segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Luiz Goes - "Homem Só, Meu Irmão"

A  cultura portuguesa ficou mais pobre e a minha amada canção de Coimbra sem uma das suas melhores vozes.

Paz à sua alma!



20 comentários:

  1. Uns dos ícones da canção de Coimbra!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida!

    Um intérprete excepcional.

    Boa semana.

    ResponderEliminar
  3. E assim vão desaparecendo os valores mais altos da nossa cultura.
    Paz à sua alma.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Assim é.

    Verdade que não há ninguém insubstituível, mas o certo é que estão fazendo muita falta pessoas com esta força e este talento.

    Uma semana boa, amiga.

    ResponderEliminar
  5. Não há insubstituíveis, mas é uma perda importante.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Deveras importante, digo eu...até porque já pouquinhos restam da sua geração.

    E até agora não há quem ocupe os lugares de quem a morte levou, para nossa infelicidade.

    Um abraço, amigo

    ResponderEliminar
  7. Não o conhecia, São... realmente, uma grande perda! Boa semana, amiga; fica bem.

    ResponderEliminar
  8. a voz de um grande homem, daqueles que estão partindo e que foram muito importantes!

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  9. Uma das vozes que me encantam.
    Morreu o homem. Ficaram a voz e a recordação do seu talento.
    Que descanse em paz.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  10. Triste quando vozes assim se calam. beijos,lindo dia! chica ( Acabei de colocar lá tua interação linda, obrigadão!)

    ResponderEliminar
  11. A vida passa e o seu tempo é impiedoso.
    Uns vão outros nascem...

    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. É a roda eterna da Vida e da Morte...

    Boa semana.

    ResponderEliminar
  13. CHICA, é mesmo uma pena que certas pessoas partam !

    Nada a agradecer , eu é que fico muito feliz !

    Bem hajas

    ResponderEliminar
  14. Ao menos temos a memória da sua voz e do seu talento graças aos registos já possíveis na sua época, sim.

    Uma felzi semana, ELVIRA.

    ResponderEliminar
  15. E que tanta, tanta falta nos fazem, amiga!

    Um abraço apertado e solidário nesta hora de aflição, ADELINHA.

    ResponderEliminar
  16. Bem triste: mais um que se foi...

    Fica bem, JUSTINE.

    ResponderEliminar
  17. Querido ÀRABE: um Homem que merecia respeito, sim.

    Lamentável que no Brasil seja tão pouco conhecida a música portuguesa.

    Um enorme abraço, Amigo.

    ResponderEliminar
  18. Que timbre de voz, ideal para os fados de Coimbra. Um dos clássicos que deixou escola. Tenho algo dele. Gosto. Uma grande perda, ficou-nos a sua voz!
    Um abraço bem grande

    ResponderEliminar
  19. Meu amigo, valham-nos , pelo menos, as maravilhas técnicas: assim ficámos com a sua estpubda voz.
    Também tenho algo dele, ainda em vinil.
    Boa semana

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...