quarta-feira, 7 de maio de 2014

MALALA , A MENINA CORAJOSA


26 comentários:

  1. Essa menina é corajosa mesmo... e um exemplo para os jovens... pena que o mundo nao preste muita atençao as açoes dela...

    Uma quarta-feira de paz São...

    Beijos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida, pois ...infelizmente as preocupações mundiais - incluindo a da maior de quem é jovem .- não se focam no que é realmente importante!

      Te abraço, rrss

      Eliminar
  2. Uma inspiração, a menina que devia ter recebido o Nobel da Paz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que o não recebeu,embora o mereça....

      Ficaria muito mal acompanhada, nalguns casos!

      Por aqui, boa tarde, rrss

      Eliminar
  3. Pois! Quem sabe né?uma questão que prestar atenção,Amei

    Beijos´

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Educação é a maior e mais poderosa arma ao nosso alcance, Cidália!!

      Por esse motivo, nenhum Poder a que verdadeiramente.


      Beijinhos

      Eliminar
  4. Forte e corajosa!!! beijos,lindo dia! chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um excelente exemplo para tanta gente adulta que nem convicções tem!

      Abraços, Chica

      Eliminar
  5. E de que maneira. Mas é preciso que o mundo passe a respeitá-los.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Poder não quer as pessoas educadas, porque sabe perfeitamente que a Educação dá poder de reivindicar e de se responsabilizar!

      Bons sonhos, linda

      Eliminar
  6. Eloquente forma de afirmar que a Cultura é a base do desenvolvimento dos Povos. Quase deu asua vida para que a "fome" espiritual e material pudessem ser vencidas.
    Que belo exemplo para a ignorância (bacoca e vil) que vemos grassar ao nosso lado.


    Beijos

    SOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Posso subscrever, amigo?

      Que muitas pessoas assim possam surgir no mundo!

      Sonhos coloridos.

      Eliminar
  7. pois, mas nem todos tem a coragem e força da Malala...

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, nem sequer quem a deveria ter!!

      Beijinhos

      Eliminar
  8. Infelizmente há muita coisa horrorosa pelo mundo fora que viola os direitos
    humanos. Fico horrorizada, perante certas notícias.
    Desejo que esteja bem.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como podemos estar bem, amiga, face a essas notícias que nos entram pela casa dentro?

      DEsde meninas raptadas até à situação da Ucrânia , passando pela Síria e por esta farsa despudorada encenada em Portugal acerce de uma pseudo saída limpa de uma austeridade que se vai prolongar por décadas...estamos vivendo tempos de chumbo!

      Um enorme abraço, Irene

      Eliminar
  9. Exacto.
    Y por eso hemos de luchar.

    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Educação é a base de tudo e por ela, como bem dizes, temos que lutar para que chegue a toda a gente!

      Fica bem.

      Eliminar
  10. A coragem num rosto tão jovem!...
    Um abraço,
    Élys

    ResponderEliminar
  11. E é poder verificar isso que nos ajuda a ter ainda alguma esperança na Humanidade!

    Bem haja, Élys!

    ResponderEliminar
  12. SÃO,

    não tem saída: Educação, educação,educação,educação,educação e finalmente,educação!

    Fora disso é o caos, é "inchar" ao invés de desenvolver,enfim...

    Um abração carioca.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre Educação, em todas as circunstâncias e sempre prioritária...mas , geralmente, quem detém o Poder está interessado no oposto, obviamente!

      Bons sonhos, Paulo.

      Eliminar
  13. Um grande exemplo esta menina, gosto e muito.
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E tem um Pai excepcional a dar-lhe apoio!

      Oxalá sempre se conserve assim, íntegra!

      Beijinhos, ma belle

      Eliminar
  14. Estou tentando achar o livro ,quero muito ler,

    ResponderEliminar
  15. Eu já o tenho, mas ainda não comecei....

    Abraço

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...