quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

CITAÇÃO - JOSÉ CARLOS DE VASCONCELOS (18/2/2021)

 "Os mesmos que condenam  e atacam governantes por efectivos ou supostos erros, ficam eles sempre impunes apesar dos seus erros, de inverdades ou injustiças.


Que houve erros, que importa analisar - e é legítimo criticar - porque Portugal chegou à situação a que chegou, é óbvio.


O ponto está em críticas que não são críticas, mas só ataques sem fundamento, partindo de premissas erradas, visando meros objectivos políticos ou pessoais.


Ora, se tem de ser uma prioridade evitar o crescimento do populismo/extremismo de direita, "antissistema", a maior ameaça à democracia...muito disto que está a acontecer só a beneficia."


22 comentários:

  1. Respostas
    1. Sendo justas, só temos mesmo que apoiar!

      Abraço de parabéns e muitas felicidades para a sua menina ( para os outros também )

      Eliminar
  2. Curioso este Governo de Esquerda Atacou Passos Coelho e gastou o que ele conseguiu amealhar e vamos a caminho de mais uma bancarrrota :) Clap Clap

    Tão bom brincar aos pobrezinhos :)

    Beijinhos e resto de semana feliz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu , graças a Deus, não necessito de apoios estatais e no período longo em que sofri dificuldades económicas não foi o Estado que me ajudou. Portanto, estou perfeitamente à vontade para falar sobre o assunto.

      Quanto ao que Passos amealhou, de acordo: as verbas da Tecniforma e a Segurança Social que não pagou porque "não sabia que tinha que pagar" devem-lhe ter dado muito jeito, sem dúvida.

      Também me preocupa o futuro, pois a crise económica e social não vai deixar de ser profunda e porque a celebrada UE já nem manta de retalhos é.

      Quanto ao que se está gastando e porque sou suspeita , dado ser de Esquerda, sugiro a leitura , na revista "Visão" nº 1459 (18/2/2021 a 24/2/2021), do artigo de Cecília Meireles , deputada do CDS-PP.

      Beijinho e bom fim de semana

      Eliminar
  3. Verdadeira e oportuna, São. Precisamos diferenciar entre a crítica honesta e construtiva, e os ataques que visam apenas destruir! Meu abraço, amiga; bom resto de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que toda a critica visando apontar erros e dando sugestões para melhor actuação é indispensável.

      Porém, andar aos ziguezagues e criticar só porque apetece e sem apontar soluções... é péssimo!

      Swami, beijinho de bom fim de semana

      Eliminar
  4. Criticar é legítimo e necessário.
    Bota abaixo é que é perfeitamente dispensável.
    Bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obviamente, o Governo (qualquer que seja) tem que ser devidamente criticado , mas com objectividade. Aqui pratica-se muito o bota-abaixo, infelizmente.

      O Governo , no Natal, teve o apoio de toda a gente e, aliás, até foi criticado por não aliviar mais o confinamento .

      Agora é criticado porque aliviou e as infecções aumentaram.

      E ouvir Assunção Cristas (CDS) dizer que os Governos é que têm que tomar decisões difíceis depois de analisar todos os factores, seria de rir às gargalhadas , se a decisão dela assinar de cruz quando estava na praia , a confusão do Novo Banco , não nos estivesse a custar milhões e milhões de euros !!!

      Bom fim de semana

      Eliminar
  5. Claro que houve erros, mas temos de compreender o desconhecimento , a nivel mundia, desta pandemia. Fez-se e vai-se fazendo o possivel à medida que houver mais informações sobre a doença. Criticas podem ser feitas, mas junto, devem vir idéias e propostas de ajuda para que se consiga fazer melhor. Não sou capaz de criticar as atitudes tomadas, porque, qualquer governo, nesta situação, não conseguiria fazer melhor. Apesar de tudo, temos que louvar o empenho de todos os governantes para que se resolvam tantos problemas. Estão a fazer o melhor que podem, disso não tenho dúvidas. Um beijinho, São e espero que estejas bem. A SAÚDE sempre foi e continuará a ser o mais importante. Um bom fim de semana, apesar de tudo
    Emilia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Absolutamente de acordo.

      No geral , a actuação do Governo , dadas as terríveis circunstâncias em que nos encontramos, é aceitável.Porém, aponto dois erros que poderiam ter sido evitados: deixar em funcionamento centros de actividades de tempos livres e encerrar outros; apoiar rendas com contrato , mas não o fazer para rendas de concessão. E eram tão simples de evitar....

      Gostaria muito de saber que fariam os críticos , que - para cúmulo - não costumam apresentar alternativas!!

      Abraço-te com voto de saúde e bem estar!

      Eliminar
  6. Yo creo que todavía hoy no saben cómo actuar aquí.
    Estamos como en la Edad Media, encerrados....

    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui já vamos no 11º estado de emergência e estamos encerrados pela segunda vez e, provavelmente até Abril :(

      Besos y fuerza

      Eliminar
  7. Como lidar com as novas pestes?


    Beijo, minha amiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguém sabe e, consequentemente, é de elementar justiça que as criticas sejam justas e pertinentes e não delirios .

      Minha querida, esperando que tudo esteja bem por aí, o meu abraço.

      Eliminar
  8. A descoberta consiste em ver o que todos viram e em pensar no que ninguém pensou.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é bem mais difícil colocar perguntas do que dar respostas.

      Eliminar
  9. Grande verdade, São
    Abraço, saúde e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O nosso país tem situações totalmente descabidas....


      Beijinho, amiga, bom domingo

      Eliminar
  10. Aponte-se um governo exemplar à prova de pandemia... talvez o da Coreia do Norte... que não tendo declarado por lá a entrada da mesma... segundo consta, procura afincadamente por vacinas... ou formulas das mesmas... :-))
    Estas criticas gratuitas... são o terreno fértil, para os movimentos radicais... que florescerem em abundante Primavera, por todos os países... em alturas de crise... e que delas fazem eco...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo isso, Ana, estas criaturas que criticam por criticar e para quem o caos é o paraíso , esquecem, na melhor das hipóteses, ou pretendem mesmo, na pior, que a extrema-direita é nestas ocasiões de crise que medra!

      Beijinhos

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...