segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

POESIA - HÉLIA CORREIA

Sim, falamos de sombras.Vendo bem,
Incendiámos tudo: Alexandria
E os sábios, as mulheres. Incendiámos
O grande coração.Temos aos ombros
O apetrecho dos destruidores,
Não a pólvora, não: essa arrogância
Pela qual o ocidente se perdeu.




HÉLIA CORREIA
("A Terceira Miséria)

42 comentários:

  1. Creo que lo he entendido bien.
    Me ha gustado mucho.

    Besos.

    ResponderEliminar
  2. Fico contente por isso.

    Hélia é uma escritora muito premiada.

    Abrazos

    ResponderEliminar
  3. A humanidade... e o seu erro de criação, desde os seus primórdios... destrói mais do que constrói...
    Qualquer império, que se tenha construído... sempre teve um preço demasiado alto em vidas humanas...
    E persistimos no erro... até hoje... no limite... destruímos o mundo, para manter o impériozinho de alguns...
    Uma excelente escolha poética! E uma soberba panorâmica!...
    Beijinhos! Boa semana, São!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, é um prazer cada vez maior tê-la descoberto neste ainda vasto mundo da blogosfera, principalmente porque me faz ter esperança nas gerações mais novas!

      Bem haja!!

      Eliminar
  4. E continuamos inexoravelmente no rumo da destruição.
    Um abraço e uma óptima semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Somos a única espécie que se pode auto-extinguir... e talvez não seja a primeira vez que o tentemos, ainda que sem o assumir.

      Abraço, amiga.

      Eliminar
  5. Gostei!!

    Beijinhos e uma noite feliz!!

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Essa verdade escrita,
    se apaga-se a arrogância
    no mundo fosse combatida
    também toda a ganância!

    Tenha uma boa noite amiga São, um abraço.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lúcido o seu poema, amigo Eduardo.

      Abraços

      Eliminar
  7. Como pela pólvora, nos "perdemos" por muitas coisas... ouro, prata, bomba atômica...arrogância, poder, ganância...
    Mas há os que combatem o bom combate...talvez a esperança destes reconstrua as rotas...
    Beijo, minha amiga. Grata pela escolha poética. Uma boa semana.
    Genny

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida, que quem combate o bom combate nunca perca a esperança, porque os destruidores jamais param nem cansam !

      Beijinhos e abraços, Genny

      Eliminar
  8. O Homem parece ter uma atracção doentia pela destruição.
    Seremos todos loucos??

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faço a mesma pergunta!

      Mais, será que todos os vestigios que estão aí à frente dos nossos olhos demonstram mesmo que houve um conflito nuclear que quase destruiu a Humanidade?

      Eliminar
  9. Que magnifica publicación, muy querida amiga Sao.

    Hace dos dias en una de las atracciones de Disney World recordábamos con tristeza la barbarie del incendio de la nutrida biblioteca de Alejandria, la que fue en su época la más grande del mundo.

    Un gran abrazo!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querido amigo mio,infelizmente, parece que a barbárie faz parte integrante e indelével do ser humano...

      Besos , estimado Ricardo

      Eliminar
  10. Infelizmente,através da arrogância, muitas atrocidades já se fez.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Da arrogância , sim, e da falta de fraternidade também

      Abraço fraterno

      Eliminar
  11. Não mudamos!

    O homem é um "bicho" destruidor!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos o mal inscrito nos genes, pelos vistos!

      Beijinhos e bom serão

      Eliminar
  12. Excelente escolha, belissimo poema.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato abraço pelo apreço, minha amiga.

      Seja feliz :)

      Eliminar
  13. Sim, infelizmente esta atração pela destruição, a ganância e a arrogância... Fico muito triste sempre que vejo as noticias porque é sempre mais e mais destruição...
    Já agora, gostei da fotografia!
    beijinhos

    http://the3oclock.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda !

      É bom saber que alguém tão jovem é sensível ao que de errado se faz no muundo.

      Abraço grande ...e volte sempre !

      Eliminar
  14. São,
    Um belo poema de Hélia Correia, extraído de seu livro
    "A Terceira Miséria".
    Abraços.

    ResponderEliminar
  15. Boa tarde, lindo poema e fotos, tudo belo e em sintonia.
    AG

    ResponderEliminar
  16. Esperamos que as novas gerações façam escolhas bem mais acertadas!
    Vale a pena pensar nestas palavras...bj!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esperemos, mas não tenho grande esperança, minha amiga!

      Bom fim de semana, Maria da Graça :)

      Eliminar
  17. HC é uma senhora da poesia. Tão certeira nas palavras, tão profunda no significado. A sina do homem parece um axioma. Será que um dia alguém fará a revolução virando a vela e o rumo do mundo, o destino da humanidade?
    Para além da excelente escolha do poema, a imagem sugere-me uma realidade que me parece evidente: como há de a "grandeza" do oceano conformar-se à limitação, à estreiteza dum canal?
    Boa noite.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei, Agostinho, se isso será sequer possível...

      Não, jamais o oceano será domado.

      Grato abraço

      Eliminar
  18. Obrigada pela partilha de profundo sentido!
    bj

    ResponderEliminar
  19. Belas palavras contidas nesse belo texto, que não conhecia (obrigada por me ter dado a conhecer). E a acompanhar uma foto de uma paisagem maravilhosa, daquelas de nos tornar pequenininhos face à beleza da Terra.
    Beijinhos e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda , Catarina(gosto imenso do nome)!

      Gostei de visitar o seu blogue e das suas ideias e agradeço a vinda, que espero se repita.Até porque estou sem hipótese de ter links.

      Folgo que lhe tenha agradado tanto o poema como o a foto.

      Bem haja!

      Eliminar

  20. ✿‿⎠
    Uma verdade tão cruel.
    Uma foto tão linda.

    Bom fim de semana!
    Beijinhos.
    ╰✿╯

    ResponderEliminar
  21. Contundente, envolvendo uma realidade histórica.
    Boa iniciativa.
    Abrazos de vida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, meu amigo, parece que o Mal integra genéticamente a Humanidade.

      Besos y buen finde

      Eliminar
  22. OI SÃO!
    E, A GRANDE RESPONSÁVEL POR TANTAS MAZELAS NO MUNDO É SIM, ESSA ARROGÂNCIA QUE TOMA POSSE DE CABEÇAS E DE CORAÇÕES E, TUDO SE PERDE.
    ABRÇS
    http://. zilanicelia.blogspotcom.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo consigo, a humildade faz muita falta , mas anda demasiado afastada da Humanidade.

      BEijinhos e feliz domingo

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...