terça-feira, 30 de novembro de 2021

CITAÇÃO : ALEXANDRA COELHO

 "A violência de Israel é muito profissional e organizada, estão a fazer tudo para que seja impossível existir ali um outro Estado.


Há dois milhões de pessoas a enlouquecerem em Gaza , quarenta quilómetros, numa situação que não tem paralelo em nenhum ponto do planeta. Isto não é um conflito: é um Estado que tem dois povos na mão, como um carcereiro. E o que faz não serve a humanidade nem dos israelitas nem dos palestinianos.


É por isso que Israel é , hoje, um país doente. Aquilo é uma fuga para a frente, sem saída." 

24 comentários:

  1. Profundo! O sofrimento deste povo não tem fim ...
    -
    Sentimento fatal...
    -
    Beijo e uma boa tarde!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E dói mais ainda , porque até os próprios árabes não se importam de verdade com esta injusta situação dos palestinianos...

      Beijinho, feliz Dezembro!

      Eliminar
  2. Sofre um povo inocente enquanto os barões se degladeiam e... andam de limosine.
    .
    Cumprimentos poéticos
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, sim...

      Como sempre, são pessoas inocentes as que mais sofrem , sob o olhar indiferente de quem detém o poder ou de quem nada se importa com a tragédia de outros seres humanos.

      O comportamento de Israel e dos EUA é imperdoável!!

      Bom DEzembro e tudo de bom .

      Eliminar
  3. Infelizmente esta situação não é nova. O que é lamentável, é que a comunidade internacional sabe o que se passa e nada faz. Inclusive, o conselho de segurança das nações unidas, que, quando é chamado a tomar posição sobre este caso, existe sempre o veto por parte dos Estados Unidos, principal aliado de Israel. Que ao tomar sempre esta posição, é igualmente responsável.

    Israel esqueceu que foi vítima do holocausto. Agora agem da mesma forma que a Alemanha Nazi, em relação ao povo da Palestina, cometendo estas atrocidades impunemente.
    São autênticos terroristas, ocupando o território palestiniano, e não só.
    É tempo de parar estas atrocidades.

    Uma boa noite, amiga São!
    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assino por baixo o teu comentário tão justo e lúcido.

      Israel teve durante vinte anos em funcionamento o campo de concentração de Khiam , em território libanês, utilizando todo o tipo de torturas e mantendo as vítimas em celas minúsculas.

      Quando por fim acabaram a ocupação do Líbano, além de salvar e dar guarida a assassino que dirigia o campo , fizeram exactamente o que os nazis fizeram, por exemplo, em Birkenau, isto é, destruíram tudo para que não houvesse testemunho das suas atrocidades.

      Os religiosos ultra-ortodoxos, aliados à extrema-direita política, pretendem a reconstrução daquilo que designam o Grande Israel, o que implica a destruição pura e simples de diversos países.

      Abraço caloroso, meu amigo, e que tenhas excelente Dezembro!

      Eliminar
  4. Las ambiciones y la falta compasión no son solo parte de un pueblo. Te mando un beso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que Israel tem feito aos palestinianos , com o apoio incondicional dos EUA e perante a indiferença dos países árabes, é igual ao que os nazis fizeram na Segunda Guerra Mundial aos judeus ( e não só) .

      Todos os crimes contra a Humanidade são imperdoáveis, independentemente de quem os pratica!!

      Te abraço

      Eliminar
  5. Continuo a pensar que é um problema insolúvel.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se for mesmo insolúvel é da exclusiva responsabilidade de Israel e dos EUA!!

      Israel deveria sair dos territórios ocupados.

      Eliminar
  6. Se odian desde el Antiguo Testamento. Y esa guerra y ese odio ya no tienen remedio creo, Sao. Yo prefiero no enterarme de nada que pasa en el medio oriente, así soy más feliz. Un abrazo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não quero perder a esperança, porque existem pessoas de ambos os lados que conseguem construir pontes de entendimento e compreensão e , nalguns casos, até perderam filhos /filhas .

      Os EUA deveria retirar o apoio incondicional a Israel e não vetarem todas as decisões da ONU que tentam controlar os crimes contra a Humanidade dos judeus.

      Te abraço, Ingrid!

      Eliminar
  7. Los palestinos no tienen a nadie con ellos.
    Es un horror lo que les está pasando.

    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, é mesmo assim: ninguém se importa com a tragédia dps palestinianos.....

      Te abraço

      Eliminar
  8. Infelizmente acontece o mesmo com o Curdos na Síria, Iraque e Irão e ninguém quer saber deles.

    Bom feriado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com a agravante de que o Ocidente os utiliza , traindo-os depois!

      Já escrevi sobre a tragédia curda aqui há tempos.

      Bom Dezembro!

      Eliminar
  9. Muito triste o que está a acontecer por lá, aliás o que há muito acontece por lá! :( Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estes povos oprimidos e de quem a comunidade internacional se esquece vivem uma tragédia terrível....

      Beijinho e feliz Dezembro, Inês!

      Eliminar
  10. Respostas
    1. Sem dúvida e uma vergonha sobre todos os países que não se preocupam com estes povos subjugados e desrespeitados!"!

      O caso palestiniano é paradigmático>!!>

      Eliminar
  11. É muito triste vê pessoas inocente sofrendo, enquanto os poderosos tiram proveito da situação.

    Beijinhos, feliz Dezembro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo totalmente!

      AS pessoas inocentes de ambos os povos são as que mais sofrem ... e quem detém o Poder passa sem grande incómodo!

      Grato abraço, Fatyma, para si também um Dezembro feliz !

      Eliminar
  12. Israel já perdeu a sua razão há muito... mas talvez nos arraste a todos para algo global... e caótico... segundo Newton talvez até 2060... se os deuses perderem a paciência, com a falta de senso da humanidade...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O sionismo tem muitas semelhanças com o nazismo, infelizmente.

      Enquanto os alemães se consideravam a raça superior, os judeus consideram-se o povo escolhido pela divindade; os alemães reclamavam o espaço vital, os judeus querem reconstruir o Grande Israel; os alemães criaram campos de concentração nos países ocupados e os judeus criaram o de Khiam no sul do Líbano - e ambos procederam à destruição dessas construções para não deixarem provas; os alemães encerraram os judeus no Gueto de Varsóvia e os judeus encerraram os palestinianos na Faixa de Gaza!

      Os judeus não têm uma palavra sobre as outras vítimas do nazismo, sequer , e apropriam-se de tudo : a minha simpatia por eles já se esgotou há décadas.

      Abraço, Ana

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...