terça-feira, 12 de janeiro de 2021

ALBERT CAMUS - CITAÇÃO

 "Aquilo a que se chamava delicadamente <<os últimos momentos >> e que é preciso classificar como <<o mais abjecto dos assassínios>> "


Albert Camus

("A Peste")

Sou e serei sempre contra a pena de morte !!

20 comentários:

  1. Respostas
    1. Presumo que esse gostei significa ser contra a pena de morte...

      Beijinho ainda não confinado.

      Eliminar
  2. Siempre contra la pena de muerte.
    Besos, querida amiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Siempre, porque é um acto indigno e cobarde, semelhante ao que praticou o criminoso.

      Beso, querido Pedro

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Com é normal numa pessoa sensível e inteligente.

      Beijinhosss

      Eliminar
  4. Comento com outra citação, de Augusto Branco :

    "Não pode falar em Direitos Humanos um país que pratica a pena de morte. A vida é o maior de todos os direitos do homem."

    Um beijinho amiga São


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Totalmente de acordo com Augusto Branco. E abomino também a tortura.

      Beijinhos amigos

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Uma crueldade injustificável.Aliás, como a tortura.

      Eliminar
  6. "O mais abjecto dos assassinios", sem dúvida!

    Não consigo compreender como é possível punir, com o mesmo ato que levou à punição.

    Excelente post.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O absurdo maior que conheço a nível de pena de morte acontecia penso que na Inglaterra : as pessoas que não tinham sucesso no suicídio eram julgadas como se tivessem atentado contra a vida de outra pessoa e condenadas à morte !!!

      Grato abraço

      Eliminar
  7. La muerte no se debe objeto de otra muerte. Un abrazo. Carlos

    ResponderEliminar
  8. As más condições de vida, são uma pena... indirecta! E infelizmente, acho que se praticam em muitos lados... São uma versão mais soft...
    Uma frase que nos faz reflectir... mas quando se praticam crimes contra a humanidade... continuo a reflectir... e a reflectir... se algumas personagens, devem e merecem viver comodamente até ao fim dos seus dias... já que consciência, do mal que fizeram... não a terão!...
    Tenho de continuar a penar melhor, sobre tal!...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha opção de ser contra a pena de morte fundamenta-se em dois pontos principais : eu não tenho o poder de dar vida e existe sempre o risco de erros judiciais.

      Para esses crimes que refere, não me choca a pena perpétua.

      Relativamente à pedofilia, não sou contra a castração química, embora haja quem defenda ser uma doença e que se deve respeitar os direitos dos pedófilos. Lamento, mas entre os direitos dos pedófilos ( que , para cúmulo, argumentam ser a criança a começar os jogos sexuais !!!!) e os das crianças, priorizo os das vítimas.

      Abraço grande, Ana, boa tarde

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...

Trouble of the World PARA BOA SEMANA !