segunda-feira, 2 de junho de 2014

OS NÚMEROS DA CHACINA EM AUSCHWITZ-BIRKENAU



"As estimativas actuais indicam que o número de pessoas enviadas para Auschwitz-Birkenau é superior a 1,3 milhões, tendo morrido  aí 1,1 milhões .

O número mais elevado de judeus... veio da Hungria durante a acção delirante que teve lugar no princípio do Verão de 1944 (438 000). O número seguinte veio da Polónia (300 000), seguido da França(69 114), dos Países Baixos(60 085), da Grécia(55 000), da Checoslováquia e Morávia (46 099), da Eslováquia (26 661), da Bélgica (24 906), da Alemanha e Áustria (23 000), da Jugoslávia(10 000) e da Itália (7 422).

É claro que também não devemos esquecer os que pereceram no campo e que não eram judeus : os 70 000 prisioneiros políticos da Polónia; os mais de 20 000 ciganos; os 10 000 prisioneiros de guerra  soviéticos, as centenas de testemunhas-de-Jeová; as dezenas de homossexuais; nem tão-pouco outros que foram enviados para o campo por uma miríade de razões perversas( e, por vezes, sem razão alguma)."
  
                                                         LAURENCE REES
                               ("Auschwitz - Os Nazis e a «Solução Final»")


Se depois de todos estes números arrepiantes ainda há quem negue a imensa tragédia que se abateu sobre ciganos, opositores políticos, judeus, prisioneiros de guerra, deficientes, homossexuais  e todos aqueles que, por algum motivo ou mesmo sem ele,  caíram  sob o jugo do nazismo, então não sei como é possível convencer essas criaturas do horror vivido durante aquele período de breu da Humanidade.

Não esquecer, estamos sómente a abordar um das muitas centenas de campos e houve muitos que funcionaram exclusivamente para extermínio de seres humanos de todas as idades, religiões, nacionalidades e etnias de ambos os sexos, incluindo crianças.

Assusta-me a Extrema-Direita estar a avançar grandemente na Europa, a ponto de a Frente Nacional ter feito eleger em França 24 deputados.

Esperemos que a História não se repita.

52 comentários:

  1. Que não se repita mesmo! Eu quero um dia conhecer estes campos. Mesmo que me horrorize, quero orar por todos que ali sofreram.
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha amiga, nada há que prepare para o que irá encontrar : é algo ainda mais perturbante do que quando se visita um Museu de Tortura medieval, como fiz recentemente em Santillana del Mar (Espanha).

      E nem foi sequer no complexo Auschwitz-Birkenau que mais pessoas foram assassinadas, apesar destes números de pesadelo!!

      Abraços

      Eliminar
  2. Sãozinhamiga

    Estive em Auschwitz (Oświęcim em polaco) e Birkenau três vezes: uma com minha mulher Raquel em visita angustiante pois era a primeira vez que visitava campos de extermínio. Depois, fui lá mais duas, em serviço.

    O sinistro letreiro no portão de entrada Arbeit macht Frau ou seja O trabalho traz a Liberdade já agride o visitante. Mas, depois os fornos crematórios deixaram-me agoniado!.. O Inferno esteve lá e a sua memória persiste.

    São: concordo contigo, obviamente. Mas parece que tal como os homens, a Europa perdeu a memória. Oxalá acorde a tempo. Se tal não acontecer, vai-se a Europa e vamos nós. Para onde? Quiçá Auschwitz... Cautela e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém!

    Qjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu já estivera num campo de concentração na Bélgica muitos anos atrás quando entrei em Auschwitz-Birkenau a primeira vez e tinha um alargado conhecimento sobre a Segunda Guerra ( embora a determinadas criaturas pareça inacreditável eu ter-me informado sobre este tema desde os 15-16 anos) , mas nada me preparara para o tremendo choque que senti e que não foi menor da segunda vez, embora no intervalo tenha visitado o Campo de Concentração que Salazar mandou construir no Tarrafal de Santiago (Cabo Verde).

      Ah, sim ...a memória está ali e as marcas de sofrimento também.

      Esperemos que a Europa não seja posta a ferro e fogo e há uma outra situação que me preocupa e de que a UE é responsável: a Ucrânia !

      Bom resto de dia.

      Eliminar
  3. A degradação da nossa sociedade faz renascer estas mentes carregadas de ódio e desejo de poder. Criar uma nova sociedade de dominadores e dominados.
    Os campos de concentração nunca acabaram.
    Hoje existem nações que dominam as outras e nelas semeiam a fome e o terror.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não posso discordar de si, Luís!

      Infelizmente, há muitas formas de aviltar , humilhar e tortura ...

      Bom resto de dia

      Eliminar
  4. Bom dia São

    Até dá tristeza ler. Que nunca mais se sepita.

    Beijo e uma excelente semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Ci!

      É mesmo: até só a leitura entristece...

      Que todas as pessoas de boa vontade lutem para que seja impossível a repetição de barbaridade sequer semelhante!

      Abraço e bom fim de dia

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Se uma tragédia desta dimensão se repetir...então, é porque a Humanidade nada tem de humana, Piedade!

      Abraços

      Eliminar
  6. A história tem ciclos e repete-se duma forma ou doutra.

    Haverá sempre guerras, discriminações e outras atrocidades.

    É da humanidade, esta selvajaria bem como outros atos dignos de mérito.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Margarida, sim, a História - ao contrário do que algumas luminárias afirmam - repete-se.

      Avançámos muito tecnologicamente, mas espiritualmente, não...para desgraça de todos nós.

      A crueldade e a compaixão integram a Humanidade.

      Só que em tempo nenhum se tinham construído fábricas para matar seres humanos e esse horror é mais perturbante do que o massacre de Béziers, a invasão de Constantinopla pela Quarta Cruzada, o assassinato de todos os habitantes de Jerusalém por Ricardo Coração-de-Leão, acontecimentos já de si terríveis.

      Esta chacina aconteceu no centro de uma Europa civilizada e sendo a Alemanha um país com grandes vultos intelectuais, científicos e artísticos!!!

      Beijinhos e bom resto de dia

      Eliminar
  7. Números aterrorizantes, São, que bem refletem a estupidez humana. Cabe-nos fazer a nossa parte, para que não se repitam! Boa semana, minha amiga!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estes números fazem só parte dos mais de cinquenta milhões de vítimas da Segunda Guerra...e , como bem dizes, só demonstram estupidez e crueldade!!

      Abraço grande, Swami

      Eliminar
  8. Que horror...

    No entiendo como el ser humano puede llegar a ese grado de locura.

    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Partilho completamente essa tua perplexidade: escapa-me completamente como é possível exercer-se tanta crueldade sobre seres humanos , feita por outros seres humanos e a frio!!

      Abrazos

      Eliminar
  9. A humanidade parece nunca ter aprendido com os erros do passado.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois não , Lino, e como é trágica essa realidade!!

      Tudo de bom, rrss

      Eliminar

  10. Extremamente preocupada e a interrogar-me sobre a aprendizagem do Homem. :(

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Somos duas...e , para mim, a conclusão é de que pouco (para não dizer nada)aprendemos...:(

      Abraço com laçarotes , rrss

      Eliminar
  11. Respostas
    1. POis, infelizmente, parece que não...

      Minha linda, a povoação medieval é Santillana del Mar ( Cantábria) e está no "são".

      Bons sonhos , rrss

      Eliminar
  12. Esses negacionistas são abjectos, São.
    Impossível ser mais reles.
    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, só criaturas completamente sórdidas , como as que realizam tais barbaridades, são capazes de negar.

      Mas sabe? Em parte, eu até percebo, porque isto é de tal maneira absurdo e fora de tudo quanto parece possível que às tantas se levantam dúvidas.

      Neste livro, um dos SS que trabalhou em Auschwitz -Birkenau como administrativo aceitou ser entrevistado já com cerca de oitenta anos porque um companheiro do clube de filatelia que frequentava , achava ser impossível matar tanta gente com gás, pois se assim fosse se mataria tudo em redor...não era capaz de conceber tal mortandade!

      Ainda bem que os Aliados obrigaram as populações perto dos campos a entrarem e a verem o que se passava. Ainda assim, num documentário que vi , enquanto a esmagadora maioria das pessoas saía em pranto e muito mal, uma mulher já de idade afirmou espantosamente que era uma encenação dos norte-americanos!!!

      Obrigada , Pedro, igualmente

      Eliminar
    2. Hoje escrevo sobre outros negacionistas.
      Faz hoje 25 anos que começaram a negar.

      Eliminar
    3. Mas por mais que neguem, a verdade acaba por aparecer sempre!!

      Tianemen será sempre algo presente , vergonhosa também a hipocrisia ocidental...

      Eliminar
  13. Triste realidade, números assustadores, até arrepia ler!
    Que não se repita mesmo, mas não sei São, o ser humano (se é que se pode chamar assim) não aprende, vivemos num mundo muito podre de humanidade, que se reflecte a cada dia que passa.

    Como publiquei estou voltando devagar.

    beijinho e uma flor, obrigada Sãozita pela força.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estamos muito longe de sermos quem já deveríamos ser : pessoas compassivas , respeitadoras do Outro e de mente e coração abertos...

      Infelizmente, avançámos muito em tecnologia , mas no resto é uma desgraça!

      Minha querida, rápidas melhoras e abraço estreito :)

      Eliminar
  14. Horror esse, nem é bom a gente se lembrar!
    Mas se eles pudessem, quem governa
    da mesma maneira gostariam de nos matar
    desumanamente, como Hitler, fez na guerra!

    Obrigado amiga São, pela visita, um abraço.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O perigo é mesmo essa vontade de matar e que está aí bem viva de novo na subida da extrema-direita nas eleições e nos nazis que , na Ucrânia, por causa de merkel e da mediocridade de Durão passaram directamente da rua para o Governo , agora apoiado por Obama.

      Não gosto de Putin( lembro-me de com esmagou brutalmente a Chechénia e li o livro da assassinada jornalista Anna Polytsvikaia), mas desta vez tem toda a razão: obrigaram-no a defender os interesses da Rússia !!

      E se um Governo saído de manifestações de rua contra um Presidente eleito é legal, como o não são Referendos?!

      Tudo de bom

      Eliminar
  15. El avance de la extrema derecha es muy peligroso para las libertades. Hay que estar alerta, querida amiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não posso estar mais de acordo contigo, mas acho que muita gente não tem noção do perigo...ou , como no caso da chacina de Tianemen , não sabem, pois o regime chinês silencia o caso até hoje !

      Besos , amigo mio

      Eliminar
  16. Oi, São!
    A história precisa ser recontada sempre para os mais jovens, pois eles é que irão governar o mundo. Quando da negativa, muito além e bem antes deles existirem, governos que hoje se isentam de culpa, impediam judeus de entrarem em seus países legalmente e os que lá estavam não conseguiam emprego, morrendo à mingua, como é o caso da Inglaterra. Hitler veio bem depois!
    Beijus,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda, Luma!

      A História , toda ela, tem mesmo que ser conhecida , porque quem não sabe o passado , desconhece o presente e não constrói o futuro!

      Os judeus foram sempre perseguidos e os mouros também, porque -só por exemplo - aquando da conquista de Granada(Espanha) , foram obrigados a um imposto exclusivo para Carlos V construir em Allambra um palácio que simboliza tida a soberba e arrogância da Casa dos habsburgos e que face à beleza , elegância e sobriedade da arte islâmica dos edíficios que compõem a cidadela é tremendamente chocante.Ah, e o imperador jamais viveu lá!

      Como se não bastasse, uma ordem de expulsão em três dias veio depois de um certo tempo , separando famílias, permitindo execuções sumárias sem castigo , só permitindo que cada pessoa levasse de seu o que pudesse carregar sobre si e levando de barco quem era expulso assim desta maneira ignóbil para o Norte de África onde ficaram completamente ao abandono e entregues à sua sorte!

      Ainda hoje existem nas cidades e demais povoações ibéricas as ditas mourarias e judiarias onde as duas etnias eram forçadas a viver e cujas portas se cerravam à noite.

      Beijinhos, linda

      Eliminar
  17. O poder cega e desumaniza os homens. Acho que sempre assim será para mal de quem nada pode.

    beijinho amiga São

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Poder é algo que corrompe por si mesmo.

      Mas situações de massacres , ainda por cima , programados ou realizados a frio é algo inconcebível!!

      Abraço amigo, Fê

      Eliminar
  18. Querida São,
    Os tempos sombrios precisam ser relembrados para que não se repitam...
    Que os homens se transformem e as intolerâncias sejam banidas.

    Caríssima, muito grata pela visita neste tempo em que reabri o meu "Baú" de escritos guardados...saudades das tuas boas palavras de afeto.
    Beijos no coração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda, meu bem!

      Sem dúvida , também por isso pus um vídeo no facebook a lembrar o massacre do exército chinês dos estudantes que pacificamente protestavam na Praça Tianem ...e que hoje o regime silencia por completo: cinco mil mortos e milhares de feridos e estropiados

      Ninha amiga, espero sinceramente que esse teu baú se mantenah aberto por muito, muito tempo!

      Abraço fraterno, :)

      Eliminar
  19. Coincidencia Sao... vc postou tbm sobre o massacre nos campos nazistas... o problema é que esses massacres continuam em cada politico corrupto que nega o acesso de um cidadao aos seus direitos basicos, como saude e educaçao... muda o modo de matar as pessoas... mas a tortura mesmo nao sendo fisica continua... lamentavel... a crueldade humana nao tem limites...

    Beijos minha querida Sao...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda, minha querida!


      Tem razão, o massacre de um povo pode ser feito de várias maneiras, sendo o que aqui se denuncia uma só dessas maneiras.

      O não dar acesso à Educação, a falta de oportunidades iguais , o preconceito...tudo isso é um ataque .

      Mas , desgraçadamente, há vários exemplos de etnias nessas condições: os aborígenes australianos e os índios estado-unidenses estão nas cinicamente chamadas Reservas, os índios brasileiros estão sendo despojados das suas terras, os palestinianos estão sem território até por causa dos colonatos judeus, os ciganos são vistos sempre com alguma desconfiança. .... e tanta situação infeliz mais.

      Além disso, mesmo na cultura dominante de qualquer país, há diferenças: neste momento em Portugal milhares de crianças passam fome e Passos Coelho, o Primeiro - Ministro da coligação governamental( que apesar de ter todo o apoio de Cavaco, Presidente da República, e de ter feito a vida num inferno às pessoas mais desfavorecidas só aumentou a dívida pública e tem péssimos indicadores nos resultados ) afirma gelidamente que "todos os ajustamentos são dolorosos"!!!

      Meu bem, que tenha feliz dia e grande abraço :)

      Eliminar
  20. Lá perto nasci eu alentejano!
    Em Messejana, a linda aurora
    Está mesmo muito boa essa agora
    Não conheço "Aguentinha do Campo"

    Obrigado pela visita amiga São, um abraço.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então, vá até lá e ficará satisfeito...

      Se quiser também pode pesquisar aqui e no "são", porque coloquei fotos.

      Bom resto de dia

      Eliminar
  21. Terrível....tomara que não mesmo! Uma amiga minha visitou e disse que a sensação é muito ruim... angustiante....

    []s

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sua amiga tem toda a razão: eu já visitara um campo de concentração na Bélgica e desde a adolescência ( 15-16 anos) que me interesso pela Segunda Guerra e pela maneira como Israel se construiu e mantém ( e , consequentemente, pelos palestinianos) e estar dentro das câmaras de gás em Auschwitz e na torre de entrada em Birkenau - além de tudo mais que podemos ver nos dois campos - me deixou arrasada mesmo na segunda visita que efectuei àquele local de horrores.

      Abraço

      Eliminar
  22. Este foi um período da história que nos deixa um sentimento de revolta , angústia e profunda tristeza por sabermos que há seres humanos tão desprezíveis com imaginação tão repleta de maldade e ódio pelo ser humano.

    Realmente....Que a história não se repita.

    Bjgrande do Lago

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E , infelizmente, essa maldade e esse desprezo pela vida humana continua ái, bem viva!!

      Bom resto de dia...e altos voos, Graça

      Eliminar
  23. Como dizia um professor meu de História, o ser humano não aprende com os erros. Visitei há uns anos o campo de concentração de Natzweiler-Struthof, perto de Estrasburgo, e é uma coisa que nunca mais se esquece...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso só prova que não pode ser este planeta o único com uma forma de vida inteligente,,,,

      Imagino, porque o Xavi também vistou um outro e diz que não quer visitar mais nenhum..

      Eu estive aqui duas vezes, mas não tenciono entrar mais vez nenhuma, porque nem da segunda vez evitei sair muito mal.

      Birkenau era o campo de extermínio , mas consegue chocar um pouco menos, porque os quatro fornos crematórios e respectivas câmaras de gás foram destruídas: um pela revolta de um dos Sonderkommando e os restantes pelos nazis à aproximação do Exército Vernelho.

      Mas em Auschwitz, nós entramos mesmo nas câmaras de gás ( na primeira vez pude ir até ao fundo , da segunda já não) e vemos os fornos ao lado e entramos também no temido Boco 11 da Gestapo.

      Abraços

      Eliminar
  24. O tempo passa, mas, os campos de concentrações espalhados por todas as partes do mundo continuam a fazer suas vitimas, repare...

    Excelente postagem!

    O Sibarita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alguns países são eles mesmos campos de concentração, não é?

      E até há países que são explorados e atacados por outros, que com todo o cinismo invertem a situação ...

      Grato beijo, meu bem

      Eliminar
  25. A mim também me assusta o rumo que o mundo ,em especial alguns países estão a tomar. Há gente que não aprende com os erros....e continuam a seguir os mesmos trilhos...ou piores ainda. Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os interesses da alta finança estão a sobrepor-se a tudo enquanto o ser humano vai perdendo valor face a quem detém o Poder real, que não são os políticos - reduzidos que estão a marionetes!

      A Ucrânia é o novo foco de inquietação e a responsabilidade é da União Europeia que geriu a situação muitissimo mal e obrigou a Rússia a defender, naturalmente, os seus interesses...e, para cúmulo, os EUA aparecem a dar cobertura a um Governo de nazis assumidos que passaram directamente da rua para o poder!

      Que Deus nos ajude, Mila!

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...