MALTA

MALTA

sexta-feira, 19 de julho de 2013

PAZ Á MODA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA E DE ISRAEL


18 comentários:

  1. É isso, SEM COMENTÁRIOS!

    Ao certo, a paz que ISRAEL e Tio Sam pregam é na base da bala, que o diga o povo da palestina e os povos subjugados por TIO SAM, NÉ NÃO?

    O pior que ISRAEL acessorado por Tio Sam invade, mata, toma as terras, constroi assentamentos, nega o direito de ir e vir e das coisas mais elementares do ser humano ao povo da Palestina e ele (Israel)se faz de vítima!

    O Povo palestino não tem armas, não pode ser um pais, não pode andar com suas próprias pernas e ver cada dia mais ser dizimizado e encurtado o seu território pelos judeus e não pode dizer, fazer nada, afinal, eles não têm armas a não ser pedras para combater o arsenal militar de Israel em concoluio com Tio Sam!

    Israel sofreu a barbarie do holocausto e faz o mesmo com os Palestinos, como eles podem falar de Hitler?

    Qual a diferença entre eles? Nenhuma! Hitle dizimou milhares de judeus em câmaras de gás e Israel dizima milhares de palestinos com armas possantes que vão aviões a míssieis teleguiados.

    É bom que se diga que tenho NÔJO do que Hitle fez com os judeus, bem como, com o que Israel faz com o povo palestino.

    Sou soterolitano, baiano da gema descendente direto de escravos africanos e portanto SOLIDÁRIO AO POVO PALESTINO!

    TENHO FÉ QUE AINDA CHEGARÁ O DIA DE ISRAEL RECONHEÇA O MAL QUE TEM FEITO A PALESTINA E QUE A PAZ CHEGUE NA CONVIVÊNCIA AMIGÁVEL DOS DOIS POVOS!

    FORA ISRAEL E TIO SAM DA PALESTINA!

    O Sibarita

    ResponderEliminar
  2. A imagem é de uma violência tremenda.
    Horrível!!

    Bfds!!

    ResponderEliminar
  3. Nem dá para comentar esta violência.
    Até onde e até quando suportaremos tudo isto...?

    ResponderEliminar
  4. A humaninade continuará a ser o seu pior inimigo.

    ResponderEliminar
  5. Já reparaste que o ser humano é a única espécie que pode levar-se à auto-extinção, Catarina?

    Bom final de semana

    ResponderEliminar
  6. Agora imagina o que sentiu uma criança árabe de cinco anos detida por sete soldados judeus armados e que a interrogaram ( e depois ao pai) por ter atirado uma pedra a um veículo militar israelita...

    Claro que foram repreendidos, mas por o terem feito em frente de câmaras!

    Beijos, LAURA

    ResponderEliminar
  7. Uma brutalidade que pouco ou nada deve à dos nazis, TORO.

    Abrazo

    ResponderEliminar
  8. Pois também gostaria de saber até quando permitiremos ao Império e seus aliados duplicidade de critérios e falta total de respeito pelos direitos humanos.

    Abraço, LUÍS

    ResponderEliminar
  9. Ainda ficaria mais chocado se visse uma criança árabe de cinco anos a ser presa e interrogada por sete soldados de Israel ( "o povo eleito") porque atirou uma pedra a um tanque judeu.Depois sujeitaram o pai ao mesmo tratamento.

    Foram censurados, não pela barbaridade do acto, mas sim porque não esperaram que as câmaras se afastasse,!

    O sionismo e o nazismo estão cada vez mais parecidos!

    Bom final de semana, PEDRO

    ResponderEliminar
  10. Saio e silêncio!

    Bom fim de semana Sãozita

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  11. A imagem é deveras chocante, não só pela imagem explícita como também pela naturalidade com que pega numa arma como se de um brinquedo se tratasse. Demasiada ligeireza nos atos...

    http://www.lavarcabecas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Os EUA são cada mais imperialistas, e o sionismo cada vez mais tem paralelismos assustadores com o nazismo.

    O pior é que há criaturas que ficam todas histéricas quando se denuncia os crimes dos judeus sobre os palestinianos!!

    Tudo de bom, LINO

    ResponderEliminar
  13. Minha querida amiga, compreendo o teu silêncio...mas não nos podemos calar, por muito que nos custe!

    Uma criança de cinco anos não pode ser aprisionada e interrogada por sete militares judeus porque atirou uma pedra a um tanque de Israel , acontecendo o mesmo a seu pai.

    E a repreensão que estes energúmenos ouviram não foi pela barbaridade do comportamento, mas sim por o terem tido em frente de câmaras!

    E os EUA não têm direito de invadir países só porque querem os seus recursos naturais.

    Abraço forte, ADELINHA

    ResponderEliminar
  14. MMMS, não surpreende que assim pegue , porque há uma fábrica de armas que vende modelos infantis em azul e rosa e há dias um garoto de cinco anos assassinou a irmã, mais novinha, porque nos "civilizados" EUA se acha naturalíssimo que crianças tenham armas de fogo reais e que se encomende pelo ccorreio um qualquer modelo .

    E nem os massacres conseguem travar o poder das associações de armas!

    Em Israel, o serviço militar é obrigatório para os dois sexos e como t~em o apoio incondicional dos USA, esmagam os palestinianos e monopolizam todo o sofrimento e horror provocado pelo nazismo, sem que nunca tenham uma palvra sobre os ciganos e todas as demais vítimas de Hitler!

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  15. Amigo, assino em pleno acordo e livre consciência, todas e cada uma das palavras do seu lúcido e justo comentário!!

    Abraço estreito e fraterno, SIBARITA!

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...