segunda-feira, 21 de julho de 2014

ECONOMIA E ESCRAVATURA EM PORTUGAL

" Por volta de 1570, o Brasil era o primeiro produtor mundial de açúcar, bem acima de S. Tomé e da Madeira.

No entanto, não conseguindo utilizar os índios como escravos, os colonos portugueses mandaram vir da Guiné e de Angola os escravos negros de que necessitavam.

Assim se iniciou uma economia colonial associada a uma sociedade esclavagista, que iria durar até 1888."

ALBERT-ALAIN  BOURDON
( " História de Portugal")

39 comentários:

  1. A História que muito boa gente insiste em esquecer ou negar, São
    Boa semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho incrível isso e outra coisa : é que se afirme a nossa colonização ter sido a mais suave de todas!

      Obrigada, igualmente .

      Eliminar
  2. Boa dia São

    Confesso que história, não era o meu forte. loool

    Beijo, uma boa semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Ci!

      Mas com estes bocadinhos breves , espero que fique com alguma noção do que se passou, pois é importante isso.

      Abraço grande , com desejo de que tudo corra bem no seu estágio e tenha uma boa semana

      Eliminar
  3. Amiga São:

    Hoje venho aqui me despedir, vou de férias que bem preciso :)
    Desejo-lhe também, se for caso disso, umas boas férias e que tudo corra bem para si e para os seus.

    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela gentileza de se vir despedir.

      Que as suas férias lhe deixem e aos seus óptimas memórias , amiga!

      As minhas férias serão em Setembro...mas como sou já aposentada não tem muito mal, rrss

      Grato abraço e assim que chegar, avise, ok?

      Eliminar
  4. E a escravatura continua, diferente, mais camuflada, mais sofisticada, mais hipócrita, mas continua...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o pior é que muitas das pessoas escravizadas ( e há tanta forma de o ser...) até acha ser livre...

      Bom serão :)

      Eliminar
  5. Negras recordações, São... manchas que o passar do tempo não consegue apagar. :( Boa semana, minha amiga; fica bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tempo não as apaga, mas temos que saber viver com elas e a partir daí construir um futuro melhor, Swami...

      Beijo terno , meu amigo!

      Eliminar
  6. Hoje, somos nós os escravos!!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E convencidos de que somos livres...

      Abraço grande

      Eliminar
  7. Sucedió también en España. Qué triste historia.
    Besos, querida amiga. Ando medio de vacaciones, de ahí mis ausencias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. os nossos países têm esse passado comum e também o da Inquisição..

      Querido Pedro, que sejam muito boas as tuas férias e . para ti, besos.

      Eliminar
  8. Infelizmente ainda existe, embora algumas seja de formas diferentes.

    Boa semana Sãozita.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E nalguns casos, minha querida, nem sequer mudou de forma: é só olhar para àfrica, por exemplo.

      E sabes que na Bolívia a idade legal para começar a trabalhar é de dez anos??

      Abraço grande, esperando que já estejas recuperada

      Eliminar
  9. São, o Brasil foi o último país a abolir a escravatura. Mas há quem afirme que ela ainda não foi totalmente abolida no mundo, pelo menos enquanto existir a fome.
    Beijus,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enquanto existir fome , não existirá liberdade.

      Quanto à escravatura, continua a existir por interesses as mais das vezes económicos...tal como existe o tráfico de armas, de drogas, de seres humanos!

      Bom fim de semana, Luma :)

      Eliminar
  10. ¸.•°♪
    Sou descendente desses escravos e tenho tanto orgulho disso!

    Boa quarta-feira!
    Beijinhos do Brasil.

    ♬♫º°

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida, não é descendente de escravos, mas sim de pessoas que foram escravizadas...e eu a admiro por se orgulhar de suas raizes!

      Abraço estreito com muito carinho, linda Inês :)

      Eliminar
  11. coisas que muita gente desconhece e que aconteceu e fazem parte da história.
    hoje a "escravatura" ainda existe embora noutros moldes.
    um beijo

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. História é algo que demasiada gente desconhece - e muita dela tem obrigação de a saber, até pelos cargos que desempenha !

      A escravatura não desapareceu, infelizmente, porque vivemos num mundo do TER e não do SER.

      Abraço grande, Piedade :)

      Eliminar
  12. Pronto los ciudadanos volverán a ser esclavos.
    Y los ricos cada vez más ricos.

    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu até acho que já somos, só falta a legalização---

      Sim, os ricos cada vez mais ricos e , cá em baixo, uma imensidão de miseráveis.

      Mas creio que , mais tarde ou mais cedo, essas desigualdades darão lugar a um violento conflito armado , sabes?

      Bom fim de semana, Xavi :)

      Eliminar
  13. Ô dona moça que bom sua postagem! E é bom que se diga que a Bahia fora da África é onde se tem o maior contingente de negros do mundo. Ou seja, a Bahia é uma África, 90% da sua população são negros, além dos dos costumes de tradição negra. Atô Tô Meu Pai, Babaluaê, Sarava! kkkkkk

    Pois é, somos filhos dos escravos! kkkk

    Capturados" - Disco "Recôncavo"
    (Edson Gomes)

    Somos filhos dos escravos
    não temos vergonha de assumir
    somos filhos dos capturados
    não temos vergonha de admitir

    somos filhos dos escravos
    e estamos afins
    de tirar essa máscara
    revelando a história
    de um povo roubado, adulterado
    e negado a ser feliz
    um povo castrado, lesionado
    e negado a ser feliz

    somos filhos dos escravos
    e estamos afins
    de tirar essa máscara
    revelando a história
    do povo que habita
    lá dentro do gueto
    capital da miséria
    crianças que vivem
    circulando sinais
    são aprendizes de marginais

    estamos afins
    de arrancar essa máscara
    revelando a história
    crianças que vivem
    circulando sinais
    são aprendizes de marginais

    somos filhos dos escravos
    somos filhos dos escravos
    somos, somos, somos e somos...
    somos filhos dos capturados
    somos filhos dos escravos
    somos, somos, somos e somos...

    Precisas ouvir: https://www.youtube.com/watch?v=xPiWsvNJtEQ

    Edson Gomes é o maior reggae man do Brasil (baiano é claro do recôncavo) e considerado no mundo reggae como um dos maiores depois de Bob Marley.

    A letra, essa letra, bem a letra... kkkk

    O Sibarita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes? Eu penso que só a Verdade pode nos dar esperança e caminho de saída.

      Errámos ? Só temos que o admitir e aprender.

      A colonização foi péssima e a portuguesa, por muito que algumas pessoas o pensem, não foi melhor nem pior: foi igual e enquadrou-se no pensamento da época.

      O Brasil teve ainda assim a sorte de um princípe da Casa Real portuguesa dar o grito do Ipiranga enquanto as demais colónias tiveram que abrir uma guerra absurda e anacrónica que matou , estropiou milhares de pessoas - incluindo os portugueses da dita Metrópole.

      Edson Gomes foi uma óptima surpresa e essa letra aí um espanto!

      Grande abraço e bom final de semana :)

      Eliminar
  14. São , ainda hoje no Brasil , infelizmente , temos trabalhadores laborando em condições análogas a dos escravos . Existem maus empregadores que ignoram o que seja dignidade humana . Muito triste esta constatação . Beijos .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marisa, infelizmente não é só no Brasil... até aqui na Europa existe isso.

      Em Portugal, a coligação PSD/CDS no Governo nos está tirando tudo e fazendo rupturas profundas na sociedade..

      Grande abraço :)

      Eliminar
  15. A minha ida a Moura foi rápida. Vinha com a minha filha do Alqueva e apenas dei uma voltinha,.Entrei no castelo e no jardim. Foi uma vista relâmpago.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, obrigada pela informação.

      Na barragem de Alqueva já fiz um passeio de barco turístico...

      Abraço grande

      Eliminar
  16. São O Brasil é lindo, as pessoas também, mas a escravidão existe ainda ? Tem muitos trabalhos desgastantes e desumanos, mas a palavra sou feliz assim eu já escutei no meio do cafezal, esfregando o chão, cozinhando pra multidões mostrando as mãos calejadas com orgulho. Eu acho que existe em algumas famílias o poder da distribuição dos pães, pois onde a gente pensa que não vai dar pra comer, é onde se encontram pessoas mais abundantes e felizes deste mundo., Enquanto existe o outro lado da moeda, ladroes, preguiçosos, corruptos, vândalos. EU ACREDITO NO BRASIL E NAS PESSOAS
    com carinho Monica

    ResponderEliminar
  17. Monicazinha querida, o seu coração é grande como o mundo e, por isso, tem essa capacidade de amar os seres humanos e de ainda acreditar!

    Ainda bem que assim é e eu tenho muito orgulho em ser sua amiga, mesmo que só virtual!

    Deus a abençoe, meu bem , e receba um apertado e terno abraço :) :)

    ResponderEliminar
  18. A mistura inevitável nas economias...
    "Ganharás o pão com o suor do teu rosto"
    Assim nos foi imposto
    E não:
    "Com o suor dos outros ganharás o pão."
    Como tão bem escreveu Sophia.
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem sequer nessa do suor do teu rosto , eu creio muito ... e Sophia tem toneladas de razão, porque isso então é que não foi de certeza !!

      Bons sonhos, linda :)

      Eliminar
  19. º°。❤❤° ·..
    BOM FIM DE SEMANA!!!!
    ❤° ·..

    ResponderEliminar
  20. Não lhe disse lá , mas digo-lhe aqui: gostei do pensamento que colocou !

    Obrigada, igualmente :)

    ResponderEliminar
  21. Triste recordação a da Escravatura ! Mas será que a Escravatura está completamente extinta em todos os Países ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito triste, mesmo , e dolorosa!

      Penso que não e até adquiriu novas formas!

      Bom final de semana :)

      Eliminar
  22. Ainda bem que um francês nos vem iluminar sobre a nossa própria história. Faz falta, sempre é mais um para fazer rir. Espero que a Grande Aventura das Plantes do José Mendes Ferrão venha por lá citada. Também o Terceiro Mundo do Franco Nogueira daria um jeitaço ao francês, um grande sábio.

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...