segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

CAMPANHA ELEITORAL 2021

 


29 comentários:

  1. Amanhã vou perorar sobre o assunto.
    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neste momento grave que vivemos e porque, mais uma vez, a Esquerda se divide, temos que travar a infame "ditadura das pessoas de bem "!!

      Agradeço e retribuo o voto.

      Eliminar
  2. Aqui no Brasil, amiga, não estamos nos dando muito bem com essa direita extremista e alucinada, não! Meu abraço, boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem aí nem em nenhum outro país, meu amigo.

      É só ver o estado de sítio em que se transformaram os EUA pela estupidez e mau carácter de TRump...

      Beijinho, semana boa - aqui confinada.

      Eliminar
    2. Poder escolher é a chave do negócio.
      Se a direita não vai bem, opta-se pela
      esquerda ou o centrão se não tiver
      outro caminho. (risos)
      Um abraço grande e boa noite.

      Eliminar
    3. Absolutamente de acordo, temos é que poder escolher... nem que seja o mal menor!

      Abraço e bom resto de semana

      Eliminar
    4. Anche se si sceglie il male minore, è sempre un male.
      Meglio non votare.

      Eliminar
    5. Gus O. eu já inutilizei o boletim uma vez.

      Se, por acaso , houver uma segunda volta amanhã entre Marcelo e AV , escolherei mesmo o mal menor, isto é, o actual presidente.

      Eliminar
  3. Sempre! Já tive fascismo demais até ao 25 de Abril.
    Abraço, saúde e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esperemos que a maioria do povo português não desatine e vote bem, sem se ter que ir a segunda volta.

      Fascismo? Nunca, vivi-o até aos 24 anos... e sobrou!

      Beijinho, boa semana

      Eliminar
  4. Olá tudo bem? Só espero que neste novo ano as coisas boas se sobressaem. Desejo um feliz novo ano, cheio de alegrias. Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim seja, minha amiga!

      Lhe desejo um 2021 feliz junto aos seus.

      Beijinho grato :)

      Eliminar
  5. Em qual recomendas votar? Marisa? para ir à segunda volta com marcelo ou PCP porque é um gajo giro? Apesar de ser de direita irei votar à esquerda tanto nas presidenciais como nas legislativas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se estás mesmo interessado em saber o que penso fazer e porque razão, espreita o outro meu blogue.

      Fico contente com a tua decisão.Sinceramente , a única decisão completamente errada será votar na inqualificável imitação de Trump.

      Fica bem

      Eliminar
  6. La izquierda siempre se fragmenta y de ello se aprovecha la derecha.

    Besos.

    ResponderEliminar
  7. Respostas
    1. Totalmente de acordo, mas a Esquerda não aprende , infelizmente!!

      beijinho, tudo de bom

      Eliminar
  8. Votar sempre em consciência, se houvesse só uma candidatura problema resolvido..
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seria bem mais inteligente da parte da Esquerda unir-se...

      Minha amiga, beijinhos , boa semana ... e bom voto :)

      Eliminar
  9. Vai ganhar um homem de direita, porque o nosso povo assim o quer e seu pai foi ministro de Salazar. A extrema-direita ainda está muito verde.
    Olhando o "cartaz" que a senhora colocou no seu post, eu fá-lo-ia precisamente ao contrário, mas o pensamento é livre.
    Deixe que acrescente que não tivemos fascismo em Portugal, mas sim corporativismo. Estou bem dos miolos apesar do adiantado da hora, só que sou médica e cheguei há pouco do hospital onde trabalho e folgo amanhã de manhã. Tenho 63 anos e também vivi os tempos do Antigo Regime.
    Vesti minissaia, comprei roupa ousada e usei-a e diverti-me bastante. Namorei e nunca ninguém me prendeu. O meu pai contava imensas anedotas contra o regime e nada nos aconteceu. Não sei que época era essa, que, por vezes, vejo descrita nos blogues, da história do PAPÃO que houve antes do abril, 25.

    Saudações.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia, espero que tenha descansado bem e que ajude quem está doente seja de Covid ou de qualquer outra coisa.

      Deixei passar o comentário porque respeito opções diversas da minha ( "o pensamento é livre", como a senhora muito bem diz) e porque foi educada.

      Sei que Marcelo Rebelo de Sousa será eleito provavelmente logo em 24/1/2021 e isso nada me incomoda, embora creia que o seu segundo mandato não será igual ao que agora finda.

      Sei que a ditadura não foi propriamente fascista, mas não deixou de ser um regime autoritário e repressor.

      Ainda bem que não soube na pela o que foi a ditadura - tal como eu , aliás, também não soube directamente. Pelas minhas contas a senhora teria 16 anos e eu tinha 24, casada e mãe. Como uma vez disse a uma amiga minha PSD, eu também nunca fui à António Maria Cardoso , felizmente.

      No entanto, não podemos avaliar um regime pelo que nos acontece a nós e , sim, pelo colectivo.E nesse aspecto, assisti, só por exemplo, à detenção de José Afonso no Liceu Nacional de Setúbal e consequente expulsão da docência, à "praça de jorna", isto é, à escolha de quem trabalharia ou não nesse dia pelo feitores dos grandes latifundiários alentejanos. Tive amigos presos em Caxias e em 2006 visitei o campo de concentração do Tarrafal(Cabo Verde) e o pai de meu filho , como milhares de outros,prestou serviço militar numa guerra completamente anacrónica.

      Sinceramente, farei tudo o que estiver ao meu alcance para que nenhuma ditadura seja de que tipo for se instale em Portugal.

      Eliminar
  10. Confesso que deixei de o fazer desde 2008, quando o BE e o PC abriram escancaradamente a porta para o governo de Passos, derrubando o governo da altura... que ganhou o país com isso? A Troika!!! Foi tão bom e enriquecedor... e para mais tarde o continuar a recordar!
    A partir daí... passei a escolher de outros males, o menor... sem passar por estes caminhos (cada vez mais sem saídas), que acabam a defender as suas estruturas partidárias (afinal como todos os outros partidos), completamente cegas e alheias das novas realidades... dando espaço aos Desventuras... como se viu pelos resultados de ontem. Estes partidos, continuam sem aprender nada, com as lições do passado... dividindo as suas parcas forças, cada vez mais ténues e menos consistentes, e contribuindo tanto para o país... quase tanto como o Tino!...
    Não gostei dos argumentos de Ana Gomes, nos debates com Marcelo, que vi! Esperava, outro nível de argumentação (e nem ter reunido o apoio do seu próprio partido, foi um claro sinal de desatenção perante novas realidades)... também acho sinceramente que o Czar Gerónimo, já se devia ter reformado...
    De que adiantou estas candidaturazinhas todas?... Apenas para a esfusiante alegria do Desventura... segundo, em quase todo o lado... até no Alentejo... o famoso bastião das lutas democráticas!...
    Se ninguém destes partidos, tirar ilações disto... bem pode ir treinando um sonoro... Heil, Desventura!...
    Porque o dividirem-se... para criaturas das trevas destas gozarem, está a resultar lindamente!
    Dou graças a Deus, pelo Marcelo, ter sido reeleito. Como já disse antes... a partir de agora estou fazer como Soares aconselhou há muitos anos atrás... escolher dos males o menor, quando as alternativas, não têm mesmo nada a apresentar de melhor... e nem eleitores têm... pelo desperdiçar votos... não é a melhor das soluções...
    Beijinhos, São! Feliz semana!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por respeito a quem lutou e a quem morreu (especialmente no caso das mulheres) para que pudéssemos votar, não falhei uma única eleição até hoje e assim continuarei, salvo impedimento total e alheio à minha vontade.

      Embora de Esquerda sempre fui apartidária , mas nunca apolítica.

      Desta vez votei Ana Gomes, embora concorde com a sua apreciação , mas - sabendo que Marcelo tinha a reeleição assegurada - o meu voto foi no sentido de impedir o segundo lugar para AV.

      A realidade política portuguesa está em mudança e é indispensável a união da Esquerda, os Partidos democráticos aprofundarem os motivos que levam as pessoas a votar numa criatura publicamente boçal, mentirosa e sem nenhuma proposta válida para o país.

      Li recentemente, de Anne Applebaum, um muito interessante livro que aconselho vivamente e que explica um pouco este crescendo da extrema-direita: "O Crepúsculo da Democracia".

      Espero que se consiga reverter a situação a tempo, não tanto por mim (tenho 71 anos e um enorme desgosto por ver o desmoronar de algo que pensei sólido), mas pelas gerações que se vão ter que defrontar com regimes ditatoriais ou muito semelhantes a isso.

      Abraço com estima, boa semana

      Eliminar
  11. Confesso que as eleições me passaram ao lado.

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sinceramente, lamento que assim seja : corre o sério risco de ter uma desagradável surpresa, pois a extrema-direita está aí em força e vota aproveitando-se de quem se abstém e deixa os outros decidir por sim :(

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...

Trouble of the World PARA BOA SEMANA !