADE

" A desigualdade em Portugal tem sobretudo a ver com a desigualdade salarial e com o tecido empresarial  português. Por vezes , falamos dos pobres sem conhecermos bem o tema. E não esqueçamos que 12% de quem tem emprego se encontra em risco de pobreza. As crianças têm uma incidência de pobreza de 23%"

ALFREDO BRUTO DA COSTA
Presidente da Comissão Nacional Justiça e Paz
( Maio de 2011")

NOTA:Espero que a pré-datação tenha funcionado, porque acho importante esta declaração no Dia de Camões...

40 comentários:

  1. há coisas que apenas uma ínfima parte de GENTE consegue avaliar [são os que conseguem SENTIR OS OUTROS], na maior parte das vezes nem os que convivem de perto...
    beijos, São.

    ResponderEliminar
  2. Estou muito feliz em ter encontrado seu blog..
    Convido a conhecer e seguir caso gostar do meu cantinho das duas Pátrias irmãs.Um beijo carinhoso,Evanir.

    ResponderEliminar
  3. O texto vale para todos os países. Penso que não seja exclusividade de Portugal - ao contrário - nós aqui no Brasil somos incipientes em programas de recuperação salarial e distribuição de renda . Um bolo bem dividido torna a festa mais feliz ....
    Bjs do sul do Brasil

    ResponderEliminar
  4. É amiga..Conheço de perto esta infeliz desigualdade...


    São, minha querida, um bom fim de semana!Beijos com carinho.

    ResponderEliminar
  5. Penso que Portugal não estava, então, habituado a isso. Para nós daqui, a desigualdade e a pobreza são historicas, permanentes e igualmente tristes. Gera violência, ceifa vidas precocemente, de fome ou bala...

    ResponderEliminar
  6. Una realidade perene, sim, hoje e sempre. Está mais vivo o hoje, mas o ontem também foi assim: quantas injustiças. Esse, se estou bem, que me importa o aquém.
    Tenho um caso na minha família.
    Sim, aqui está a passar o mesmo, as injustiças sociais são mundiais, mas fazem-se notar muito na Península Ibérica.
    Um grande abraço, querida amiga, e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  7. Um texto para meditar, pois nos fala de uma realidade bem presente, não só em Portugal, mas a nível mundial.
    Mas é sempre oportuno falarmos dela, para que não caia no esquecimento.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  8. 。˚✿•
    Amiga,
    Tudo isso é tão triste!...
    Bom fim de semana!
    Beijinhos.
    Brasil
    ✿•.¸¸♪♫♪
    。˚ ˚ ˛✿

    ResponderEliminar
  9. A navegar, por aqui passei e deixo as Saudações amigas

    ResponderEliminar
  10. Querida Sao,

    Admiro mucho tu sensibilidad social.

    Muchos abrazos!!

    ResponderEliminar
  11. São, várias nações se encontram nessa crise. Precisamos olhar para todos os lados e procurar pela melhor solução.

    Desejo-lhe um ótimo fim de domingo e uma semana abençoada.

    Deus seja contigo.
    Abraços!

    Wilson

    ResponderEliminar
  12. Querida em se tratando de desigualdade, nós também no Brasil não temos "inveja" de vocês.
    Aqui também é complicado.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  13. .

    .

    . en.quanto não houver uma correcta e assertiva distribuição da riqueza o fosso cavar.se.á a olhos vistos . para des.graça da maioria .

    .

    . um beijo, São .

    .

    .

    ResponderEliminar
  14. Olá São, é uma injustiça feroz....
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  15. Só hoje li, porque andei ausente da bloga por estes dias. Bruto da Costa cansa-se de dizer verdades que, infelizmente, quem manda neste país, teima em ignorar
    Uma boa semana

    ResponderEliminar
  16. São, não me sinto à vontade para falar das mazelas de Portugal, não por indiferença mas respeito.
    Além do mais, há por cá uma centralização de riqueza, antiga, covarde e absurda -
    1 abraço.

    ResponderEliminar
  17. Uma realidade, São, que não assola apenas Portugal. Infelizmente. :( Boa semana, amiga; fica bem!

    ResponderEliminar
  18. Quida titi Xão

    Eu não pexêbo nada ainda, mas a minha vóvó diz que declarações sempre se fizeram e ás carradas...só que raras foram aquelas que se cumpriram....

    Aproveito para dizer que só agora respondi e que isso se deveu ao facto da titi saber depois o que foi escrito e assim de fazer a sua análise.
    Deixo beijinhos cheios de carinho e o muito obrigada por me acompanhar até aqui...

    Carolina bébé

    ResponderEliminar
  19. Por vezes, desgraçadamente, os que vivem mais perto são os que menos ligam ...

    Bom final de semana, meus ENCANTOS.

    ResponderEliminar
  20. Lá irei, EVANIR .
    Mas gostaria de saber a sua posição acerca do tema aqui exposto.

    bom fim de semana

    ResponderEliminar
  21. Só que , infelizmente, há criaturas que acham ser só seu o direito de saborear o bolo, não é?

    Um bom fim de semana, IVANCEZAR.

    ResponderEliminar
  22. SARINHA, minha amiga, também já passei por situações complicadas e vejo que elas se abatem sobre muitas pessoas no meu país, de novo.

    Abraço-a com carinho.

    ResponderEliminar
  23. Não, Amiga, Portugal estava habituado a miséria e repressão sob a pata da ditadura.

    Só que pensámos ter afastado as provações de vez com a Revolução dos Cravos...infelizmente, não é assim.

    Bom fim de semana, DONA

    ResponderEliminar
  24. A Península Ibérica, tem sobre si uma pesada história de repressão e isso tem consequências graves.

    Além disso, o Ocidente está doente, acho.

    Um bom fim de semana, DUARTE.

    ResponderEliminar
  25. BABY, embora não tenha o poder de resolver seja o que for tentarei sempre denunciar situações perversas prejuducando os mais desvalidos...enquanto criaturas desperdiçam e esbanjam.

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  26. Linda INÊS, mas mais triste porque é uma situação causada por criaturas sem alma nem coração.

    Um bom final de semana.

    ResponderEliminar
  27. Que agradeço e retribuo,C VALENTE

    ResponderEliminar
  28. MUchas gracias , meu amigo.

    Simplesmente cumpro a minha responsabilidade.

    Um bom fim de semana, querido RiCARDO.

    ResponderEliminar
  29. Caro WILSON, concordo:temos de lutar paea que o mundo melhore!

    Bem haja!

    ResponderEliminar
  30. Caro GUARÀ: minha prima veio agora de ser jurada universitária em S. Paulo e está abismada com o que viu, embora ela já conhecesse o Rio de Janeiro.

    Um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  31. Não poderias ter dito melhor, meu amigo.
    Um bom fim de semana, PAULO.

    ResponderEliminar
  32. E contra isso devemos lutar, CHANA.

    Um final de semana bom.

    ResponderEliminar
  33. Caro CARLOS , não há pior surdo do que aquele que se recusa a ouvir as verdades!

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  34. Essa concentração também existe aqui. É só ler "Os Donos de Portufal" e ficamos logo esclarecidos...

    Feliz fim de semana, BÁRBARA.

    ResponderEliminar
  35. SWAMI, mas isso mudará: a Humanidade está em fim de ciclo!

    Um enorme abraço, amigo.

    ResponderEliminar
  36. MInha doxura, acompanhar-te-ei sempre!

    Pois, a tua vovó é uma pessoa bem inteligente, sabes? E tem toda a razão...mas enquanto se falar de temas assim , terão o incómodo de saber que há quem denuncie a situação.

    Deixo um abraço para ela e mil beijinhos para ti, CAROLINA.

    ResponderEliminar
  37. O pior de tudo é a quantidade de pessoas que aceita a desigualdade como sendo algo natural - ou até mesmo determinado por Deus.
    Este tipo de atitude me revolta.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  38. Sim, acho essas pessoas completamente alienadas!!

    Abraço grande.

    ResponderEliminar
  39. Venho do artigo com as fotos da tua passagem por Trogir; um burgo medieval. Ao cair nesta afirmação tão actual ocorre-me que afinal não evoluímos muito além desses tempos medievais, tidos como paradigma das desigualdades e miséria dos não-nobres. Ao que consta a distribuição da riqueza continua a ser injusta e estigmatizante.
    Não basta alterar modelos sociais e políticos. É necessário mudar a índole humana; e isso só com... aquilo que todos sabemos: Educação!

    Uma abraço solidário

    ResponderEliminar
  40. Mas conheces tu, porventura, algum Governo interessado em educar a população?!

    Bom domingo.

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...