MALTA

MALTA

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

CITAÇÃO - ARTUR PORTELA

 
"EN LAS CUNETAS DE LA ENTRADA, EN POSICIONES DRAMÁTICAS, SE VEN DOS FILAS DE CADÁVERES.UNOS MURIERON EN EL ÚLTIMO COMBATE, OTROS DESPUÉS.

PARA QUE NO SE PRODUJESE PUTREFACCIÓN , LOS CUERPOS FUERON ROCIADOS CON GASOLINA Y QUEMADOS DESPUÉS. UN OLOR ATROZ, COMO GANGRENA SUELTA, LLENA EL AIRE.

HAY QUE ALIVIAR LA VISIÓN Y CONTROLAR EL ESCALOFRIO NERVIOSO. ES LA GUERRA CON TODOS SUS HORRORES."

                                                   Artur Portela
               (Entrada dos franquistas em Talavera de La Reina)

32 comentários:

  1. SÃO,

    cremar as podres atitudes humanas é essencial para o disfarçar o odor fétido que delas exalam,consequência da falta de dignidade daqueles que fazem das guerras suas profissões e delas sobrevivem.

    Um abração carioca.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez, sim.Mas a Guerra Civil de Espanha foi um horror de barbaridades, especialmente por parte do exército de Franco, que - além da feroz ditadura com que esmagou o país - enviou republicanos para os campos de morte nazis, e manteve a repressão até à sua própria morte.

      Abraço grande, Paulo

      Eliminar
  2. Y los descendientes de aquellos franquistas ahora gobiernan y no dejan que se investigue los asesinatos que promovieron o realizaron sus antepasados.

    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lástima, Xavi, lástima !

      Estou lendo , de Francisco Espinosa, o impressionante" La Columna de la Muerte", sobre o avanço franquista de Sevilha a Badajoz, onde houve um massacre terrível de civis.

      Portugal desgraçadamente, também não fica bem : Salazar deu toda a colaboração a Franco...

      Abrazos

      Eliminar
  3. É bom lembrar, e não deixar que a história se repita.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, minha amiga, se está repetindo em todo o planeta :(

      Bom serão e um abraço amigo

      Eliminar
  4. Até arrepia.
    Muitos anos depois ainda arrepia.
    Bfds

    ResponderEliminar
  5. É sempre bom lembrar estes horrores para que não volte a acontecer.
    Um abraço e Bom Dia de Reis.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porém, está acontecendo, não é?

      Abraço e boa semana

      Eliminar
  6. São as atrocidades da guerra e esta foi uma guerra bem sangrenta, uma guerra entre irmãos, que foi muito pior. Há quem, hoje em dia, ainda não se pode ver: já são poucos!
    Abraços de vida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A guerra civil é a pior de todas as guerras, sem dúvida.

      A guerra , em si, foi brutal,Pior foi a repressão feita pelo ditador Franco, para quem a guerra verdadeiramente nunca acabou.

      Besos

      Eliminar
  7. Sim, hoje foi um dia grande e de muita alegria para a miudagem.
    Besos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom.

      Tem muito mais sentido dar presentes neste dia doq ue no Natal, sem dúvida.

      Abraço forte, amigo mio

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Está acontecendo e receio que se repita na Europa

      Beijinhos

      Eliminar
  9. E a guerra com todos os seus horrores... continua a fazer vitimas por todo o lado... já bem longe até dos cenários de guerra...
    Quando é que os homens aprenderão alguma coisa?...
    Sempre bom, não deixar que factos como este, caiam no esquecimento...
    Beijinhos, São! Bom fim de semana!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não aprendem, Ana, não aprendem!

      Receio que a Humanidade provoque uma tragédia global, como eu creio que já sucedeu antes atendendo aos vestígios existentes sobre todo o planeta.

      Abraço amigo com votos de boa semana

      Eliminar
  10. La guerra, querida amiga. Y sobre todo una guerra brutal como aquella.
    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como disse atrás a Xavi, teu compatriota, acabei de ler "La Columna de la Muerte" , de Francisco Espinosa.

      Desde Sevilha a Badajoz deixou um rasto de violência e morte , acabando por massacrar centenas e centenas de pessoas, muitissimas delas civis, na "Matança de Badajoz"(relatada pelo cronista português Mário Neves, o que lhe causou problemas graves em Portugal, pois Salazar apoiou o golpe de Franco sempre).

      Como se não bastasse, a repressão durou décadas e foi brutal.

      Abrazos, amigo mio

      Eliminar
  11. A guerra, com todos seus horrores... como ainda os toleramos?! :( Boa semana, minha querida amiga.

    ResponderEliminar
  12. O horror da guerra e o lado negro do homem :((
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Negro de breu, que tudo cobre e sufoca.

      Beijinhos e feliz 2017!

      Eliminar
  13. Todas as guerras são horríveis
    e não sei que leva os homens
    a praticá-la. Nunca mais têm fim.
    Bjs. amiga.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que move os homens, além do instinto de agressão, são os múltiplos interesses.

      Beijnhos

      Eliminar
  14. Fez bem em recordar, São, para que ninguém diga que não sabe.
    Que não sabia, depois de ter a casa a arder.
    Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estes horrores por muito que (nos) doam são sempre de não deixar esquecer, porque nada está adquirido para sempre.

      Grato abraço pelo apreço

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...