quinta-feira, 19 de novembro de 2009

COMPORTAMENTOS PARALELOS




Ao voar demasiado baixo , esta andorinha foi colhida por um automóvel




O seu companheiro voou em seu socorro, tentando alimentá-la





Infelizmente, sem resultados positivos



Ao vê-la inerte, tentou ainda chamá-la


E parece pedir auxílio


Quando nada a traz de volta, queda-se a olhar para o corpo sem vida.



Se no mundo animal existem exemplos de afeição assim, como é possível tanta indiferença entre os seres humanos?!

62 comentários:

  1. Os seres humanóides foram criados.
    Não tendo dado muito certa a fórmula, os deuses resolveram criar os animais só que com a fórmula inversa da qual criaram os humanóides.
    Não tenho outra explicação.
    Obrigada.

    ResponderEliminar
  2. Penso que talvez seja essa a resposta, sabes?

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. *
    talvez,
    porque somos racionais,
    talvez . . .
    ,
    conchinhas,
    ,
    *

    ResponderEliminar
  4. Achas mesmo que somos racionais?

    Eu até já nem tenho muito a cereteza disso, sabes?

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Querida São

    Já conhecia e adorei rever! E dizem que são irracionais...

    Beijos e uma linda sexta feira!

    ResponderEliminar
  6. Costumo chamar imagens às imagens de Santos, de Cristo, enfim...o que considero exactamente imagem religiosa(s).
    Outras ...refiro-me sempre dizendo "fotos" de este ou daquele, disto ou daquilo...

    Este post tem umas "imagens" que me ultrapassam. Só isto.
    Obga.
    Bjs.sinceros
    Mer

    ResponderEliminar
  7. Um belo exemplo de ajuda... pena que nós humanos, não tenhamos por vezes esse comportamento.

    Fica a reflexão

    Com amizade
    Luis

    ResponderEliminar
  8. São.

    Fiquei impressionado.
    Obrigado pelo momento. Não vou esquecer mais.

    bj.

    ResponderEliminar
  9. Os sentimentos são universais e genuínos!

    Irracionais?! ralvez menos do que nós, pelo menos mais afectivos são.

    Um abraço apertado, APAIXONADA.

    ResponderEliminar
  10. Caro VIEIRA, também acho que é impressionante, mormente se comparado connosco.

    Fique bem.

    ResponderEliminar
  11. Minha amiga MER, concordo de todo com essa tua sensata apreciação.

    Bem hajas!

    ResponderEliminar
  12. Meu caro LUIS, pois é: lamentável que os irracionais nos consigam dar exemplos destes e nós não os sigamos.

    Um bom final de semana.

    ResponderEliminar
  13. Bem vindo, meu caro ZÈ.

    Como é possível que consigam melhor do que nós, os ditos animais superiores, não é?

    Um abraço grandeeeee.

    ResponderEliminar
  14. A pureza dos animais nem se compara com a dos humanos.
    Exemplos destes deveriam fazer corar tanta gente, São!

    Um abraço para si.

    ResponderEliminar
  15. O amiga!
    Que saudades!
    Eu já tinha visto estas passagens, mas ainda assim, vimos um lado humano bom, mas não aparece muito neste mundo, porque o que se vende é justamente o ocntrário. Acho que é isso, vejo muitas pessoas na rua, solidárias, ajudando o próximo, mas não nos meios de comunicação, em sua maioria, com raras exceções;
    beijos com carinho.

    ResponderEliminar
  16. Mas que a natureza em sua plenitude, é perfeita, ninguém pode duvidar.

    ResponderEliminar
  17. Bonita sequencia de imagens em sentidas palavras.
    Toda a humanidade deveria agir desta forma.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  18. Esta sequência de imagens é verdadeiramente dramática mas não o é menos, a mensagem que o seu autor parece pretender enviar-nos: "Mas não há quem nos acuda?!"

    Bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  19. Concordo.
    E acho também que se as pessoas ainda soubessem o que ter decoro, corariam ao ver exemplos assim.

    Um feliz fim de semana, caro JORGE.

    ResponderEliminar
  20. Bem vinda, MARI!

    Ainda há seres humanos solidários, sim.

    Mas os indiferentes são, infelizmente, em muito maior número.

    Um abraço, linda.

    ResponderEliminar
  21. A Natureza é algo magnífico, que merece o nosso respeito.

    Bom fim de semana, MARI.

    ResponderEliminar
  22. Meu amigo JO RA TONE, sim, a Humnadiade deveria agir segundo este exemplo.

    Porque razão o não faz?!

    Bom final de seaman.

    ResponderEliminar
  23. LEGÍVEL:

    E não haverá mesmo quem nos acuda, companheiro?

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  24. ellos son mucho más sabios que nosotros, ay si fuéramos capaces de aprender de ellos... triste
    Molts petonets
    Encarna

    ResponderEliminar
  25. Minha querida, seria de facto uma maravilha se aprendêssemos a ser leias e afectivos com os nossos semelhantes.

    Infelizmente, isso não acontece.

    Te desejo tudo de bom em companhia de Jesus e de vossa hija.

    ResponderEliminar
  26. . não tenho palavras que me afaguem as lágrimas ao encontrar o que encontro hoje aqui .

    . porque este momento é um momento único, merecível de uma humanidade maior, a tua, a ser com.passo de espera .

    . São . parabéns . mesmo .




    . saio . comovido .






    . beijos mil e um bom fim de semana, .



    . paulo .

    ResponderEliminar
  27. Necessitamos de amor. Ele dá sentido às nossas vidas. É o combustível que nos anima. Sem ele é difícil suportar o destino, ou amar a vida.
    O amor é-nos intrínseco, e, de acordo com certa visão científica, ele é o herdeiro de um certo sonho bacteriano: o sonho remoto de qualquer bactéria em se unir e fundir com outra.
    Alguns pensadores, sobretudo modernos e contemporâneas defendem que o homem não pode prescindir da ilusão. Ela faz parte da natureza humana, e é uma forma de fugirmos à vida real, e ao sofrimento e falta de sentido presente no fundo da nossa existência. A vida passa pelo sonho. O homem não suporta viver constantemente a verdadeira realidade.
    Abençoado seja o que inventou o sono, a manta que cobre todos os pensamentos humanos, o alimento que satisfaz a fome, a bebida que apazigua a sede, o fogo que aquece o frio, o frio que modera o calor, e, finalmente, a moeda corrente que compra todas as coisas, e a balança e os pesos que igualizam o pastor e o rei, o ignorante e o sábio.
    Devemos agradecer às ilusões. E aceitá-las sem queixumes, se porventura colidem com a realidade e se desfazem em pedaços. Elas são, afinal, uma forma de dar sentido à vida.

    ResponderEliminar
  28. Meu caríssimo amigo , com te agradecer um elogio tão generoso assim?!

    O melhor do mundo para ti, PAULO.

    ResponderEliminar
  29. Bem vindo é e será!

    Parabéns pelo que aqui nos deixa escrito.

    Tem a certeza de que nem trinta anos ainda completou?

    Fique bem, SANDOKAN.

    ResponderEliminar
  30. Faz pensar quem são os verdadeiros animais que andam por aí. Beijo!

    ResponderEliminar
  31. é por tanto "isto" que os humanos deixam de ser pessoas!
    o meu boxer perdeu a companheira, uma dobberman, desapareceu, foi à procura dela...
    por isso se diz "tanta gente etão poucas pessoas", com exemplos destes, mais racionais que os dos supostos racionais...
    beijinhos

    ResponderEliminar
  32. É mesmo, xará, é mesmo isso:tanta gente e tão poucas pessoas.

    E se os irracionais se entendem, porque não fazemos nós esse esforço?

    Uma feliz semana, linda.

    ResponderEliminar
  33. Expetacular! Não há o que comentar a não ser solidário ao companheiro da andorinha pela lição que nos é passada e agradecer a você pelo flagrante com a câmara e sua postagem aqui.

    Obrigado por isso, saimos do seu blog em total reflexão do que somos e para onde vamos se até os pássaros nos dão lição e não aproveitamos!

    bjs
    O Sibarita

    ResponderEliminar
  34. exemplos a seguir...
    felizmente entre nós, tb os há...

    abrazo serrano y europeo

    ResponderEliminar
  35. E a indiferença destrói-nos... sem darmos conta (?).

    Beijo imenso de carinho, querida São. Boa semana

    ResponderEliminar
  36. A verdadeira solidariedade...Espectacular....
    Beijos

    ResponderEliminar
  37. Olá São,

    O instinto dos irracionais muitas vezes vale mais que o raciocinio dos racionais.

    Imagens fortes de um companheirismo impar.
    Beijos,
    Dalinha

    ResponderEliminar
  38. Tenho uma predilecção especial por estes pássaros. Por serem fieis ao seu ninho e pelos seus voos incansáveis a uma velocidade paralela a Mach1. Inspiram-me um sem fim de bons sentimentos e estas imagens deixam-me destroçado.

    Presenciei uma cena idêntica, mas eram gatos... a mãe lambia o filho, já morto, atropelado por um carro, como se o estivesse a mimar... Exemplos que nos dá a NATUREZA

    Que cruel que se faz a vida tantas vezes...

    Beijinhos, querida amiga

    ResponderEliminar
  39. É um grande gosto encontrá-lo aqui, caro amigo.

    O texto é meu, mas as fotos me chegaram por e-mail.

    E , de facto, mal vamos se até os pássaros nos ensinam e nós não interiorizamos lição alguma...

    Um abraço, SIBARITA!

    ResponderEliminar
  40. Sim, felizmente sim, que os há

    Mas isso é o normal, não é?

    Exemplar , mesmo, é uma situação assim...

    Beijinhos, caro MIXTU"

    ResponderEliminar
  41. Excelente pergunta, GRACINHA!

    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  42. Um óptimo exemplo de verdadeiro companheirismo, não ém CHANA?
    Abraços.

    ResponderEliminar
  43. Que análise correcta a sua, DALINHA!

    Grande abraço, linda.

    ResponderEliminar
  44. Querido DUARTE, a morte apanha-nos sempre desprevenidos.
    O que é um paradoxo, pois é e única certeza restante a todas as espécies.

    Um abrazo amigo.

    ResponderEliminar
  45. Porque os seres humanos se esqueceram como é amar verdadeiramente.
    Hoje em dia cada um olha para o seu próprio umbigo.
    Esquecendo que existe muito mais do que nós mesmos.
    lindo post, gostei de conhecer teu blog
    Mil beijos
    Rachel

    ResponderEliminar
  46. Pow! Veio comovente...mas a realidade é mais ou menos assim, o tempo passa e o amor se esfria ...
    seu blog é show ... acesse o meu www.aluoliver.blogspot.com

    ResponderEliminar
  47. São, minha amiguinha
    Estava no Outlook e vi a mensagem avisando-me do teu comentário.
    Vim logo ver-te. Sim, ver-te. Em pequenina (muito bonita, diga-se de passagem), mas VI-TE!
    Pois é, amiga, o tempo não tem sido muito, mas estou a tentar compôr, assim um pouco aos bochechos, um post para muito breve.
    Logo tomarás conhecimento. Fica atenta... :))))

    Uma noite feliz.

    Abraço fraterno
    Botinhas

    PS - O teu post é muito comovente. Sabes, é que eu gosto muito de animais, e penso que eles, muitas vezes, têm comportamentos que envergonham os seres humanos.
    + 1 abraço

    ResponderEliminar
  48. Dicen que el animal menos compasivo que existe es el hombre...

    Impactante tu post, muy querida amiga Sao.

    Un beso grande

    ResponderEliminar
  49. quer dizer perante a força destas palavras e imagens?
    beijo

    ResponderEliminar
  50. Impresiona ver esas fotos. Eu vin unha vez unhas touliñas intentando salvar de varar a outra un dia de temporal...e conseguirono. Os humanos somos inhumanos. Apertas

    ResponderEliminar
  51. Fantástico, São! O que nos resta a dizer, se é impossível responder? :) Bom resto de semana, amiga!

    ResponderEliminar
  52. Amiga voltei ao teu mundo para não só voltar a ver este testemunho de ajuda, como aproveitar para mergulhar mais um pouco nos outros belos post que por aqui deixas.

    Parabens

    ResponderEliminar
  53. Bem vinda, RACHEL!

    Sim, infelizmente, nós nos esquecemos de nós mesmos enquanto semelhantes

    Mas, creio, melhores dias virão.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  54. Ola, ALUIZIO!

    Sim, o amor esfria...mas nunca a solidariedade.

    Fique bem.

    ResponderEliminar
  55. Meu benquerido BOTINHAS, muito obrigada!

    Eu também aprecio muito animais, e por vezes, é preferível estar com eles do que com certas pessoas!

    Então, claro, estarei bem desperta.

    Um abraço grande.

    ResponderEliminar
  56. ...e o único que pode levar a sua própria espécie à total extinção.

    Besos, querido Ricardo.

    ResponderEliminar
  57. Muito pouco, de facto.

    Bem hajas, CARLA!

    ResponderEliminar
  58. Meu caro SUSO, ainda estou maravilhada com o teu post!

    Sim, por vezes somo mais estupidamente cruéis do que os irracionais.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  59. ÁRABE,meu querido amigo, face a certas coisas ficamos sem voz, não é?

    Bem hajas, Swami!

    ResponderEliminar
  60. Bem vindo, LUÌS!

    Acabei de ler o teu mais recente poema, que muito gostei.

    Fica bem.

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...