MALTA

MALTA

quarta-feira, 4 de maio de 2016

CITAÇÃO - EMINE ERDOGAN

" O harém era uma escola para os membros da dinastia otomana e um estabelecimento de ensino que preparava as mulheres para a vida."

   EMINE ERDOGAN
("Visão" , 23/3/2016)

34 comentários:

  1. Gostei! Desejo-lhe um dia feliz.


    Beijo
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E que acha das palavras da turca?

      Tudo de bom

      Eliminar
  2. Erdogan es un impresentable.
    Un peligro para todo el mundo.
    Un horror de persona.
    Un cáncer humano.

    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo isso e muito mais, mas é com esse horror de criatura que a União Europeia se está vergonhosamente entendendo na tragédia dos refugiados...

      Abrazos

      Eliminar
  3. As palavras arrepiam-me, São.
    Era (é???) assim que se encara(va) o papel dos dois sexos??
    Arrepia.
    Por alguma razão não gostei de Istambul....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca fui à Turquia...

      Pois, quando não se gosta de algo, mais tarde ou mais cedo se sabe a razão.Pelo menos, assim acontece comigo.

      Assusta , sim.

      Assusta ainda mais quando se sabe da prisão de um humorista alemão porque o turco o exigiu e quando quer delações na Holanda sobre críticas ao seu comportamento!

      Bom fim de semana para vós

      Eliminar
  4. para vida. para viver a vida. abraço profundo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como é que um harém prepara a Mulher para a vida?!

      Boa noite

      Eliminar
  5. Arrepiante, dá que pensar!

    Um beijinho Sãozita, tem um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, até arrepia...principalmente por serem ditas nos dias de hoje e pela mulher do actual Presidente da Turquia!!

      Abraço grande, linda, boa semana

      Eliminar
  6. Olá, São.
    A mim não me surpreende a declaração de uma mulher que foi educada nessa sociedade e que tem a idade que tem e casada com quem! Que mais ela haveria de dizer? Evidente que tem que falar e defender aquilo para que foi "treinada", ou então, fica calada, como outras, que, nessas culturas, nem têm direito a levantar os olhos.
    E, ela não disse nenhuma mentira: "as meninas-mulheres eram educadas para a vida que iriam ter" - e, infelizmente, ainda hoje, mesmo fora dessas culturas que criticamos, muitas mulheres ainda são criadas e educadas para a vida de servir e calar e submeterem-se ao senhor.
    Às vezes nem é bom tomarmos consciência das coisas, São.

    um bj amg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também posso compreender a situação dela, mas seria preferível , então , nem falar.

      Além disso, sendo uma situação passada ( já não existem haréns, que eu saiba) poderia até enquadrar a situação no contexto histórico, mas nunca fazer a sua defesa como faz!

      Escola ?! Enfim...

      A Turquia está nas péssimas mãos do marido dela e , desgraçadamente, a dita União Europeia fecha os olhos a tudo para que trate à sua maneira os refugiados, dando-lhe milhões de euros( que nega par causas bem mais nobres )


      Abraço amigo e boa semana :)

      Eliminar
  7. São,

    Como nunca ouvi falar desse nome, li a frase e logo achei que não se tratava de seu blog. Então, depois de conferir no seu “perfil”, constatei que era. Depois disso, li mais de uma vez essa citação para, ao final, concluir que se tratava de alguma brincadeira. Foi isso o que me ocorreu. Não acredito em bruxas, mas elas existem.

    Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A autora deste elogio aberrante é a mulher do actual Presidente da Turquia, que está a retroceder muito em todos os campos, além de ser cúmplice dos fundamentalistas islâmicos do DAESH e de atacar brutalmente os curdos.

      Como certamente imagina, discordo em absoluto. Coloquei só para se ter a noção do que se passa na Turquia, com quem a UE acabou de celebrar um vergonhoso acordo sobre as pessoas fugidas das famigeradas "Primaveras Árabes".

      Abraço grande e bom domingo :)

      Eliminar
  8. Aposto que nessa escola todas iam a oral...

    ResponderEliminar
  9. lindíssimo final de semana. abraço profundo.

    ResponderEliminar
  10. Olá:

    "Era"...naqueles tempos, fruto da ignorância.Hoje não faz sentido.

    Beijinho doce

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem nesses tempos, era...mas , enfim, as mentalidades mudam e daqui a séculos dirão algo semelhante de nós.

      Acabei de vir do teu blgue e nada de novo: não permitas que "os coitadinhos " te suguem!

      Bom domingo :)

      Eliminar
  11. ... preparava as mulheres para a vida... qual vida?...
    Impressionante!... Humilhante!... Degradante!...
    E como já alguém mais acima disse... Arrepiante!!!!
    Excelente partilha, São! Que nos dá que pensar...
    Beijinhos! Bom domingo!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato abraço pela sua sempre estimulante presença.

      Quanto ao que diz, pois estamos totalmente em sintonia.

      Bom domingo e feliz semana

      Eliminar
  12. Respostas
    1. Como é possível defender tal aberração nos dias de hoje ?!

      Abraços

      Eliminar
  13. É sempre bom perceber este mundo de contrastes, se bem que não nos faça mais felizes...
    beijinho

    ResponderEliminar
  14. Não gosto mesmo nada desse tipo de preparação!!!
    Bjs. amiga.
    Irene Allves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem sequer percebo de que tipo de preparação fala a criatura...

      Minha amiga, esperando que esteja bem, deixo um enorme abraço

      Eliminar
  15. Esse tipo de preparação,
    imposta pela chularia
    os amantes da exploração
    desconhecem a democracia!

    Tenha uma boa tarde amiga São, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  16. A Turquia é um país estranhíssimo. Não é por parte da população comungar de ideais ocidentais que a maioria que conserva uma forma de vida retrógada, conservadora, suportada na religião islâmica, vai evoluir nos comportamentos e costumes. A religião foi talhada dentro de uma realidade de submissão da mulher ao seu senhor. E os senhores são de tal maneira zelosos que essa realidade parece ser eterna.
    O harém é a formatação da mulher como ser submisso.
    BFS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas ainda existem haréns ?!

      Desconheço a Turquia , mas já estive no Egipto e, realmente, os homens não sabem, mas não têm noção mesmo, de como devem lidar com as mulheres ocidentais...é impressionante.

      Quanto à Turquia parece-me estar em franco retrocesso...Lamentável é que a UE para não assumir as suas próprias responsabilidades fez aordo com Erdogan!

      Bom fim de semana

      Eliminar
  17. A excisão do clitóris que apelidamos mutilação genital feminina,é feita às meninas pelas mulheres da família ou por mulheres que elas contratam.
    Não me surpreende por isso as declarações de Emine Erdogan. Ontem fiquei surpreendido sim com a resposta a uma pergunta que vários especialistas tentavam responder. Médicos, biólogos, antropólogos, historiadores, sociólogos, matemáticos... tentavam responder: Porque são as mulheres de estatura média mais baixa que os homens? Nenhuma das respostas tradicionais serve. Eu que até me julgo atento não soube responder. A resposta é simples e esteve sempre à frente dos meus olhos. Porque comem pior que os homens desde que nascem. E isto Acontece há milhares de anos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vindo!

      Quanto ao tema da excisão, li há pouco tempo uma reportagem em que a mãe (ela própria mutilada sexualmente) só não sujeitou a sua filha pequena à mesma barbaridade porque o marido e pai da criança não permitiu.

      Infelizmente, mulheres alienadas são ainda aos milhões .Veja-se, só por exemplo, como estão presentes no actual cristianismo , cuja matriz altamente misógena as apresenta sempre como fonte do Mal e lhes recusa o sacerdócio....

      Relativamente à alimentação, sim , é verdade e , actualmente, abrange ainda outra vertente: as mulheres , mesmo após terem gravidezes e consequentes partos devem ser obrigatoriamente magrissimas e esguias.

      Li há anos um interessantissimo livro sobre a fome imposta às mulheres sob diversos pretextos ao longo de milhares de anos, como bem refere.


      Até sempre.

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...