quarta-feira, 1 de outubro de 2014

PERU : MACHU PICCHU (25/9/2014)

 Entrada na cidade .
 Primeira vista de Machu Picchu
 Panorama sobre o rio Urubamba














Templo principal, com vizcacha num dos nichos. É espécie protegida.

Panorama sobre o abismo e montanha.

Impossível , pelo menos para mim, tentar  transmitir o que se sente neste lugar místico.

Foi a apoteose de uma viagem extremamente exigente, mas que vale realmente o esforço.

Félix, o guia, é um profissional impecável em todos os aspectos.

E, ninguém duvide, se eu consegui percorrer este espaço único ...qualquer pessoa o faz!

36 comentários:

  1. Bom dia São

    Muitos parabéns pelas fotos, estão fantásticas.

    Beijinhos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. São, ainda que sendo lendária Machu Picchu, nunca cansa um visão fotográfica de uma visitante. Sempre bom rever.
    Beijios

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi por assim também considerar que fiz o post, pois cada pessoa tem o seu próprio ângulo de abordagem de Machu Picchu.

      Abraço

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Tens razão: uma maravilha!!

      Fica bem, Xavi

      Eliminar
  4. São! Menina... que saudade daqui do teu blog! Fiquei encantada com as imagens do Machu Pichu. Eu não sei se eu aguentaria tanto exercício físico assim, hahaha, mas francamente, com toda a certeza vale a pena. Deve ser uma sensação única como bem descrevestes aí.
    Beijos.

    http://colunadami.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda, Mi!

      Não consegui comentar que o seu bolo de chantilly e morango estava com um delicioso aspecto e que a mensagem de Belas Imagens é muito verdadeira, porque a caixa de comentários não abriu.

      Minha linda, claro que aguentaria!! rrsss

      beijinhos e bom dia :)

      Eliminar
  5. Lindo ver-te na nossa querida América do Sul!!!
    As palavras não dizem da beleza e do mistério do lugar,não é mesmo?
    Volta sempre,amiga São!!
    E conta ao mundo sobre nós...
    Abração!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda, Maude!

      Não, não dizem...só passando pela sensação de estar ali é que a pessoa sabe o que (se) sente.Portanto, nem vale a pena a tentativa de uma explicação inútil Porém, não só esta fascinante Machu Picchu (me) provoca esta incapacidade: já tenho tido outras experiências impossíveis de comunicar em linguagem comum.

      Realmente, a América do Sul tem um carisma especial e a marca de um conhecimento muito superior ao actual e que , não sei o motivo, a Humanidade perdeu.Ainda não perdi a esperança de voltar ao Brasil para conhecer o Rio de Janeiro...

      Abraço apertado, :)

      Eliminar
  6. Era uma da viagens dos meus sonhos. Agora não passará disso!

    Viajei contigo através das tua mágicas fotos!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não desanimes, que não sabes o futuro: também pensei que nunca lá iria e, graças a Deus, tive o indescrítivel prazer de lá estar e de visitar a cidade.

      Sabes que há dezenas de anos numa época bem díficil da minha vida ( e que durou por largos anos) , alguém me afirmou categoricamente que eu viajaria imenso.Claro que não acreditei e disse isso mesmo à pessoa...No fim, felizmente, a equivocada era eu.

      Este grupo com que viajo há anos, tem uma vantagem: a viagem é paga durante o ano anterior , porque se fosse pronto pagamento, ser-me-ia impossível.

      Abraço grande

      Eliminar
  7. Lá está assim tanto frio? E o que parece uma bengala, é para quê?
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O clima é muito instável.

      Na noite anterior chovera copiosamente . Mercedes , a guia peruana insistira para que levássemos capa de chuva(felizmente, nem uma gota caiu do céu) e eu ia de manga curta sob a gabardina preta, que levara de propósito e por saber das chuvas torrenciais naquela zona.

      O que parece uma bengala é um bastão de caminhante : ia já determinada a comprá-lo, mas só apareceu em Ollantaytambo, situada no Vale Sagrado.

      A sua função é de apoio quando caminhamos, subimos , descemos....e mesmo quando paramos. Pena não o ter encontrado mais cedo, como esperava-

      Tudo de bom, Lino

      Eliminar
  8. Realmente é a minha viagem de sonho, mas penso que é preciso coragem! :)

    Bem-vinda ao nosso convívio !

    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se é a sua viagem de sonho, amiga, faça-a se puder. Mas o mais brevemente possível, porque respirar , falar e caminhar a altitudes que ultrapassam os quatro mil metros e nunca descem a menos de três mil, é complicado.

      Dentro de Machu Picchu , eu e estas duas amigas minhas( assim como dezenas de pessoas, diga-se a verdade) escolhemos a rota mais plana e conseguimos ver tudo na mesma, exceptuando estar junto à Casa do Guardião.

      Bem haja e muitas felicidades, Fê!

      Eliminar
  9. Gostei muito das imagens!
    A viagem para mim vai ser somente virtual.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico contente por gostares das inagens.


      Quanto à viagem ser simplesmente virtual, isso não sabes, minha amiga.

      Ninguém sabe o que nos aguarda mais à frente no caminho, não é?

      Abraço com muito carinho, Adelinha :)

      Eliminar
  10. Realmente deve ser uma sensação difícil de explicar! As imagens estão lindas, e o frio parece que já se fazia sentir...
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há situações em que ficamos sem palavras: esta é uma delas, sem dúvida!


      O dia começa bem frio e vai aquecendo, pelo que temos que vestir três ou quatro peças , que vamos tirando a pouco e pouco.

      Sob a capa de chuva e a gabardina preta , eu estava de manga curta.

      Abraço amigo :)

      Eliminar
  11. Que beleza de lugar , São
    e as fotos ficaram ótimas , dá pra sentir a altura e o preparo fisico de todos.Também estive fazendo umas trilhas na Chapada Diamantina na Bahia e tínhamos subidas e descidas íngremes ,mas creio que Machu Picchu supera em dificuldades e beleza,
    São passeios inesquecíveis! Valeu a partilha.
    Um abraço São

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha amiga, pode-se ir de Cusco até Machu Picchu pelo caminho inca: leva quatro dias .

      Pode-se subir também de Águas Calientes(onde pernoitámos) até à cidade perdida e se demora entre uma e duas horas.

      Nós subimos e descemos no autocarro que sobe a montanha numa estrada de terra batida e que ziguezagueia à beira do abismo.

      Não foi este o ponto mais alto em que estivemos. Mas como desde jovem sempre tive muita dificuldade em subir e , além disso, entre mim e o vazio tem que existir protecção ainda que precária, decidimos escolher a caminhada mais plana e fácil( não deixa de ser bastante longa e de haver subidas e descidas, claro)-

      Caminhadas como as que refere, nem dá para eu começar...

      Vivo perto da Serra da Arrábida, com uma paisagem linda, mas que nunca me meti a percorrer a pé ....só de carro, rrss

      Abraço grande e bom fim de semana

      Eliminar
  12. Lindo, lindo!
    Subiste mesmo até lá acima! E quanto a respirar quando chegaste ao topo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O sítio mais alto da viagem já tinha sido...e , francamente, foi uma violência toda a falta de ar que começou em Arequipa e se foi agravando.

      Pior para mim, que sou pesada, e estava com esta enorme constipação e alergia sem saber!

      No fim da visita, encostei-me, esbaforida, a uma parede e um visitante perguntou se eu queria água : agradeci, mas tinha.

      Beijinhos

      Eliminar
  13. Um lugar especial! E as fotos transmitem-no...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...mas não totalmente, sabes?


      Bons sonhos :)

      Eliminar
  14. Sãozinhamiga



    Voltei à tua companhia; o Crónicas das Minhas Teclas está em “hibernação”, mas não para; (diz-me sff se gostas deste título e ou não gostas). Se for não, alvitra um título que eu analisarei e se entender que será melhor, o aceitarei. É, pois, um desafio que te lanço. Muito obrigado.

    Mas por agora quero dar-te a informação de que já acabei o texto, o Leonel Gonçalves está a ver o dito e… a Raquel também. É uma mulher de armas, sempre pronta a ajudar-me!...

    No dia 16 deste mês começa a edição: capa e miolo vão entrar na impressão e, depois, pensar na distribuição que seja a melhor. E a publicidade? O editor e eu estamos carentes de euros e será a que for possível com a participação de quem queira também publicitar junto das Amigas e dos Amigos, o que desde já agradeço muito. Vou ainda tentar junto da malta amiga da comunicação social que façam o que melhor entenderem.

    Está também a ser estudado o local do lançamento; tem de ser mais ou menos espaçoso e com boas condições. E não muito caro… Enfim, trabalha-se. E espero em breve dar-te uma novidade que entendo excelente…

    Porém, neste interregno, voltarei a visitar-te e a comentar-te como é meu apanágio. E naturalmente a avisar-te sobre o local, o dia e a hora do lançamento. Quero-te lá: para te ver e/ou conhecer pessoalmente e ver… te comprar muitos exemplares rrrrrrsssss…

    Qjs

    Este texto é único e vai repetir-se pelos blogues e comentadores e colabores que me têm acompanhado; infelizmente não posso avisar e comentar uma a uma ou um a um. Desculpem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto do nome!

      Desejo muito sucesso.

      Hoje não dá para mais , pois estou doente com um enorme gripe.

      Bom resto de domingo

      Eliminar
  15. Sua menina! kkkk Que porreta as fotos e essa curtição no Machu Picchu , agora, na Bahia temos a Chapada Diamantina que tal vir conhecer? kkkkk

    O Sibarita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lhe fiz algum mal?! Se fiz , apresento desculpas públicas !, rrsss

      Alguma vez seria eu , pobre de mim, capaz de caminhar pela Chapada Diamantina???? Mas nem em sonhos !!

      Grato abraço por gostar e excelente semana :)

      Eliminar
  16. É de tirar a respiração, tanta beleza, cenário deslumbrante num mundo diferente de tudo o que conhecemos, Adorava visitar.
    Realço o vosso ar de felicidade.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Respiração, já não temos muita dada a altura, diga-se a verdade ...

      Face a este deslumbramento ficamos, como diz um jovem visitante brasileiro, petrificados!

      Felicidade mesmo, pode crer ,Manel! Mas também muitoooo cansaço.Só que vale a pena.

      beijos.

      Eliminar
  17. O Poder do querer.
    Magníficas imagens de reportagem numa viagem que jamais poderás esquecer.
    O misticismo do Lugar dá uma maior grandiosidade ao todo da visita.
    Parabéns.


    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não esqueço mesmo, até porque completei 65 anos em Cusco, Umbigo do Mundo ....

      E além de visitar Machu Picchu sobrevoei o misterioso deserto de Nazca e provei água do Titicaca, lago sagrado dos Incas!

      Abraço e boa semana, meu caro :)

      Eliminar
  18. Lindas Imagens de Machu Picchu ! Um local maravilhoso para visitar !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada por gostar.

      Sem dúvida, mas exige muito !

      Abraços

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...