quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Víctor Jara: Vamos por Ancho Camino

Completam-se quarenta anos sobre o golpe brutal de Pinochet, apoiado pelos EUA, que derrubou Allende , Presidente  democraticamente eleito do Chile.
 
Durante  17 anos , a ditadura militar assassinou e fez desaparecer largos milhares de pessoas.
 
Víctor Jara  fez parte dessas vítimas, pois foi cruelmente   morto  no Estádio Nacional.
 
Em 11-9-2001 os próprios EUA choraram as vítimas  de uma tremenda carnificina.
 
Paz e alívio para quem sofreu na carne e na alma os horrores destas barbaridades!
 
Luz e arrependimento para quem concretizou tanta maldade sobre outros seres humanos.


18 comentários:

  1. Pois é!!!
    O mundo e a humanidade seguindo, entre trancos e barrancos..
    Temos que ter fé!
    bjs
    Ritinha

    ResponderEliminar
  2. 40 anos de crimes impunes - mas que nunca serão esquecidos!!

    ResponderEliminar
  3. Fico sempre comovida e arrepiada quando ouço Víctor Jara.
    A humanidade nunca pode esquecer estas atrocidades.

    beijinho

    ResponderEliminar
  4. E hoje é que vi um documentário sobre o seu bárbaro e premeditado assassinato: claro que os intervenientes negam , um diz até que estava em La Moneda e nunca foi ao Estádio Chile!

    Abraço, minha amiga.

    ResponderEliminar
  5. IMpunes perante os homens, mas podes ter a absoluta certeza de que o karma existe e que a lei de causa-efeito jamais falha, pelo que pagarão pelos seus crimes!

    Fica bem ,JUSTINE

    ResponderEliminar
  6. Temos mesmo, mas por vezes é complicado...

    Beijinhos, RITINHA

    ResponderEliminar
  7. Comovente para mim ouvir Victor Jara, obrigada Sãozita pela partilha, foi uma excelente homenagem.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  8. Uma data duplamente trágica.
    Embora muito poucas pessoas recordem a primeira parte, São :(

    ResponderEliminar
  9. ADELINHA, estas datas não se podem deixar olvidar.

    Fiquei chocada : ontem não houve uma referência ( não ouvi, pelo menos) ao golpe do Chile enquanto o 11-9-2001 foi largamente relembrado!

    Pior : no facebook houve uma criatura (influenciada por esta sociedade onde as imagens nos sufocam) achou pior o que aconteceu nos EUA porque jamais se viu em directo uma coisa assim e que, a ditadura só durou 17 anos, enquanto as consequências da queda das torres gémeas ainda perduram.

    Que tem esta gente na cabeça?!

    Beijinhos, muitos

    ResponderEliminar
  10. Caro PEDRO, esta data é fatídica, pelos vistos.

    Fiquei tristíssima e indignada porque a tragédia do Chile, provocada pelos EUA, não foi sequer mencionada enquanto a queda das torres gémeas foi relembrada até à exaustão e estupidamente designada como o dia que mudou o mundo.

    Como mudou o mundo? E os hediondos massacres de Sabra e Chatila feitos por Israel? E a guerra atroz do Ruanda? e...? e...?

    Que nunca deixemos passar estas atrocidades em branco seja quem for que as pratique!

    Tudo de bom

    ResponderEliminar
  11. Ficam na história como heróis.
    Victor Jara ficará sempre na nossa lembrança.

    ResponderEliminar
  12. Que paguen esos criminales todas las barbaridades que hicieron.

    Besos.

    ResponderEliminar
  13. Oxalá, amigo mio, mas acho que ficarão impunes...mas não perante DEus!

    Sonhos arco-íris

    ResponderEliminar
  14. Concordo totalmente , MANUEL.

    Até breve

    ResponderEliminar
  15. ¸.•°❤ ❤⊱彡
    "O homem é o lobo do homem."
    O lobo só mata para se alimentar e tem um aqui no Brasil, o lobo Guará que prefere frutas.
    ¸.•°❤ BOM FIM DE SEMANA! ❤⊱彡

    ResponderEliminar
  16. Infelizmente tem razão: a espécie humana é a única que pode lutar até à auto-extinção!

    Que engraçado, desconhecia esse lobo Guará...

    Minha querida, seja feliz!

    ResponderEliminar
  17. A trajetória da América do Sul e de seu povo tem momentos dramáticos como esses anos de despotismo e outros anteriores de invasões e destruição, durante os períodos de conquista portuguesa e espanhola, principalmente.Todavia a índole corajosa e guerreira na defesa da justiça, nos dá a esperança de que a semente não morra pelas invasões da modernidade com seu despotismo velado...
    Andei involuntariamente distante por um tempo pelo que peço desculpas.
    Quando vi o post sobre a ditadura no Chile, mil sentimentos de juventude vieram à tona... Lembranças de um tempo de muito idealismo...
    O coração fica triste... mas também feliz... se isso é possível...
    Grande abraço, minha amiga de sempre São!!

    ResponderEliminar
  18. Bem vinda!


    Realmente, devemos reconhecer que toda a colonização foi má, assim como a escravatura. Infelizmente, era o paradigma da época.
    Nem todas as pessoas estariam de acordo e mesmo em relação ao padrão vigente houve acontecimentos bárbaros.

    Aqui na Europa, estou a lembrar-me da Cruzada contra os Cátaros que destruiu o Languedoque e todo um conceito de cristianismo bem mais correcto do que o de Roma, dando origem a essa nefanda instituição da Inquisição, ainda hoje em vigor!!

    Mas , não podendo julgar a História com os nossos conceitos contemporâneos, temos o direito de denunciar e criticar as barbaridades praticadas nos nossos dias em que é reconhecida a dignidade de todos os seres humanos e em que nem religião nem política podem servir de justificação para crimes totalmente hediondos.

    Esperemos , pois, que a América do Sul consiga deixar em definitivo para trás todo o sofrimento e ressurja como um farol de esperança!

    Minha querida, não há nada para desculpar e grato abraço por me dar o prazer da sua sempre agradável presença.

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...