MALTA

MALTA

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

ESPIRITUALIDADE MAIA

Após dançarem em círculo, "Los voladores" sobem o mastro.


Já no topo, também ao som de música, começam a rodar....

e, presos por um pé a uma simples corda,
iniciam a descida em lentos círculos...
de cabeça para baixo.
E assim prestam preito ao mítico Homem-Pássaro.

POEMA RELIGIOSO MAIA
Toda luña, todo año

Todo día, todo viento,
Camina e pasa también.

También todo sangre
Llega al lugar de su quietud...
Nota: as fotos foram tiradas em Tulum( 7/10/2008)

80 comentários:

  1. Esses povos são muito místicos, acho lindo.
    Belas fotos.
    O poema Maia maravilhoso, por si só contém uma energia de muita vibração.

    Esplêndida semana prá ti.
    Beijos carinhosos.
    Cleo

    ResponderEliminar
  2. Muito feliz com sua presença.
    Um abraço grande.

    ResponderEliminar
  3. Bela fotos, amiga, e um texto que dá o que pensar. Algum dia, talvez possamos alcançar essa quietude. :) Boa semana, fica bem.

    ResponderEliminar
  4. Esperemos muito que sim!
    Abraço-te, guru.

    ResponderEliminar
  5. ... acho que quem estiver a ver ao vivo, só de olhar para cima fica tonto.
    Arriscado, mas uma forma de homenagem como outras tão diferentes e de espiritualidades diversas.

    Óptima semana!

    ResponderEliminar
  6. e é esta diversidade que enriquece o ser(-se) humano/a.
    Eu fiquei um pouco enjoada, sim...e com o calor que estava, ainda pior!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  7. povo daqueles lados do rio...
    e são habilidosos e talvez aventureiros...
    la sangre llegará...
    muito lindo!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Buenas tardes Sâo.
    Interesantes esa tradiciones Mayas,
    por lo que he averiguado es un
    ritual que encierra parte del
    simbolismo más rico del totonacapan: la fertilidad y la unión de los dioses con los seres humanos.
    Buenas creencias, esas.
    Besos voladores desde Barcelona.
    Jesus

    ResponderEliminar
  9. GAIVOTA
    Há anos que este poema me chegou às mãos : promonitório!
    E penso que sim, que alcançaremos a serenidade.
    Abraços, xará.

    ResponderEliminar
  10. JESUS E ENCARNA
    Para estes povos, o ser humano era tão só mais um elemento da Natureza: concordo de pleno.
    Abrazos, amic.

    ResponderEliminar
  11. México me ha llenado de tal forma que quiero volver. Estuve muy bien atendido, hice buenos amigos y tan solo la gran distancia me imposibilita de volver con más frecuencia.
    Miles recuerdos se asomaron a mi mente al deleitarme con tu post; la luna y el sol son venerados a diario.
    Un gran abrazo de gratitud

    ResponderEliminar
  12. Também gostaria muito de conhecer a capital, Palenque e as Pirâmides da Lua e do Sol.
    Besos, amigo.

    ResponderEliminar
  13. São

    Espectacular!... óptimo post. Tudo violento, como diz o poema religioso maia.
    Beijos,
    Daniel

    ResponderEliminar
  14. E o mesmo espectáculo à noite? Até arrepia!

    Beijos!

    ResponderEliminar
  15. DANIEL
    pois, mas a serenidade chegará.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  16. RAFEIRO PERFUMADO
    Sim, também o vi em Xcaret à noite!!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  17. São,
    tão interessante!!! Obrigada p'la partilha.
    e o poema... :)
    as fotografias, fantásticas!

    bom resto de semana
    um sorriso :)
    mariam

    ResponderEliminar
  18. São Salvé!

    Meu Deus! Já estava com a sensaçao de ter a cabeça a andar á roda...só de olhar!
    Ai os Maias!!! Se o mundo se debruçasse mais sobre o que eles deixaram escrito, não se preocupavam tanto com os déficits, os spreads, as nacionalizações, á custa dos malabarismos por debaixo da mesa, etc.etc.etc. O mais engraçado é que vi á saída da igerja de Colares, o presidente do BCP!!!
    Como as coisas são! é que já não há mesmo, vergonha!!!
    Se o povo Maia ainda existisse por aqui - e não noutros planos - de certo, quereriam voltar onde estão.
    Não se ouve falar de outra coisa, ou se lê por aí, senão nas eleições nos States, ouno dinheiro! Ah! E também impera a má língua!!!
    Enfim, assuntos que me passam ao lado...mas que não deixam de me cansar e sobremaneira, embora vá tentando sempre distanciar-me ao máximo do que não interessa ou nos faz mal.
    Porém a insistência é tal, que chaga a dar connosco em loucos/as.
    Concorda comigo?
    Tem lá uma notinha para si - embora tardiamente. Peço desculpa, mas este interregno foi demais.

    Sempre,
    MAriz

    ESPAVO!

    ResponderEliminar
  19. Ó que bonito! Deves ser mesmo uma priviligiada em teres podido estar perto desta cultura!
    Óptimo que nos vais trazendo aqui.
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  20. MARIAM
    Agradeço a amabilidade.
    Será sempre bem vinda.
    Fique bem.

    ResponderEliminar
  21. MARIZ
    Concordo.
    E ainda mais porque os maias através dos seus elaborados cálculos matemáticos e elevados conhecimentos astronómicos previram para daqui a quatro anos a extinção deste modelo em que vivemos actualmente.
    Ou , segundo a tradição hindú, Brama deixará de inspirar para passar a expirar e assim dar lugar à renovação do mundo.
    Lá irei ao seu espaço.
    Namasté!

    ResponderEliminar
  22. LÚCIA
    Por isso estou grata a Deus, pois consegui ver este ano duas civilizações que me apaixonam: a egípcia e a maia. Valeu a pena esperar!!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  23. Suelen volar ...

    E têm razão, este exercício irriga melhor o cérebro e irriga todo o lugar mais calmo.

    Uma espécie de catarse.

    ResponderEliminar
  24. Será? É que com o calor que estava, não sei bem...
    Um abraço, caríssimo Zé.

    ResponderEliminar
  25. *
    obrigada, amiga,
    pela força histórica,
    "agora de outra forma)
    deste teu post,
    ,
    que a aguia dourada dos mayas,
    nos acompanhe,
    ,
    *

    ResponderEliminar
  26. Muito interessantes estas cerimónias e pensamentos dos Maias!

    Saudações amistosas.

    ResponderEliminar
  27. POETA EU SOU
    Que a Luz nos acompanhe, Nazareno.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  28. JORGE G
    Os mais são dignos da nossa atenção, sim.
    Fique bem.

    ResponderEliminar
  29. Excelente postagem.

    Acontece que sabia do homem-pássaro, mas não conhecia o rito.

    Muito obrigado.

    ResponderEliminar
  30. Linda e Estimada Amiga:
    Um perfeito e sensível registo da cultura Maia.
    Bem elucidativo da sua identididade marcante de um povo. Corajoso. Próprio. Crente nas suas profecias específicas e marcantes.
    Que não suscita dúvidas.
    "...E assim prestam preito ao mítico Homem-Pássaro."

    O seu valor em próle da salvaguarda dos ancestrais momentos e culturas histórias fazem pensar. Tem um precioso " sentir" a sua existência no belo e extraordiário "dissertar" de uma existência de hoje ou de ontem.
    Que prevalecerá sempre.
    Parabéns sinceros.
    Adorei, amiga. Excelente!
    Beijinhos de imenso respeito e estima.
    Sempre a admirá-la

    p.pan

    OBRIGADO, pela simpatia e amabilidade que jorram constantemente de si com brio e gigante "sentir" admiráveis e lindos.
    Respeitosamente, OBRIGADO, amiga!

    ResponderEliminar
  31. Lindas imagens que nos levam a imaginar a beleza desse ritual carregado de mistiscismo.
    Beijinhos
    Mariazita

    ResponderEliminar
  32. O homem passaro vive em nós é ele que nos faz voar, sonhar
    beijinhos

    ResponderEliminar
  33. VIEIRA CALADO
    Também nunca vira ao vivo.
    Levou as flores do "são"?
    Abraços.

    ResponderEliminar
  34. PETER PAN
    Eu nem sei dizer quanto me toca a sua amabilidade, caro amigo!!
    Levou as flores do "são"?
    Que DEus o proteja sempre e aos seus.

    ResponderEliminar
  35. MARIAZITA
    O místico é, para mim, mais importante e verdadeiro do que o religioso.
    Abraços, linda.

    ResponderEliminar
  36. MULTIOLHARES
    Sim, claro.
    Levaste as flores do "são"?
    Fica bem.

    ResponderEliminar
  37. São

    Tem lá um desabafo e não só. Não sei se irá comungar com as previsões...
    Abraço dos nossos, sentindo o coração.
    Mariz

    ESPAVO

    Namaste

    ResponderEliminar
  38. Eles tinham uma espiritualidade forte sim.
    Devemos aprender com todos, sempre e respeitar todas as fés.
    Um beijo amiga!!!

    ResponderEliminar
  39. O lado místico existe em todos nós, penso eu.
    Devemos nos abrir para esta possibilidade, desde que com preparo. beijos novamente.

    ResponderEliminar
  40. estava a ver as imagens e a pensar que eu tinha visto isso em Tulum, como tu identificas...uma bela dança que antecedeu uma fabulosa visão...aquela praia além do magnífico turquesa transporta-nos a outros tempos, com as tuínas maias que aí existem
    Obrigada pela lembrança
    beijos

    ResponderEliminar
  41. Aqui no Brasil, com muita frequência fale-se que "tudo passa". Vez ou outra eu brinco um pouco com isso porque não importa o que vivamos, TUDO TUDO uma hora VAI passar.
    O bom é saber que tudo tem seu momento de quietude, sempre.
    Beijo

    ResponderEliminar
  42. MARIA
    Viva!
    Já lá estive a dizer o que me parece.
    Namasté!

    ResponderEliminar
  43. C VALENTE
    Gostou? Folgo!
    Abraço, meu caro.

    ResponderEliminar
  44. MARI
    Olá, linda!
    Deus há um só e todos os caminhos levam até ele.
    Levou as flores do "são"?
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  45. ANDREIA DO FLAUTIM
    Também eu...

    Levou as flores? Estão no "são.

    Boa noite.

    ResponderEliminar
  46. CARLA
    O meu percurso foi inverso e quase que não via este acontecimento.

    Levaste as flores, que tens no "são"?

    Fica bem.

    ResponderEliminar
  47. LÉIA CARVALHO-LCA
    Bem vinda a esta casa, onde espero regresse muitas vezes!

    Sim, a serenidade chega sempre...

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  48. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  49. "Para quem me visitar de alma limpa..."
    Gosto dessa sua apresentação espiritualmente clara, limpa, minha Amiga! E assim deveria ser para todos, mas alguns ainda não evoluíram tanto. Um dia, evoluirão!
    O "chamado dos Maias" é muito forte, quanto eu teria a lhe contar, mas com certeza, nada lhe será novidade...
    Suas Rosas já vicejam no jardim do nosso coração desde há muito, aceite também, por hoje, um Grato e Sincero Abraço dessa amiga, tão perto, tão distante...imagens dos homens-pássaros, lembranças da Atlântida.Imenso Afeto!!!

    ResponderEliminar
  50. Preciosas fotos que muestran la cultura y belleza de Mexico.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  51. VANUZA
    Bem vinda!
    Mesmo que saiba, é muito bom falar com quem partilha a mesma maneira de encarar a vida, não é?
    Levou as flores que estão no "são"?
    Um abraço grnde por sobre o mar.

    ResponderEliminar
  52. RODOLFO N
    Gostaria de regressar ao México, sem dúvida!
    Um abraço grande daqui tão longe.

    ResponderEliminar
  53. *****

    Fico sempre feliz quando consigo acessar em blog de conteúdo tão bom!
    Deixo meu beijo carinhoso.
    Boa sexta, amiga!
    Beijos

    *****

    ResponderEliminar
  54. Agradeço e retribuo a estima, meu bem!
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  55. Este povo é mesmo acrobata
    Bem hajam
    Bjo

    ResponderEliminar
  56. Quando as palavras
    secam na garganta
    no momento exacto de as dizer
    parecem rochas encrostadas na terra
    impossíveis de as moldar.
    Fico na impotente ansiedade
    como náufrago, sem gritar.
    Sei como são cruéis
    e tiranas as palavras
    que se recusam a pronunciar-se
    naquele exacto momento
    em que mais são precisas.
    Quando me acontece contigo
    substituo-as pelo olhar
    e as mãos dizem o resto.

    Voltei. O Grito do Poeta calou-se. Pode ser que ressuscite. Até lá convido a apanharem umas Migalhas de Poesia. Fica a promessa que voltarei para vos ler e apreciar com a atenção que merecem. Afinal os amigos souberam esperar. Até já…

    ResponderEliminar
  57. JO RA TONE
    ...e de um interesse imenso.
    Feliz fim de semana.

    ResponderEliminar
  58. EFENETO
    Meu estimado Amigo, que enorme alegria tê-lo aqui!!!
    O poema, como sempre, é lindo!
    Um abraço apertado e bom regresso.

    ResponderEliminar
  59. Já estava com saudades de visitar o teu blog

    Estas son as verdadeiras cicivilizações. Muito interesante este post.
    Um abraco grande. Voltarei con mais frecuencia

    ResponderEliminar
  60. Mas que surpresa tã boa!!
    Pois espero que sim, que venhas mais frequentemente: as saudades eram grandes.
    Fica bem, cidadão do mundo.

    ResponderEliminar
  61. Ola São!

    Vexo que dende a túa viaxe americana non podes esquecer aquela cultura, non si?

    Mira: se a quietude é a morte, prefiro o movemento da vida ;-)

    Unha aperta.

    Antón.

    ResponderEliminar
  62. *****

    Um mimo para esta noite:

    O AMOR

    É difícil para os indecisos.
    É assustador para os medrosos.
    Avassalador para os apaixonados!
    Mas, os vencedores no amor
    são os fortes.
    Os que sabem o que querem
    e querem o que têm!
    Sonhar um sonho a dois,
    e nunca desistir da busca de ser feliz,
    é para poucos!!!

    © Cecília Meireles

    Tenha uma linda noite! Doces sonhos!
    Beijos

    Helô

    *****

    ResponderEliminar
  63. Minha doce amiga
    Desculpa tãogrande ausencia ...
    Mas a recuperção esta a ser dificil,
    mas hoje deu a saudade dos amigos!
    por isso vim desejar te um bom fim de semana.
    beijo doce

    ResponderEliminar
  64. Ainda recentemente vi um documentário sobre esta dança num dos canais da TV. Espantoso!

    Grata pela partilha e pelas imagens.

    Um abraço ;)

    ResponderEliminar
  65. Maravilhoso! As fotos são incríveis!
    Deixo-te um beijinho

    ResponderEliminar
  66. É bom partilhar com quem tem sensibilidade para apreciar devidamente, linda.
    Bem hajas!

    ResponderEliminar
  67. MENINA MAROTA
    Bem vinda!
    Eu penso que não acasos nem coincidências, sabe?
    E agora , após ter tido oacasião de me deslumbrar ao vivo com a historia destes povos pré-hispãnicos, tenho visto vários programs sobre o tema na TV.
    Até breve, espero.

    ResponderEliminar
  68. M@RI@
    Mas que alegria encontrar-te aqui!
    Nada há para pedires desculpa...
    Recupera bem e volta depressa e de vez, sim?
    Sê feliz, querida.

    ResponderEliminar
  69. ETERNAAPAIXONDA
    Helô, muito grata por seu presente bonito!
    Que a Luz sempre a acompanhe, zogia.

    ResponderEliminar
  70. ANTÓN DE MUROS
    Olá!
    E a única quietude é a morte? Acho que não.
    Até brve, espero.

    ResponderEliminar
  71. Entón gústame a quietude da alma.

    Unha aperta.

    Grazas pola túa visita a Cuspe ;-)

    Antón.

    ResponderEliminar
  72. Olá , bela reportagem...Belo poema...Espectacular...
    Beijos

    ResponderEliminar
  73. Bem vindo!
    Obrigada pela aambilidade das palavras.
    Até breve, espero.

    ResponderEliminar
  74. Me fez lembrar de um brinquedo perigosíssimo que existiam nos parques de diversões brasileiros, chamado "dangle". Provavelmente era uma corruptela de DANGER, pois o danado do brinquedo vivia machucando alguém. Mas nós, na nossa santa ignorância, não ligávamos uma palavra à outra.

    Obrigado por sua visita ao meu blog. Por causa de uma observação sua, coloquei lá, uma enquete. Quer participar?

    ResponderEliminar
  75. Bem vindo!
    Querer, quero.
    Mas não consegui encontarar.
    Até breve, espero.

    ResponderEliminar
  76. Lindinha! Um beijinho e um ótimo final de semana pra tu

    ResponderEliminar
  77. Agradeço e retribuo, companheira internética!

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...