MALTA

MALTA

domingo, 9 de novembro de 2014

"HORA ABSURDA" (EXCERTO) - RAFAEL SANTOS

                                       Peru, 9-2014


" A razão porque estás aqui, saberás já de pronto.

Quanto a mim, não interessa quem sou ou qual é o meu nome, de onde venho ou o que já fui.

Talvez, sob outra forma, há muitos anos, antes sequer do tempo ser tempo, me tenham solto de uma barca para ir buscar sinal de terra firme, e  nunca tenha voltado.

Talvez tenha vivido a sete dias  de Tebas cavalgando pelo deserto  e me viessem auscultar, enfrentando a morte no caminho, ansiando por bons presságios.

Talvez tenha sido procurada por guardar segredos do que estivesse por vir numa caverna junto ao vulcão.

Talvez tenha oficiado o oráculo no monte sacro e tenha sido a esperança de muitos que viajaram dos confins da terra conhecida  para me consultarem .

Talvez tenha acompanhado as pregações de um homem santo e chorado junto ao madeiro onde o supliciaram.

Talvez até, muitos anos depois,  tenha sido queimada viva , tomada por bruxa, aqui mesmo nesta praça  e em nome desse mesmo homem.

Mas nada disso interessa. O que vale é o que eu te vou dizer."

                                                    RAFAEL  SANTOS
                                                    ("Hora Absurda")

30 comentários:

  1. Hora absurda,
    antes sequer do tempo ser tempo,
    nem antes nem depois a tortura
    tanta no mundo há, não entendo!

    Castigado sim,
    queimado vivo não
    se tudo no mundo tem fim
    porque a maldade não!

    Bom domingo para você amiga São, um abraço.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Castigo sim, mas não por delito de pensamento ou crença outra .

      Boa semana, amigo Eduardo

      Eliminar
  2. El traductor no me lo traduce bien.
    Grrrrrrrrrrr

    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que aborrecimento, realmente !

      Boa semana, Xavi :)

      Eliminar
  3. Muito lindo,intenso,São! Ótima semana,bjs, chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom lhe ter agradado, Chica !

      Abraço grande

      Eliminar
  4. Lindo texto!
    Beijos, bom Domingo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que lhe agradou, Ci!

      Abraço grande :)

      Eliminar
  5. De tantos "Talvez" é composta a vida.
    Gostei do texto.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem toda a razão, amiga...

      Grato beijo e feliz semana :)

      Eliminar
  6. Oi dona moça! kkk

    Oi sua menina. "O que vale é o que eu te vou dizer." Então, as horas absurdas são todas aquelas intensas que não temos ou temos a dimensão do absurdo das horas, repare... kkkk

    Esse Rafael é boca de zero nove! (Baianês) Benditas palavras que nos faz refletir os momentos né não?

    Porreta!

    O Sibarita


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rafael é uma pessoa de muito valor, mas em Portugal ...isso não importa grande coisa, desgraçadamente !

      Beijinhos e abraços :)

      Eliminar
  7. Respostas
    1. É natural que desconheça, porque em Portugal as coisas são como são, infelizmente

      Obrigada , igualmente

      Eliminar
  8. Texto profundo e algo incisivo.
    Desconheço a Obra do Autor, mas promete...
    Boa escolha, esta.


    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato abraço por mim e pelo escritor, Sol :)

      Eliminar
  9. Boa tarde, o texto é fantástico, desconheço o autor, não conhecia o seu nome, ""O que vale é o que eu te vou dizer." com honestidade.
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo seu apreço, António.

      Bom resto de dia.

      Eliminar
  10. Essas 'horas absurdas' todos as temos um pouco _e o que vale é mesmo que tenhamos a liberdade de dize-las.
    um abraço e boa semana São

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida!

      Sejamos livres, sempre !

      Minha querida, feliz Dia de S. Marinho e abraços

      Eliminar
  11. Gostei deste texto...
    Talvez vivências de outras vidas passadas...
    Talvez....Tanta coisa....

    Boa semana

    Beijito da Gota

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem sabe? ...Quem poderá saber?

      Grato abraço pelo apreço, Gota :)

      Eliminar
  12. Desconhecia tanto o autor como o poema!

    A minha vida é toda e feita de talvez e ses...

    Magnífico poema.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E não são todas , umas mais e outras menos?...

      Obrigada pelo apreço e bom Dia de S. Martinho, LIsa :)

      Eliminar
  13. Fiquei com a sensação de que o mais importante ainda estava por vir, eis que as dúvidas foram fundadas em possibilidades do que já tinha sido vivido. Mas as horas absurdas não estão, realmente, no passado do verbo? Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez estejam..

      O mais importante estaria ou não para vir, consoante a expectativa.

      Para mim, pessoalmente, o mais importante eram as hipóteses e foi esse o motivo de ter escolhido este excerto e não outro.

      beijinhos e feliz Dia de S. Martinho , Marilene :)

      Eliminar
  14. Bela escolha, São! Como sempre, amiga, nos ofereces um texto capaz de nos fazer pensar... e muito. O mais importante não será que as nossas palavras se baseiam sempre naquilo que aprendemos? :) Boa semana, amiga!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que si, que somos fruto de aprendizagens anteriores!

      Portanto, tudo quanto fomos é importante, tanto para bem como para mal.

      Amigo, te desejo semana muito feliz e te deixo mil abraços :)

      Eliminar
  15. Este texto colou -se a mim . . .
    Pesquisei na internet ,, mas não descobri nada mais ..

    Um beijo São , e agradeço esta magnífica partilha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rafael Santos tem um livro publicado e está escrevendo um romance, de onde retirei este excerto.

      É advogado.

      Grato abraço pelo apreço, Maria.

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...