MALTA

MALTA

sexta-feira, 13 de maio de 2016

POESIA : KABIR

Se andar nu trouxesse a libertação
o veado da floresta alcançá-la-ia  primeiro
Se uma cabeça rapada fosse um sinal de piedade
piedosas seriam as ovelhas
Se reter o esperma
 te levasse perto de Deus
um boi castrado  
conheceria o caminho.

KABIR

44 comentários:

  1. KABIR, diz verdades diretas. Muito bom.
    Abraços, São.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim é que eu gosto e ainda bem que também gosta, Pedro.

      Tudo de bom

      Eliminar
  2. Gostei.
    Obrigado pela partilha.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  3. Gostei de ler!
    Beijo, bom sábado!
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que lhe agradou

      Bom fim de semana, Ci

      Eliminar
  4. E se interiorizarmos este belo texto , daremos um pequeno passo para nos tornarmos mais humildes , a fim de procurar o caminho que nos pode levar à sabedoria .


    Um abraço , São , e bom fim de semana ,
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, seria bom que nos centrássemos no essencial e assim seria mais fácil abrir o caminho da sabedoria.

      Maria, um afectuoso abraço e sê feliz :)

      Eliminar
  5. Estou como o amigo Pedro uma verdade directa.
    Um abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E assim deveriam ser sempre as verdades...

      Agradecido e retribuído

      Eliminar
  6. Kabir, o poeta místico que usava com delicadeza a realidade na sua poesia .

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo de todo com a tua apreciação...

      Beijinhos e tudo de bom

      Eliminar
  7. Lo que he entendido me ha gustado mucho.

    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Me alegro !

      Felicitaciones por el Barça !

      Petons.

      Eliminar
  8. Gosto desta poesia/texto.
    Amiga desejo-lhe um bom domingo.
    Bjs.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato abraço pelo apreço e feliz semana, amiga Irene :)

      Eliminar
  9. Respostas
    1. Verdades tão límpidas como estas assim deveriam ser

      Eliminar
  10. Verdades indiscutíveis, São; e ditas de uma forma direta, que as torna ainda mais cristalinas. Gostei! :) Boa semana, minha amiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Folgo que compartilhemos o apreço por verdades sem véus !

      Querido Swami, abraço com carinho

      Eliminar
  11. Oi São,
    Indiscutível pensamento.
    Vivemos pouco( precisamos aproveitar)
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Dorli !

      Vivamos , sim, com intensidade e respeito por nós e pelas demais pessoas - sem desvarios completamenet desnecessários


      Abraço e boa semana :)

      Eliminar
  12. Conciso, concreto, directo.
    E o mais real possível!
    Boa semana

    ResponderEliminar
  13. Sendo certo, é evidente, existe um elevado grau de leveza no dizer. Gosto.
    O que nunca chego a entender é porque tantos seres humanos temem pronunciar a palavra CU, assim com maiúsculas. Até já ouvi dizer rabo, dirigindo-se ao ser humano. Até o nosso dicionário já vai nessa direção.
    Em tempos que já lá vão, no uso escolar, já com alguns conhecimentos, saía o: vou-te dar um pontapé no símbolo do cobre. Será que o nosso cu é realmente tão nojento?!
    Um grande abraço, querida amiga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes, meu bom amigo, que a o cristianismo católico ainda hoje acha o corpo algo de baixo e sujo, especialmente o feminino...e , além disso, a hipocrisia reina , infelizmente


      Penso ser essa a razão de se dizer rabo, coisa que o ser não possui sequer.

      Abraço carinhoso e tudo de bom,

      Eliminar
  14. São as verdades ditas sem tabus ou palavras veladas.

    Bom resto de semana

    Bjgrande do Lago

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é assim que me agradam!

      Bom fim de semana :)

      Eliminar
  15. Liberdade... piedade... e castidade!...
    Palavras que fazem parte das doutrinas religiosas... mas não da fé da grande maioria dos homens... e muitas vezes, nem da postura dos seus máximos representantes...
    Lindíssimo poema, que adorei descobrir por aqui, São!
    Beijinhos! Bom fim de semana!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este tipo de abstinências forçadas e legisladas são , para mim, totalmente absurdas.

      E como bem diz, são exigidas e defendidas por quem, afinal, nem as cumpre.

      Grato abraço, Ana, e excelente semana para si :)

      Eliminar
  16. Muito curioso este poema.

    Gostei imenso desta partilha.

    Beijinhos e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Principalmente, verdadeiro.

      Boa semana :)

      Eliminar
  17. Olá São,

    Belo poema com todo o realismos de Kabir. Excelente escolha.

    Viemos até aqui especialmente para te convidar a participar em mais um "Os Desafios do Farol" que se iniciou há pouco no nosso Farol.

    Será com imenso prazer que esperaremos a tua presença e participação nesta iniciativa que, à semelhança das anteriores, promete ser animada e contribuir para uma maior aproximação e e fortalecimento dos nossos laços de Amizade.

    Beijinhos dos Amigos do Farol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato abraço e quanto ai desafio já já estive :)

      Eliminar
  18. São... mais sincero e verdadeiro é impossível!
    Bem pertinente e inteligente sua escolha!
    Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que estamos de acordo, Maria da GRaça

      Grato abraço e boa semana

      Eliminar
  19. Oi São,
    Gostei de todas as citações
    Bem a contento
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato abraço pelo apreço.

      Bom serão :)

      Eliminar
  20. Boa semana e meu abraço, querida amiga; aguardo o próximo post!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço e retribuo

      Já saiu....

      Beijufas

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...