MALTA

MALTA

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

ANO INTERNACIONAL DA VELHICE



Vivo só há trinta anos.

Espero que me não encontrem como cadáver não sei quanto tempo depois da morte.

Informo desde já que quero ser cremada, de qualquer modo.

34 comentários:

  1. Não sei quando se entra declaradamente ou descaradamente na velhice.

    Sei que às vezes pareço ter 90 anos e todo o mundo às minhas costas; outras sou quase a jovem dos vinte anos...

    Incongruências!

    Mas o que sei é que também quero ser cremada se me encontrarem por aí num qualquer sítio onde as pernas da vida me levarem.

    Um facto é que há dois momentos na nossa vida em que estamos absolutamente sós, estejamos ou não rodeados de gente, - ao nascer e ao morrer.

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Sãozita
    acácia tu e eu temos algo muito em comum, também eu quero ser cremada.
    E não quero estar em exposição de urna aberta.
    O meu falecido marido está num jazigo, amiga para mim é das piores coisas que pode existir.

    Hoje uma senhora foi encontrada morta caída na sua casa de banho, vivia só mesmo ao lado do escritório onde trabalhei nos últimos 26 anos na Marinha Grande, tem filhos, noras, filhas e genros, mas,mas.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  3. Depois que morrer, o que me importa o que farão com a velha carcaça. Antes, sim. Não quero ser estorvo para ninguem.

    ResponderEliminar
  4. Minha amiga podemos viver sózinhos e não estarmos sós, se tivermos amigos, familia que apoie, ou se tivermos saúde fazendo algo que nos dá prazer. Tenho uma tia com 90anos e que é viúva há mais de 30, sem filhos e nunca se sente só. Ela apoia outros idosos que não podem sair de casa, ajuda e participa na igreja da sua residência, enfim mantêm-se ativa e nunca só. Hoje venho especialmente para agradecer o seu carinho ao ter comemorado comigo o aniversário da minha mãezinha, deixando a sua preciosa mensagem.
    “A glória da amizade não é a mão estendida, nem o sorriso carinhoso, nem mesmo a delícia da companhia. É a inspiração espiritual que vem quando você descobre que alguém acredita e confia em você.” (Ralph Waldo Emerson)
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  5. Infelizmente é tão frequente, mas também devemos reconhecer que algumas das vezes é culpa do próprio
    Saudações amigas

    ResponderEliminar
  6. Eu declarei-me oficialmente velha quando não consegui aceitar que, na Alemanha, a uma jovem fosse cancelado o subsídio de desemprego por se recusar prostituir-se.

    De facto, não é uma questão de cronologia , mas sim de como a pessoa está fisica/mentalmente.

    Desde os dezassete anos que eu que faço saber desta vontade de ser cremada e sempre pedi a Deus a morte que meu Pai teve: repentina .

    Bom dia, Laura.

    ResponderEliminar
  7. Realmente os idosos no nosso país estão mesmo entregues ao abandono.

    Aliás todo o país está abandonado e entregue à sorte.

    Bom resto de semana

    beijinho da Gota

    ResponderEliminar
  8. Olá São ,

    é enquanto estamos vivos e física e mentalmente bem que devemos tratar destes assuntos que também fazem parte da vida . O seu fim .
    Já declarei , por escrito , que quero ser cremada . Para quê ocupar espaço com um corpo já sem alma ?

    Um beijo grande ,
    Maria

    ResponderEliminar
  9. Partilhei este cartaz no FB. Para a velhice caminhamos todos. PENA É QUE NOS FAÇAM PERDER A DIGNIDADE SÓ PORQUE NÃO TIVEMOS A "SORTE" DE MORRER ANTES DE ENVELHECER.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  10. *
    hó, meu virtual amor,
    destas estradas virtuais,
    se me permites, troco apenas,
    virtualmente, uma letra, o, o
    pelo e, em vez do cremado, o
    cromado, que grande cromo eu sou !
    ,
    conchinhas ao natural, ficam !
    *

    ResponderEliminar
  11. Os meus desejos:
    - Que um dia ao acordar... acorde morto (rsrsrs)
    - Continuar na morte a vida de cromo e portanto ser "cromado", digo cremado e sem carpideiras a esvoaçar à minha volta.
    - Como tenho a certeza que nunca ficarei só, (vou partir antes da m/secretária de toda uma vida), não me importo com a situação.
    Aceito a lei da vida que começa e acaba.
    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  12. Posso assinar por baixo?

    meu Pai dizia exactamente isso" acordar morto" e foi mesmo isso que aconteceu.

    Peço a Deus que me dê sorte igual: estar independente até ao fim e morrer de repente.

    Bom final de semana, meu caro.

    ResponderEliminar
  13. ADELINHA, desde muito nova que afirmo esta minha decisão: nem imaginas o escândalo !!

    Jazigo para mim também é das piores coisas, sim.

    Há pessoas que ficam sós por culpa delas, temos também que ter isso em mente.

    Infelizmente, conheço pessoas assim.

    Bom final de semana, linda

    ResponderEliminar
  14. Querida DONA, se me derem por opção, claro que prefiro ser independente até morrer: tenho pavor de ser dependente do que ou de quem que seja!!!

    Bom final de semana

    ResponderEliminar
  15. Querida MARIA, a pior solidão , pode acreditar, é a que se vive ao lado de alguém!

    Por isso,concordo consigo.

    Que sua mãe faça muitos aniversários com saúde e rodeada de quem (a) ama.

    Bom final de semana

    ResponderEliminar
  16. Importantissimo o seu comentário, caro VALENTE!!

    Muitas vezes se esquece que as relações se constroem ao longo da vida...

    Beijinho

    ResponderEliminar
  17. ______________________________

    ...pois é... Pena que não possamos escolher a maneira como vamos partir... Acredito que será como merecermos.

    Também já deixei claro com a minha família, que prefiro ser cremada. Acho mórbido estar indo em cemitério, como se a pessoa amada, ainda estivesse por ali...

    Mas, sabe amiga... Penso que talvez seja melhor uma partida, sem pessoas sofrendo a nossa volta... Penso que é mais tranquilo morrer sozinho.


    Beijos de luz e o meu carinho!!!

    _____________________________

    ResponderEliminar
  18. Excelente iniciativa.
    Vivi uma situação destas com um bom amigo. Um advogado de Valência. Só o soube quando fui à sua procura... não atendia o telefone. Os vizinhos só deram por isso quando começou a cheirar... e chamaram à policia.
    O passo da vida para a morte... imprevisível!
    Um grande abraço, querida amiga

    ResponderEliminar
  19. moro só há mais de vinte anos. se me encontrarem já morto, paciência. será mau para os meus se for inesperado.
    depois de morto tanto me faz, se não quiserem fazer o funeral podem deixar-me na valeta. mas sim, cremação é mais ecológico. penso eu...

    ResponderEliminar
  20. Estar só não é pecado, tragédia é recear a solidão!

    Eu espero bem que tenha o que meu Pai teve: independência física e mental até ao fim e acordar morto, como sempre quis.


    Venha sempre, que é muito bem vindo, rrss

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  21. DUARTE, meu amigo, tens razão: ninguém sabe como fará a passagem da vida à morte...e de quelaquer mod, será sempre um acto solitário, tal como o nascimento.

    Eu peço a Deus que me poupe o sofrimento, porque da morte em si não tenho medo.

    Um bom final de semana com os teus.

    ResponderEliminar
  22. Amiga seu post me deu vontade de chorar.
    Bom fim de semana!
    Beijinhos.
    Brasil
    °º♥

    (⁀‵⁀,)
    ¸`⋎´
    ¸.•°`♥

    ResponderEliminar
  23. Amiga, isso é o mínimo que se exige dum ser humano.

    Tudo o que um sonho precisa para ser realizado
    é alguém que acredite que ele possa ser realizado.

    Bom fim de semana
    Beijo

    ResponderEliminar
  24. Dói-mer imenso ver a dignidade humana não ser devidamente respeitada.

    Por isso me choca muito a violência seja de que tipo for, a fome, a falta de liberdade , a discriminação, ....

    Um bom fim de semana, minha amiga

    ResponderEliminar
  25. Minha querida amiga, só mostra quanto é sensível.

    Bem haja, linda INÊS!

    ResponderEliminar
  26. Assim é, GOTA, assim é!

    O país está totalmente entregue a si mesmo, sem ninguém que verdadeiramente se preocupe com o destino de quem o habita.

    Um bom fim de semana

    ResponderEliminar
  27. E que mais tarde oui mais cedo terá a campa abandonada, como - por exemplo - irá acontecer às de meus pais, quando eu própria morrer.

    O que eu gostaria é que me tratassem bem em vida, depois já não vale a pena...

    Um bom fim de semana, MARIA

    ResponderEliminar
  28. Querida ZÉLIA, também acho que algumas pessoas morrem excatamente como desejam: foi o caso de meus pais, por exemplo. Espero que seja também o meu.

    Morrer é sempre um acto solitário...

    Um abraço amigo

    ResponderEliminar
  29. Qualquer dia ainda nos encerram todos numa colónia penal para terceira idade!!

    Bom fim de semana, amiga ELVIRA

    ResponderEliminar
  30. Meu querido POETA, cromo?! Tu?!
    Nunca, jamais!!

    Um abraço apertado.

    ResponderEliminar
  31. Saber ser vizinho é uma arte que deveria ser ensinada; ministrada desde a mais tenra infância.

    Um grande e longo abraço

    ResponderEliminar
  32. São,amiga.
    Num passado recente o relacionamento com os vizinhos, era de próximidade,logo os idosos eram acompanhados.
    Isso infelizmente acabou e não se criaram extruturas, para cuidar e apoiar os mais velhos.
    "Tanta coisa para fazer, neste Ano Internacional da Velhice!"E tanta gente sem ter,trabalho.
    beijocas.
    Mariana

    ResponderEliminar
  33. Tens razão!

    Para ter certa vizinhança, melhor morar isolado...

    Um beijinho grande, MANDRAG

    ResponderEliminar
  34. Querida MARIANA, análise certeira ; se construissem instituições de apoio resolveriam dois problemas de uma vez: o das pessoas desapoiadas e o das desempregadas.

    Mas parece que falta o dinheiro para essas coisas...e o bom senso ainda mais, né?

    Abraço apertado

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...