quarta-feira, 11 de abril de 2012

A CRISE

"A crise é, antes de tudo, o resultado de uma derrapagem demagógica, oportunista, irresponsável e, em certos casos, criminosa, das finanças públicas dos Estados , agravada pelo conluio entre certos políticos e os bancos privados.

O foco, agora, tem que ser a reconstrução do tecido económico, guiada pela preocupação de criar emprego.

As políticas de emprego não passam pela redução de salários  nem pela liberalização dos despedimentos.

Ao ouvir certos dirigentes europeus, dir-se-ia que o modelo de economia e das relações laborais que têm na cabeça é o do Bangladesh: salários incompatíveis com o custo de vida e precariedade absoluta."

VÍCTOR   ÂNGELO
(Fevereiro, 2012)

28 comentários:

  1. São,

    Este texto é correctíssimo, o estado gastou o nosso dinheiro com os "amigos" e serviu-se dele para interesses privados e não para o crescimento do país e agora estamos nesta miséria, e os nossos pseudo empresários aproveitam-se para despedir e baixar salários querem ter trabalhadores a preço de saldo, como qualquer país de terceiro mundo, e nós temos que nos aguentar, tempos difíceis avizinham-se, espero que possamos ultrapassar este mau momento da melhor maneira.

    ResponderEliminar
  2. Amiga São,

    Não tenho muito mais a acrescentar, infelizmente tudo o que dizes é a mais pura verdade.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Só me vingava e ficava satisfeito quando pudesse obrigar os políticos actuais quer europeus ou ainda outros a viverem com o salário mínimo e com 12 horas de trabalho diário.

    Eles não sabem nem sonham o que é a fome e as privações constantes. Apenas vivem para se governarem a eles e aos amigos...

    ResponderEliminar
  4. abraço, querida amiga

    subscrevo. totalmente...

    ResponderEliminar
  5. O compadrio de politicos e banqueiros foi comer comer e o povo paga a crise
    Saudações amigas

    ResponderEliminar
  6. Minha querida,

    A dura "verdade" dita pelo autor do texto que você tão bem escolheu e postou não é muito diferente da realidade brasileira, apesar do que a grande mídia anda dizendo sobre as "maravilhas" sociais conquistadas pelo meu país nos últimos anos...não nego, algumas coisas melhoraram, mas há muito, muitíssimo por fazer e lutar...por enquanto eu ainda sei que a crítica social que Victor Angelo faz da realidade que vocês estão vivendo é a mesma que o rapper brasileiro Gabriel o Pensador faz da nossa num fragmento de sua canção "A Dança do desempregado":
    "Essa é a dança do desempregado
    quem ainda não dançou
    tá na hora de aprender.
    A nova dança do desempregado
    amanhã o dançarino pode ser você."

    Beijos.
    Genny

    ResponderEliminar
  7. São
    Quanta coisa eu aprendo sobre Portugal mas ainda nao compreendo muita coisa.
    com carinho e amizade

    ResponderEliminar
  8. São, Querida

    O facilitismo, a irresponsabilidade e a impunidade dos políticos, torna irrecuperável um qualquer tecido produtivo.
    Com salários mais baixos a aquisição de bens desce para valores que jamais poderão tornar-se apetecíveis a uma qualquer produção.
    Se não há produção, não há emprego disponível. Um ciclo vicioso que nasceu das mentes "iluminadas" que bem usam, em seu proveito, a parca riqueza.

    Beijos

    SOL
    http://acordarsonhando.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. São
    CRISE: essa palavra estranha que agente só sente, a sério, quando bate no fundo.
    Até quando?
    Beijinho amiguita!

    ResponderEliminar
  10. Concordo com o comentário, claro.

    Pergunto , com tristeza, como é possível o povo português aguentar silencioso tudo isto?!

    Bom final de semana, RAÍNHA.

    ResponderEliminar
  11. E até quando, querida NÁ, vamos nós suportar isto sem uma palavra?!

    Estamos anestesiados?

    Um bom final de semana

    ResponderEliminar
  12. A insensibilidade e o preconceito deste meninos e meninas cheios de benesses e regalias é gritante!!

    Um bom final de semana, LUÍS

    ResponderEliminar
  13. Que pena não podermos passar á acção, não achas? Punha-hos a pão e água!!

    Bom final de semana, JUSTINE

    ResponderEliminar
  14. Ainda estou com o Bolero a encantar-me a alma, amigo...

    Bons sonhos, HERÉTICO

    ResponderEliminar
  15. Tem razão, mas a responsabilidade passa também por quem vota e torna a votar sempre nos mesmos dois Partidos...

    Bom fim de semana, VALENTE

    ResponderEliminar
  16. Olá São.
    Realmente não tenho vindo até junto dos meus amigos bloguistas. Muitas das vezes a falta de disposição, outras a saúde e ainda outra a anestesia em que se encontra o país.
    Pobre povo acomodado, virado para o deixa andar... Quando se vê a justiça e o oportunismo praticado neste pais, ate suores frios descem pela espinhal medula. De que nos serviu o combate dia a dia para de um momento se esvair tudo? Onde param os valores? Que ensinamos a nossos filhos para que o pais caísse a pique? Não auguro nada de bom dentro destes próximos tempos.O que me vale , é que o tempo que por aqui andarei está a ficar cada vez mais curto.
    Belo texto sobre " A CRISE ", Porque não exportamos estes célebre crânios que nos governam ( digo se governam).
    Um abraço e, bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  17. Amigo, como compreendo o teu desencanto. Aliás, como partilho dessa tristeza e dessa indignação.

    Mas, João, temos que não desistir e ir lutando da maneira que nos for possível - e uma delas é denunciar , refilar e escrever na Internet, que é livre. Por enquanto!

    A nossa geração que conseguiu derrubar a ditadura de Salazar está sob uma nova ditadura. Mas, lamentavelmente consentida em parte, pois as votações recaem sempre nas mesmas criaturas.

    Porém , tenho a certeza de que iremos dar a volta por cima, pois a situação está ficando insustentável e até quem é de Direita (e com alguma intelig~encia) tem essa noção.

    Um abraço grato e com desejo de que recuperes a saúde rapidamente, meu amigo

    ResponderEliminar
  18. Querida GENNY, infelizmente, a situação não é favorável en nenhum lado: o modelo está esgotado!

    Estou crente de que toda esta injustiça e exploração da maioria da população por uma dúzias de criatuas sem escrúpulos nem ética, atentas só aos seus desmesurados lucros, irá deflagrar num intenso conflito armado a nível, agora sim, mundial.


    O Brasil é imenso e rico, pena que as coisas estejam assim como diz.

    Gosto de ouvir Gabriel, que considero uma pessoa inteligente e bom crítico social.

    Minha amiga, por sobre o oceano lhe envio estreito abraço

    ResponderEliminar
  19. Completamente de acordo.

    Entretanto , continuamos iguais a nós próprios .

    Um beijo , São .

    ResponderEliminar
  20. Infelizmente, assim é: não haverá mesmo maneira de mudarmos?!

    Beijinhos, MAria.

    ResponderEliminar
  21. Minha amiga, infelizmente, nem nós percebemos porque nos estão a inferniizar assim a vida!!

    Um bom fim de semana, MONIQUINHA

    ResponderEliminar
  22. Também acho, não se pode dizer melhor.

    Um abraço grande, ELVIRA

    ResponderEliminar
  23. Caro SOL, com tudo isto é doloroso.

    Mas se estas criaturas que nos tiram a alegria de viver acham que ficarão impunes, desenganem-se!

    Um abraço grande.

    ResponderEliminar
  24. Amigo, pois não sei: só sei que estamos em transição ...e que receio o futuro!

    Um bom fim de semana, KIM.

    ResponderEliminar
  25. Está tudo dito e bem!
    Infelizmente é assim.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  26. Mas não é inevitável que seja assim!

    Temos de lutar para modificar este estado de sítio, amiga.

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...