sexta-feira, 4 de abril de 2014

DEVANEIOS - "EM CERTOS MOMENTOS " **


Em certos momentos,
O Sol risca de negro
O ventre dos dias.

No entanto, os pássaros
 Nascem sempre 
Livres e sem medo
Nos olhos dos poetas.

São Banza (27/3/2014)


**Para ti, Xavi, com carinho!

30 comentários:

  1. O que eu gosto de devaneios!! :)))
    BFDS!

    ResponderEliminar
  2. Pássaros livres e sem medo... Belíssimo devaneio!
    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos que os imitar, amiga...

      Grato e enorme abraço , rrss

      Eliminar
  3. Bom dia São

    Maravilhoso... e profundo...Adorei.

    Bom fim de semana

    Beijos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostou mesmo, Ci? Grato abraço e que seja muito bom o seu fim de semana, rrss

      Eliminar
  4. ♪✿✿º°。
    Como eu queria que todo mundo tivesse um pouco de poesia na alma.
    O mundo seria mais agradável!
    Parabéns São!

    Bom fim de semana, amiga!
    Beijinhos do Brasil.
    ♪✿✿¸.•°♪

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo de todo consigo, querida amiga!

      Abraço de matar saudades, rrss

      Eliminar
  5. Maravilha,São! Adorei! bjs, lindo dia! chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gratisssimo abraço, amiga, e excelente final de semana!

      Eliminar
  6. Um devaneio poético belo!

    Beijinhos, São.

    ResponderEliminar
  7. E que saibam sempre aproveitar essa liberdade.
    Quem me dera ser pássaro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oxalá saibam, sim!

      Mas é um pássaro, meu caro...

      Bom final de semana, rrss

      Eliminar
  8. Amiga São gostei deste seu devaneio.
    os olhos dos poetas são sempre Livres!

    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo apreço, rrss

      Sim, os olhos dos poetas são sempre livres e a criança que temos em nós também,,,

      Abraço amigo de parabéns, desejando um futuro mais feliz do que o passado.

      Eliminar
  9. Que belo poema hein sua menina retada?

    Em poucas palavras, todos os desejos aflorados na rebelião dos poros... kkkkk

    PORRETA!

    O Sibarita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço sua generosidade, meu bem, mas não é poesia: é prosa poética...

      Bom resto de fim de semana, rrss

      Eliminar
  10. :)

    Muchas, muchísimas gracias.

    Eres un cielo.

    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada tens a agradecer, amigo mio!

      Besos e abrazos, rrsss

      Eliminar
  11. Adorei o devaneio. Nos olhos dos poetas a vida tem um colorido especial, ela é livre.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é a minha amiga que nos ofereceu aquele belo texto de que devemos ver a vida num colorido rico e quente?

      Grato beijo,

      Eliminar
  12. Muy querida amiga Sao.

    Que alivióda el poder darle un eterno adiós al miedo.

    Fortísimo abrazo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, meu amigo,seria um alívio poder fazer isso...mas resta sempre algum receio dentro de nós. Só temos que saber viver com isso, não é?

      Beijos com votos de que fiques muito bem, Ricardo

      Eliminar
  13. Por isso os poetas cantam a liberdade do voo e dão cor ao sonho....

    Boa semana

    Bj da gota

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo...

      Grato abraço , retribuindo o voto de excelente semana, rrss

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...