MALTA

MALTA

terça-feira, 1 de abril de 2014

DEVANEIOS : PENSAMENTO


28 comentários:

  1. Profundo e lindo! bjs, boa noite! chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato abraço, linda.

      Tudo de bom, Chica, rrss

      Eliminar
  2. Sãoamiga

    Aqui em Goa (35º e 29º na água do mar) leio o que escreveste em 1985 e... concordo. Este Paraíso vai acabando. A 1 de Maio chegarei à desgraça. Sortes...

    Qjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Benvindo!

      Nunca fui e com Herr Coelho a apropriar-se daquilo que é meu nunca irei a Goa, infelizmente.

      Cá fico esperando então o regresso.

      Até lá, grande abraço, rrss

      Eliminar
  3. Bom dia São

    Pois, é verdade..Lindo :-)

    Beijinho e um dia feliz...

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. O absoluto é o tempo da infância. Gostei do seu pensamento, São.
    Beijos e bom dia,
    Renata

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, na infância estamos mais perto do absoluto e ainda não nos auto censuramos e nossos sentidos estão abertos a tudo.

      REnata, meu bem, grato abraço

      Eliminar
  5. Boa tarde

    Concordo na íntegra...Uma verdade indesmentível...

    Deixo abraço
    **********************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vindo!

      Gosto que concorde.

      Abraço retribuído, rrss

      Eliminar
  6. Belo pensamento, São! E que bela imagem escolheste! Boa semana, querida amiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não mais belo do que os teus, Swami!

      A imagem tirei-a num pôr-de-sol sobre o Atlântico.

      Reconhecido abraço e boa semana, meu bem

      Eliminar
  7. Respostas
    1. Sinto-me bem na tua companhia, Xavi.

      Bem hajas!

      Eliminar
  8. E vamos em frente São,
    a nostalgia pode ser positiva se não nos deixarmos abater,
    que assim seja!
    abraços e bons dias amiga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos mesmo que seguir em frente, Lis, nem que seja cambaleando!

      Aqui em Portugal dizemos "Vamos a andar, que para a frente é que é Lisboa", rrs

      DEus a acompanhe, querida

      Eliminar
  9. Respostas
    1. No sentido de que Algo nos transcende e de que o ser humano está sujeito a uma infalível Lei de Retorno, garanto que o Absoluto existe.

      E sei-o não por dom inefável de fé, mas por sofrimento que me mostrou indubitavelmente a verdade dos ensinamentos maiores, mas adulterados ou mal explicados pelas igrejas organizadas.

      Abraços

      Eliminar
  10. Uma ferida tantas vezes mal preenchida minha amiga.

    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo totalmente... e que deixa , mesmo preenchida, sempre um travo a papéis de música.

      Bons sonhos, linda

      Eliminar
  11. ....e dói, caramba...se dói!


    Beijinho, São

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, dói muito ,,,eu sei

      Abraço com solidariedade e carinho

      Eliminar
  12. Apenas acredito no absoluto da miséria...

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acredito no Absoluto porque me foi demonstrado por facto tanto na minha vida como na de outras pessoas que Algo existe para além do puramente material.

      Um bom Abril para ti e família, rrss

      Eliminar
  13. E ainda bem que essa ferida se mantém aberta, pois só assim se alimenta a curiosidade em se querer saber mais!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas enquanto não se encontra um bálsamo dói muito, e mesmo depois não deixa de doer por completo

      Tudo de bom

      Eliminar
  14. E por vezes sangra e doi bastante .

    Um abraço , São ,
    Maria

    ResponderEliminar
  15. De que maneira...e não há como a estancar em definitivo.

    Beijinhos, Maria

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...