domingo, 16 de novembro de 2008

LEGENDA

EGIPTO: Templo de Luxor
( 2 de Junho, 2008)




Façam ruínas

do que me afirmo, espalhem ao vento as cinzas

do que sou:

na parcela mais remota do que fui

estou!



JOAQUIM NAMORADO

84 comentários:

  1. *****

    Vim lhe deixar um abraço amigo e votos de uma semana muito feliz!

    O Egito me instiga e muito...

    *****

    ResponderEliminar
  2. Não há nada
    que não tenha fim.
    A erosão não perdoa
    Bjo
    Bom domingo

    ResponderEliminar
  3. a tal passagem enexorável do tempo... :)

    a fotografia é fantástica! Quão grandes eram!

    bom Domingo e melhor semana
    um sorriso :)
    mariam

    ResponderEliminar
  4. Deixo-te uma fábula que gostei muito deste alentejano universal.

    Fábula.

    No tempo em que os animais falavam.
    Liberdade!
    igualdade!
    Fraternidade!

    Joaquim Namorado

    Hoje, numa entrevista na RNE o Sr. Mayor Zaragoza, ex. Director da UNESCO, empregou e aconselhou, estas três palavras como a base para um entendimento universal.

    Beijinhos para ti

    ResponderEliminar
  5. Post fantástico, São!
    E esse poema ...!
    beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  6. chego à conclusão de que viajas muito. fico contente.

    ResponderEliminar
  7. ETERNAAPAIXONADA
    Agradeço e retribuo, linda!
    A terra Negra merece a nossa visita apaixonada, porqur é fascinante!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  8. JO RA TONE
    Tudo tem começo e fim , mas nem o facto de não se estar no esplendor máximo retira fascínio e qualidade a quem os tem.
    Fica bem.

    ResponderEliminar
  9. MARIAM
    E estas nem são as maiores estátuas, não. Os colossos de Ménnon, por exemplo, são impressionantes.
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  10. PRONT´HABITAR
    Assino por baixo, parabéns.

    Boa semana.

    ResponderEliminar
  11. DUARTE
    Essa desconhecia, agradeço teres partilhado!
    Esperemos que todos as pratiquem, pois o mundo melhorará.
    Bem hajas, Swami!

    ResponderEliminar
  12. LÚCIA
    Agradeço teres gostado, linda!
    Bem hajas!

    ResponderEliminar
  13. MARGARIDA DESFOLHADA
    Esperei quarenta anos , mas tive a felicidade de poder contemplar maravilhas de duas das civilizações que mais me fascinam em 2008 : a maia e a egípcia: graças a Deus!
    Bem hajas!

    ResponderEliminar
  14. Oiiii.

    "na parcela mais remota do que fui
    estou!"

    Estamos em nós mesmos o tempo todo,mas muitas vezes preferimos esquecer.

    O Egito é fascinante.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  15. SAo
    gostei muito disso, como gostaria de ir ao Egito. Parabens. E agradecida por voce compartilhar conosco essas coisas bonitas.

    ResponderEliminar
  16. SAo,
    voltei para dizer que fui pesquisar o Namorado e como gostei. Agradecida novamente.
    Abraço

    ResponderEliminar
  17. gosto do templo de luxor
    é o exemplo da "parcela mais remota do que fui estou".

    ResponderEliminar
  18. "Finis coronat opus" O fim coroa o trabalho.
    Gostei!

    ResponderEliminar
  19. Estimada e Linda Amiga:
    "Templo de Luxor".
    Uma viagem fantástica e admirável por terras indecifráveis do belo Egipto.
    Data: 2 de Junho, do meu aniversário.
    A minha doce amiga "está e estará sempre pela imensa, preciosa e significativa, beleza que vejo em si e lhe sai ternamente de forma admirável e gigante.
    Bj de respeito imenso
    Com estima e consideração sensíveis ao seu encanto.

    peter pan

    OBRIGADO à sua linda mãe por ter nascido.
    Deve ter imenso orgulho em si e no que é.

    ResponderEliminar
  20. Simplesmente perfeitoooo
    Palavras cabível a muitos momentos!

    Bjo00ooo

    ResponderEliminar
  21. Dende logo Exipto é todo el un museo o aire libre: maxestuoso, enigmático, impresionante.
    Apertas.

    ResponderEliminar
  22. Olá São, bela fotografia...Belo texto...
    Beijos

    ResponderEliminar
  23. Que belleza querida Sao esta escultura que nos muestras del majestuoso Luxor.

    Te envio un beso

    ResponderEliminar
  24. Es tan impresionante los legados que nos dejó la historia, que me hace preguntarme que estaremos dejando esta civilización actual a las próximas.
    Molts petonets, SÄO
    Encarna

    ResponderEliminar
  25. VAL DU
    As civilizações antigas são bem mais interessantes do que as presentes, sim.
    Bom dia.

    ResponderEliminar
  26. Olá!

    Verdadeira, da mais pura, Filosofia estética!

    Fique bem!

    ResponderEliminar
  27. Ai que inveja, o Egipto é daqueles países que estão aqui atravessados! Por "aqui" entenda-se garganta, e por "atravessados" leia-se sentido figurado, que a minha garganta não é assim tão grande!

    beijo!

    ResponderEliminar
  28. Façam ruínas
    ---------
    Creio que não precisamos de fazer ruínas, porque tudo se transforma em ruínas.
    Fica bem.
    E a felicidade por aí.
    Manuel

    ResponderEliminar
  29. Que maravilla .Todo...
    Letra e imágen.
    Cuanto misterio transmite...
    Besos!

    ResponderEliminar
  30. "na parcela mais remota do que fui"...ainda SOU!

    Vibrante frase num tom colorido.

    Abraço de sempre

    Mariz

    ESPAVO!

    ResponderEliminar
  31. DONA SENHOR URTIGÃO
    Egito , eu esperei desde a adolescência para visitar, mas acabei indo!!
    E, graças a Deus, visitei também este ano ruínas maias no México, outros tanto tempo esperando.
    Quem sabe não vai lá também?
    Nada a agradecer, fico contente por apreciar Namorado: em sua honra colocarei mais um poema dele, sim?
    Abraço.

    ResponderEliminar
  32. HEWATCCLIFF
    Bem vindo.
    Gostei de ter gostado.
    Fique bem.

    ResponderEliminar
  33. BUSILIS
    Seja bem regressado!
    Ainda bem que lhe agradou.
    Até breve, espero.

    ResponderEliminar
  34. Já fostes aos Incas? Machu Picchu? Cuzco, ó, se puderes não deixes de ir.

    ResponderEliminar
  35. É um de meus sonhos!!
    Mas uma das coisas que se me colocam é como chegar até áquelas alturas...
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  36. PETER PAN
    Agradeço-lhe imenso a terna amabilidade com que me faz o favor de me distinguir!!
    Quanto a minha mãe, já falecida, permita que lhe conte só um pequeno episódio demonstrativo do que se importava comigo e com o que sentia ou sofria:
    Divorciei-me aos 33 anos porque o meu marido teve uma relação extra-conjugal de que resultou o facto extremamente desagradável de eu passar por ser amante dele em não sei quantas ocasiões, além de outras coisas de que não vale a pena falar aqui e agora.
    Pois face a tudo isto, minha mãe jamais me perdoou ter-me divorciado, facto que a levou " a ter uma filha divorciada, imagine-se!!".
    Meu Pai, esse, sim: amava-me com todos os meus defeitos e qualidades e sentia orgulho por tudo quanto eu , graças a Deus, consegui .
    Bem haja, Peter!

    ResponderEliminar
  37. ´Sobe-se em onibus, lá chegando as caminhadas pela cidadela valem a pena, a energia nos move. e Cuzco...

    ResponderEliminar
  38. Na parcela mais remota... Verdade!

    Um beijinho pra ti São

    ResponderEliminar
  39. Perfeita união entre imagem e texto, São. O que não é novidade, aliás! :)

    ResponderEliminar
  40. MENINA DO RIO
    Somos indestrutíveis, querida!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  41. DONA SENHORA URTIGÃO
    Ah, assim estou mais descansada: receei que fosse a pé ou ao lombo de animal, como na Grécia!
    Tenho um amigo que lá foi e eu o invejo muito, mas penso que ele nem apreciou tanto assim...
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  42. MACELLY
    Gostou, linda? que bom!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  43. RAPOSO
    O Egipto é História ao vovo e em directo na sua total grandiosidade, sim.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  44. FERNANDO SANTOS
    Obrigada!
    Até breve, espero.

    ResponderEliminar
  45. RICARDO TRIBIN
    Muchas gracias.
    Y que tu GPS tr traga hasta aqui, siempre.
    Muchos abrazos.

    ResponderEliminar
  46. JESUS Y ENCARNA
    Tienes razón.
    Eu pergunto o que sobrará de nós em comparação com esta monumentalidade grandiosa?!
    Nada ou coisas muito feias.
    Besos, guapa.

    ResponderEliminar
  47. Joaquim namorado era um bem conhecido neo-realista.
    Aqui... nem tanto...

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  48. Reconheço: deveria ter indicado pelo menos as datas de nascimento e morte.
    Para a próxima, me penitenciarei.
    Saudações.

    ResponderEliminar
  49. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  50. Buenas tardes Sâo, pienso, que Joaquim, nos esta recordando, que en general, hagamos lo que hagamos lo reflexionemos adecuadamente, puesto que eso sera lo que vaya quedando.
    Saludos.
    Jesus

    ResponderEliminar
  51. tudo tem um começo e um fim, ao pó tudo acaba mais cedo ou mais tarde a voltar
    beijos

    ResponderEliminar
  52. Na parte física , assim é.
    Boa noite.

    ResponderEliminar
  53. JESUS Y ENCARNA
    É uma das leituras possíveis, a tua.
    Petons, amic.

    ResponderEliminar
  54. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  55. POETA EU SOU
    Restará sempre algo de nós no universo...
    Um abraço grande.

    ResponderEliminar
  56. O QUE ME VIER À REAL GANA
    Também acho.
    Saudações.

    ResponderEliminar
  57. RAFEIRO PERFUMADO
    Como te compreendo, meu caro!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  58. DE PROPÓSITO
    Sim, mas vai dizer isso a Buhs e quadrilha, rrrsss
    Fica bem, Manuel.

    ResponderEliminar
  59. MEU DOCE AMOR
    A grandiosidade é caractrística destas civilizações, bem ao revés das actuais que se presumem de muito avançadas.
    Fica bem.

    ResponderEliminar
  60. RODOLFO N
    A beleza também está nos olhos e na sensibilidade de quem vê, estimado Rodolfo.
    Abrazos.

    ResponderEliminar
  61. MARIZ
    Para mim, o significado é esse: sou.
    Um abraço fraterno.
    Namasté!

    ResponderEliminar
  62. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  63. São

    "Na falta de outro post, aqui deixo o meu abraço" ....também! - srsrs

    Espavo!

    Mariz

    ResponderEliminar
  64. Certo! rrrsss
    Abraço grande.
    Namasté!!

    ResponderEliminar
  65. Magníficas palavras para ilustrar uma boa foto.

    Bjs

    (São, deixei um rascunho no Opiniões, veja se serve :))

    ResponderEliminar
  66. Minha querida amiga. No ano 72 fiz um cruzeiro com partida de Barcelona. Egipto, Palermo, Veneza, Jugoslávia, Grecia e suas ilhas, Turquia. Em Alexandria onde o barco ficou atracado, junto ás amarras de corda, reparei que havia gatos em cada uma delas. Estranhei e perguntei, porquê? Resposta, é sítio por onde sobem ou descem os ratos.
    (turistas sem pagar, disso eu)
    Cultura completamente diferente, mas com monumentos de sonho.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  67. GMV
    Bem vinda!
    Já li e tem lá resposta.
    A postagem desta semana já Efeneto a fez.
    Até breve, espero.

    ResponderEliminar
  68. ZÉ DO CÃO
    Pois, mas nós pagamos e bem!
    De facto, aquilo é um mundo outro, mas fascinante!!

    Ah, estou esperando a estória da Galiza, mue amigo.

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  69. TINTA PERMANENTE
    E não é?
    Feliz final de semana.

    ResponderEliminar
  70. ...nada é eterno, apenas a essência que nos anima...


    Beijos de luz e o meu carinho!!!

    ResponderEliminar
  71. Tem toda a razão, nem sequer a personalidade é eterna...só a entidade.
    Fique bem, querida.

    ResponderEliminar
  72. Gostei de gostares.
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  73. São,
    Adorei o poema e a fotografia!
    Quero tanto conhecer o Egipto... Viajar é mesmo uma grande tentação.
    Bom fim-de-semana.

    Beijos e um sorriso :)

    ResponderEliminar
  74. Bem vinda!
    Eu esperei quarenta anos para me fascinar ao vivo na Terra Negra, mas tive a felicidade de neste ano de 2008 me encantar com as cidades maias mexicanas.
    Agradeço ter gostado.
    Até breve, espero.

    ResponderEliminar
  75. Mesmo com todos os paradoxos que existem..o Egipto tem uma magia especial
    beijos

    ResponderEliminar
  76. É a sabedoria antiga a pairar, acho.
    Bem haja.

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...