domingo, 27 de setembro de 2009

IMPOSSIBILIDADE


Impossível

Olhar os corpos retalhados

Os bocados que nos falam

Tudo espalhado p´lo solo


Impossível

Mergulhar a dor

Os olhos desesperados

Dúma criança violentada


Impossível

Ouvir sem vergonha

As palavras

Ocas Ganidas

Os políticos sem decoro


Impossível

Não perder humanidade

Sem

Erguer a voz

A cada quotidiano.


SÃO BANZA

( "EM OURO CRU")

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

UMA QUESTÃO DE FÉ




" Os anjos disseram a Maria: Deus te escolheu, te isentou de toda a mancha , te elegeu entre todas as mulheres do universo."


CORÃO 3, 42

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

DEFESA




Cortarei

Os pulsos

Do pudor

Para

Te poder falar

de amor,

Mas

De uma maneira

Que não entendas

( E, assim,de mim
Me defendas)




SÃO BANZA

sábado, 5 de setembro de 2009

POEMA DE PAPINIANO CARLOS

Sob as estrelas, sob as bombas,

sob os turvos ódios e injustiças,

no frio corredor de lâminas eriçadas,

no meio do sangue, das lágrimas,

caminhemos serenos.

De mãos dadas,

através da última das ignomínias,

sob o negro mar da iniquidade,

caminhemos serenos.


Sob a fúria dos ventos desumanos,

sob a treva e os furacões do fogo

aos que nem com a morte podem vencer-nos,

caminhemos serenos.

O que nos leva é indestrutível,

a luz que nos guia connosco vai.

E já que o cárcere é pequeno

para o sonho prisioneiro,

já que o cárcere não basta

para a ave inviolável, que temer, ó minha querida?

Caminhemos serenos.


No pavor da floresta gelada,

através das torturas, através da morte,

em busca do país da aurora,

de mãos dadas, querida, de mãos dadas,

caminhemos serenos!

CITAÇÃO : SAKYA TRICHEN (2016)

  " O inimigo não está no exterior, ele existe no interior da nossa própria mente. As nossas emoções negativas são os nossos piores ini...