MALTA

MALTA

domingo, 18 de março de 2012

O discurso que o secretário de Estado HENRIQUE GOMES nunca leu




Este Secretário de Estado foi demitido porque queria cumprir a orientação da troika e defender os consumidores.


Mas , pasme-se, o secretário de Estado que enganou Passos e pagou indevidamente o mês de Agosto à Lusoponte continua em funções!!

Alguém me explica como Mexia (EDP)  conhecia o estudo e as decisões do Governo?!

Alguém tem a coragem de dizer que esta cambada é melhor que o Governo de Sócrates?

8 comentários:

  1. Muitos lobbies.
    Isto venhaquem vier,sobra sempre para o mais fraco.
    E quando há alguém corajoso que "belisca" os poderes instituidos é demitido:(
    Beijinhos e bom domingo

    ResponderEliminar
  2. Socrates foi para mim um bandido que merecia ser julgado e responsabilizado por todos os desmandos do seu governo. Mas parece que está a cumprir-se aquela regra que diz: "Atrás de mim virá quem bom me fará"
    Infelizmente para o mexilhão o mar anda muito revolto.
    Um abraço e bom Domingo

    ResponderEliminar
  3. Estamos a perder a paciência.....

    Cada dia surgem factos novos e todos bem negativos....É triste , mas real.

    Bom domingo

    Bjgrande do Lago

    ResponderEliminar
  4. Como tem razão, MINA!!

    O actor que eu referia é o "Chanquete" do seu vídeo.

    Bom resto de domingo

    ResponderEliminar
  5. Estamos em total sintonia: Sócrates fez muito mal, mas estes estão fazendo ainda pior!!

    Um bom resto de domingo, ELVIRA.

    ResponderEliminar
  6. Não há pachorra, de facto. Mas , desgraçadamente, o "bom povo português" continua pachorrentamente a aguentar todas as moscas e até escolhe sempre as mesmas !!

    Bom resto de domingo, AFLORES

    ResponderEliminar
  7. GARÇA REAL, ainda veremos acontecimentos piores, porque as decisões impostas pela troika que foram rigorosamente cumpridas foram as que afectaram os trabalhadores, pois aí não havia direitos adquiridos a serem respeitados. Mas face às grandes empresas e Mexias serão todos e mais alguns.

    Um abraço

    ResponderEliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...