domingo, 6 de outubro de 2013

FEMINISMO DE MARCEL ROUET


18 comentários:

  1. Não sei se são marcas da nossa educação ou se são marcas de falta de sensibilidade e de respeito.

    ResponderEliminar
  2. Não será uma mistura das duas coisas e também de um Vaticano refractário à Mulher?

    Bons sonhos

    ResponderEliminar
  3. Sãoamiga

    Poizé. Enquanto as mulheres forem consideradas (por bastantes...) objectos o Mundo não vai a nenhum lado.

    É preciso não esquecer que sem Elas não existimos; claro que o pai também colabora... Mas a maternidade é linda.

    Não falo da Alfredo da Costa que estes fdp querem deitar abaixo; falo do ventre que albergou cada um de nós.

    Daqui convido a lerem um romance extraordinário: EM NOME DO PAI do Nuno Lobo Antunes. Em duas noites o li e... adorei.

    Qjs

    Henrique

    ResponderEliminar
  4. É mesmo por concordar que a maternidade é maravilhosa e por achar que a Mulher deve ser respeitada, que considero intoleráveis as expressões "filho da pu..." e "cabr..."

    Porque não é o homem visado quem está a ser insultado, mas sim a Mulher!

    Agradeço a sugestão de leitura, mas dessa criatura não leio sequer uma única palavra.

    Abraço grande, Henrique

    ResponderEliminar
  5. Peço desculpa, não reparei que era NUNO, porque o único escriba que conheço Lobo Antunes é o psiquiatra desequilibrado.

    Assim, ficará na lista.

    Mais uma vez, obrigada.

    Tudo de bom, caro HENRIQUE

    ResponderEliminar
  6. Seja quais forem as causas, São, eis uma injustiça que a história já passou do tempo de redimir! Boa semana, amiga.

    ResponderEliminar
  7. Bom dia São!!!
    E que com o tempo possamos ser mais dignas e respeitadas de todas as nossas atitudes e pensamentos...
    Feliz e Abençoada Semana!!!
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderEliminar
  8. Igualdade na humanidade nunca foi uma realidade.
    ~Alyson Barboza

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  9. Infelizmente , assim é. Mas temos que tentar!

    Felicidades

    ResponderEliminar
  10. Esta discriminação misógina só revela medo, muito medo.

    ResponderEliminar
  11. É essa mesma grandeza e força que, tal como a pessoa anónima diz, provoca muito medo !

    E, infelizmente, existem mulheres tão alienadas que conseguem ser mais machistas do que muitos homens...

    Fique bem, DIANA

    ResponderEliminar
  12. Aún queda mucho camino... por desgracia.

    Besos.

    ResponderEliminar
  13. 'Sociedade patriarcal'-está tudo explicado.

    Os homens sempre dominaram. As mulheres tinham de cuidar das crias, é histórico.

    Beijos

    ResponderEliminar
  14. Houve uma época em que a divindade era feminina e as mulheres detinham o Poder.

    Só que , às tantas, os judeus inventaram um deus vingativo : Jeová, o Senhor dos Exércitos.

    E os cristãos , não sei como, dizem que ele é o Pai de que Jesus fala e fantasiaram uma divindade três em um , excluindo por completo o princípio feminino.

    E agora aqui estamos nesta civilização judaico-cristã, que se distingue por uma marcada misogenia.

    Pena que muitas mulheres aceitem como natural serem marginalizadas e culpabilizadas!

    Abraço, PÉROLA

    ResponderEliminar
  15. Se falta, TORO!

    Hoje foi assassinada em Portugal a vigésima quinta mulher pelo companheiro, que se suicidou.

    No outro meu blogue("são) está um poema teu em jeito de prosa, porque não caberia na foto de outra maneira. Estou desculpada?

    Besos

    ResponderEliminar
  16. Assino por baixo, BIA, assino por baixo.

    Bem haja!

    ResponderEliminar
  17. A causa é a má vontade e o preconceito com forte instalação em enorme parte da Humanidade (tanto em homens como em mulheres)

    Só temos que lutar para que , independentemente, do sexo, todas as pessoas tenham os mesmos direitos e oportunidades e sejam respeitadas de igual modo.

    Querido SWAMI, bem hajas!

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...