sábado, 6 de julho de 2013

ONDE ESTÁ A ARTE?!


"No que a mim se refere, notei que alguma coisa andava podre no mundo da arte...quando um escultor cubano, farto de as galerias se recusarem a expor as esplêndidas madeiras que eu o via trabalhar, ...decidiu que o caminho mais seguro para o êxito em matéria de arte era chamar a atenção.
 
Produziu umas «esculturas» que consistiam  em pedaços de carne podre, fechados em caixas de vidro, com moscas vivas a voar à volta.
 
Triunfou, efectivamente, pois até Jean-Marie Drot, o convidou para o seu programa."
 
 
MÁRIO VARGAS LLOSA
 
(" A Civilização do Espectáculo")
 
 

26 comentários:

  1. A arte é algo que por vezes existe, mas que nem todos os olhos a conseguem descodificar! Será? Talvez.
    bom fim de semana Sãozita

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  2. BOM DIA

    A Arte é isso mesmo: Arte

    Só que a arte não é para todos e nem todos a conseguem descodificar. Em tudo existe arte, basta para isso que olhemos as coisas com olhos de... artista

    FIQUE FELIZ
    ******************
    Gostava que me visitasse(m)

    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Arte , para mim, nunca será o que Vargas descreve nem algumas das coisas que tenho visto.

    Como, por exemplo, na ARCO (Madrid), uma caixa repleta de beatas- onde inadvertidamente coloquei a minha - com um quadrado por cima igual ao que as crianças da minha sala de Jardim de Infância faziam, só que aqui eram beatas de cigarro.

    Ou , no Rainha Sofia, Um enorme tela rectangular na vertical , com um simples ponto azul na superfície branca.

    Admito que o defeito seja meu, mas considero Arte os trabalhos de Miguel Ângelo e de Rodin , aquilo que vi no Egipto , no México e noutros países, os quadros de Bosch, ...


    Beijinhos, Adelinha , e feliz fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Se a definição é essa, então, eu não sou nem nunca serei artista.

    Se me falarem em criatividade e/ou imaginação sou capaz de concordar.

    Mas nunca considerarei Arte colocar um cão amarrado a um poste e deixá-lo a morrer de fome e sede ou colocar um tubarão numa caixa de vidro e muito menos fazer sentar numa cadeira um adolescente com síndroma de Down

    Tudo de bom

    ResponderEliminar
  5. Hay que reconocer que Vargas Llosa analiza con finura el arte moderno.
    Besos, feliz fin de semana.

    ResponderEliminar
  6. Amigo mio, para mim, é essa uma das análises mais certeiras do livro.

    Tenho ficado abismada quando ouço chamar obras de arte a objectos que , francamente, são tudo menos isso.

    Abraço forte.

    ResponderEliminar
  7. Pois é SÃO,

    o mesmo fizemos aqui no BRASIL estas semanas passadas, no contexto politico.

    Fomos para a rua e devolvemos esta carne podre que nos oferecem como alimento e exigimos arte do bem praticar a verdadeira politica.

    Sem corrupção e muitos serviços públicos de qualidade.

    Eles entenderam o recado!

    Um abração carioca, Rio de janeiro.

    ResponderEliminar
  8. Hoje h+a , frente ao Palácio de Belém, uma manifestação a pedir a Cavaco a demissão da coligação CDS/PSD...mas tenho poucas esperanças, pois o Presidente já assumiu claramente e por mais de uma vez que Passos e Portas , de Direita como ele, têm a sua total protecção.

    Parabéns pela vossa coragem , que é um exemplo para nós!

    Um bom sábado

    ResponderEliminar
  9. Na mesma linha, estão os vandalismos das manifestações de rua no Brasil.

    ResponderEliminar
  10. Há arte, há uma arremedo de arte e há logro! Há de tudo, neste mundo louco...

    ResponderEliminar
  11. Olá São!
    O mundo da arte é por vezes estranho e complexo! Muitas vezes os críticos de ARTE são uns snobs e os donos de galerias também. É difícil entrar nesse" universo"!!!
    Um abraço e bom fim de semana-
    M. Emília


    ResponderEliminar
  12. MAGUI, o vandalismo é uma forma estúpida que nada resolve e que acaba por provocar reacção violenta e cega de quem detém o Poder.

    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  13. Tens razão. Lamentável é que , por pseudo-intelectualismo, snobismo ou coisa pior nos tentem vender gato por lebre.


    Boa semana, JUSTINE

    ResponderEliminar
  14. Tem toda a razão, EMÍLIA. Aliás, Vargas refere isso mesmo.

    Uma coisa me espanta, por exemplo, na música clássica : não se deve bater o ritmo com os dedos !!

    Mas porquê? EStamos, por acaso num velório?! Evidentemente que não se pode começar a bater palmas ou incomodar nem quem assiste nem quem toca, mas se seguir o ritmo tocando as minhas pernas com os meus dedos , é-me completamente indiferente esta estúpida proibição, francamente.

    Por exemplo, como libelos contra a guerra, acho genial "os fuzilamentos de Maio" de Goya enquanto nada me diz "Guernica" , de Picasso.

    E já tive o privilégio de ver ambos ao vivo.

    Um esterito abraço , desejando a sua muito ráoida recuperação.

    ResponderEliminar
  15. Vargas Llosa si que está podrido.

    Besos.

    ResponderEliminar
  16. Estará, mas quanto ao que ele diz sobre arte actual , concordo com ele, rrss

    besos

    ResponderEliminar

  17. Não é um autor que aprecie particularmente, mas concordo que não havendo um instrumento de medida para a arte, esta é subjectiva estando, portanto, à mercê dos críticos e das suas opiniões nem sempre sérias, nem sempre explicáveis.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  18. Li dois romances dele e este ensaio.

    Pretendo ler mais um romance para me certificar do seu método de escrita.

    Posso não estar de acordo com algumas das suas posições , mas relativamente à arte( e não só) concordo completamente.

    Bom resto de domingo

    ResponderEliminar
  19. Sãoamiga

    Foi o Sr. George Orwell que deu à estampa em 17 de Agosto de 1947 o seu O Triunfo dos Porcos, não foi? Creio que sim...

    No more comments...

    Será que um dia destes voltarás à nossa Travessa? Oxalá que sim...

    Qjs

    Henrique

    ResponderEliminar
  20. Coimo eu entendo Vargas Llosa, São.
    Nos museus de arte moderna vê-se cada coisa.
    Uma cama presa à parede é arte?
    Vi em Barcelona e a minha filha Mariana (9 anos) comentou isso mesmo - "isto é arte? Parece-me uma cama presa à parede!"
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  21. Oi, São!
    A arte que faz você se sentir cômodo provavelmente é artesanato, não arte. Ela se enquadrará naturalmente nas convenções; não vai evoluir, não vai desafiar.
    Arte é tudo o que desafia o olhar. Você pode se perguntar: Por que tantos guarda-sóis abertos no ar? A pergunta é um desafio. Você encontrou a resposta?
    :)
    Boa semana!!
    Beijus,

    ResponderEliminar
  22. Eu nem aprecio muito artesanato, rrss

    A esta instalação até achei graça, pelo colorido e porque estava um calor enorme em Évora.

    Acho que tudo evolui, incluindo a Arte. Felizmente, senão estaríamos na Idade da Pedra da História convencional.

    Só que na minha terceira visita à ARCO (Madrid) , decidi não voltar mais, porque - pelo menos para mim - um escaparate cheio de corações de animais em formol jamais será Arte, será sim , quando muito, prova de imaginação /criatividade.

    Admiro Miró, cuja Fundação visitei em Barcelona, também pelo colorido i pela criatividade da maior parte das suas obras.

    Mas as tentativas de imitar os desenhos das crianças (dele e de outros) nada me dizem, para isso prefiro os originais, isto , os desenhos e pinturas das próprias crianças.

    Quando cheguei ao pé da Pietá de Miguel Ângelo as lágrimas correram-me e face à beleza sublime das igrejas ortodoxas fico sem voz, por exemplo.

    Mas tudo é uma questão de gosto, rrrs

    Boa semana, LUma

    ResponderEliminar
  23. ... pois, de fazer pensar...

    Beijinhos e saudades de por aqui pass(e)ar :)

    mariam

    ResponderEliminar
  24. MARIAM, bem regressada seja!

    Gosto de a ver aqui espero que venha sempre.

    Gostei da folha em branco e dos nenúfares assim como do texto. Mas tenho muita pena de que tenha os comentários encerrados.

    Bons sonhos

    ResponderEliminar
  25. PEDRO, a sua filha na inocência dos seus nove anos disse a verdade.


    Mas se um adulto tivesse a mesma reacção haveria quem o apelidasse de inculto, de retrógrado, ...

    Há muitos anos num ciclo de conferências em que participei havia uma sobre Arte .Fiquei siderada quando me mostraram "uma obra admirável", ou seja,dois caixotes de madeira onde habitualmente se transporta fruta e legumes, pregados numa parede junto a um outro objecto que nem lembro já o que era!

    Armei-me em Mariana de trinta e tais anos e , com uma amiga minha, fui falar com o conferencista - pintor e crítico( que , segundo todas as aparências, estaria razoavelmente bebido).

    Quando nós lhe referimos o nosso espanto e lhe dissemos que era inconcebível chamar Arte àquilo, porque Arte eram os trabalhos de Miguel Ângelo, Leonardo, Rodin, Giotto, Goya, etc,etc o senhor respondeu que a Arte deveria ser lúdica e não se tomar sempre a sério...

    Assim sendo, nada a fazer!

    Bom resto de dia para si e um abraço à Mariana, que conserve sempre essa lucidez!

    ResponderEliminar
  26. HENRIQUE, estes tipos estão mais sujos que os porcos...

    Um abraço

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...