MALTA

MALTA

sábado, 27 de outubro de 2012

POESIA POPULAR : ANTÓNIO ALEIXO

16 comentários:

  1. Só mesmo António Aleixo para nos avivar a memória e aos outros aumentar a sua burrice e maldade.

    ResponderEliminar
  2. Amigo, José Policarpo, o excelso patriarca de Lisboa deveria ler isto !!

    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  3. Só falta avisar que deveriam protestar, logo no início, muito antes da carga os esborrachar ;)

    Bjos

    ResponderEliminar
  4. É nosso dever , enquanto seres racionais,escolher nossos caminhos e protestar quando for preciso. Aplauso.
    Bj

    ResponderEliminar
  5. Não, mas isso então seria a excomunhão certa pelo excelso José Policarpo , que não entende nada de política, mas que afirma serem ilegais e inúteis as manifestações, esquecendo as manifestações em Fátima e não avisando que andar de rsatos atás de imagens também nada resolve.

    Beijinhos. ISA

    ResponderEliminar
  6. Pois, concordo contigo...mas assim corremos o risco de irmos parar às chamas do Inferno, rrsss

    Um excelente fim de semana, Isabelinha

    ResponderEliminar
  7. La sabiduría está en las frases más populares. Tendremos que volver a ellas en estos tiempos, querida amiga.
    Feliz fin de semana.
    Besos.

    ResponderEliminar
  8. Protestamos tão pouco que encaixamos na perfeição no poema de Aleixo!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  9. Minha amiga como diz o velho ditado "Quem não se sente, não é filho de boa gente".
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  10. Assim é, PEDRO.

    Talvez seja bom não teorizarmos tanto e seguir a simplicidade da acção.

    Forte abrazo, amigo querido.

    ResponderEliminar
  11. E , como se isso não bastasse, José Policarpo(excelso patriarca de Lisboa) ainda acha que nem protestar devemos

    Claro que para o Vaticano, que ele representa, é muito mais importante continuar a não pagar IMI e a ter benesses do que defender um povo a quem só falta roubar o ar para respirar.

    Um abraço grande

    ResponderEliminar
  12. Absloutamente de acordo, MARIA.

    Pena que José Policarpo traia os ensinamentos de Jesus, que correu com os vendilhões do templo.

    Um abraço, amiga minha .

    ResponderEliminar
  13. O que se passa aqui, pelas quadras do Aleixo:

    "Vem da serra um infeliz
    vender sêmea por farinha;
    passado tempo já diz;
    -esta rua é toda minha."
    ------------------------------------

    "Vós podeis chamar-me louco,
    Democrata, socialista,
    E comunista também,
    Que eu sou de tudo isso um pouco,
    Pois sou uma coisa mista
    Do bom que isso tudo tem."
    -----------------------------------

    Eu já não sei o que faça
    p´ra juntar algum dinheiro;
    se se vendesse a desgraça
    já hoje eu era banqueiro.

    ---------------------------------

    E esta é dedicada ao "Relvas" - que se diz Ministro

    "Uma mosca sem valor
    Pousa com a mesma alegria
    Na caraca dum doutor
    Como em qualquer porcaria!"


    E com esta me vou.
    Repito: SERENIDADE...PRECISA-SE!!

    Abraços nossos
    M.



    ResponderEliminar
  14. Obrigada, minha querida Amiga, pelas sábias quadras de Aleixo e, mais ainda, pelo conselho!

    Bem haja!!

    ResponderEliminar
  15. Concordo plenamente com o poeta!!!
    Há que se "espernear" sempre na luta contra os desmandos e as injustiças!!!
    Aqui vivemos hoje segundo turno para escolha de prefeito.
    A escolha está entre a direita- déspota e enganosa - e um governo mais à esquerda, alinhado com o pensamento político do RS e do Brasil, na busca de uma política de superação das desigualdaes sociais e que se desenvolve desde o primeiro mandato de Lula continuando no atual governo de Dilma na mesma linha. Esperemos pelo resultado após as 17 horas de hoje aqui!
    Grande abraço, amiga São!

    ResponderEliminar
  16. Que ganhe então quem zela pelo bem estar do povo, minha amiga!

    Abraço grande.

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...