sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

AMÉLIA DOS OLHOS TRISTES

 Amélia tinha 16 anos e decidiu deixar a vida. 

Tinha depressão , causada ou agravada por estes complicados tempos de pandemia, presumo.

Estamos numa sociedade em que o futuro das gerações mais jovens é cerrado e complicado e as perspectivas não são nem claras nem brilhantes ... e isso é difícil de enfrentar.

Infelizmente, perdeu-se uma vida que tanto poderia dar e receber por muito tempo.

A maior dor é mesmo a de perder quem se trouxe à Terra e a dilaceração é maior ainda quando é esse ser que determina o seu fim. Deve deixar uma sensação culpabilizante de se ter falhado redondamente.

Um alerta porém , é indispensável acerca da educação actual :  a demasiada facilitação dada às crianças/jovens  e a ausência de regras justas e firmes  e , pior, a pouca importância dada aos valores.

É um equívoco crer ter um amor maior pela criança /adolescente  quando se lhe faz todas as vontades  e se lhe evita totalmente a vida real com as suas dificuldades e agruras.

Quando justificadamente se diz "não" está-se a preparar quem o ouve para saber que nem tudo lhe é possível na vida e que esta não se comove nem demove com birras e choros.

É indispensável saber aceitar o fracasso e saber lidar com a frustração, pois são parte integrante da nossa experiência neste planeta.

A demasiada protecção acaba por deixar a criança/jovem sem capacidade de defesa face aos problemas que inevitavelmente irá ter que enfrentar.

Como é possível o estudo de uma obra escolar depender da vontade do aluno, que pode não querer confrontar-se com o suicídio de uma das personagens ?!

Para Amélia , Paz e Luz! Para quem a perdeu , a minha solidariedade.


52 comentários:

  1. Es una historia triste de Amelia. Tienes razón hemos creado una juventud que no razona y que desea todo fácil y a la que se le va a imponer muy grandes retos. Te mando un beso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lamentavelmente , estas gerações não estão minimamente preparadas para os desafios que as esperam e isso provoca tragédias como esta.

      Te abraço

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Uma tragédia que nos obriga a reflectir sobre as nossas relações como os mais novos.

      Boa semana

      Eliminar
  3. Olá Sao, gostei da sua visita.
    Triste o que aquí nos deija.
    Estou muito de acordo em tudo.
    Estamos oferecendo às crianças um mundo fora da realidade com tanta abundancia de coisas e poucos valores.
    Um abraço e boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, assim é e esse erro vai custar caro. ESta tragédia já faz parte.

      Grato abraço pela vinda.Tudo de bom

      Eliminar
  4. Respostas
    1. E os que aí vêm não serão pelo que temos de preparar as nossas crianças e jovens para os enfrentar!

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Eu também, pois uma garota que decide não valer a pena viver impressiona pela dimensão da dor que sentiu.

      Saudações cordiais

      Eliminar
  6. Es una gran preocupación cómo está afectado esto a los jóvenes y cómo afectará en su crecimiento a los niños, privados de tantas cosas. Hay que procurar apoyarlos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, este longo período de pandemia e incertezas vai marcar as gerações mais novas e temos que as apoiar, mas temos também que lhes dar ferramentas para saberem resistir à frustração.

      Te abraço, amigo mio

      Eliminar
  7. Que alguien se suicide es muy triste.
    Pero si es joven ya es una tragedia.

    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, o suicídio é algo que entristece , mas quando é uma pessoa jovem é uma dor!

      Te abraço, amigo mio

      Eliminar
  8. Amiga São,
    Concordo com tudo que escreveu e lamento o triste desfecho desta linda jovem.
    Infelizmente não é caso único, pois os valores familiares estão todos alterados e esta pandemia só os tem agravado.
    Que encontre finalmente paz e muita luz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que existe uma falta trágica de laços afectivos e que muitas vezes os tentam substituir por coisas materiais.

      Estamos a caminhar sobre o abismo e as consequências são tragédias destas, infelizmente.

      Abraço, minha amiga

      Eliminar
  9. Muy querida Sao.

    Amelia sin duda alguna recibirá en su morada tu escrito con plenitud de paz.

    Abrazos grandes!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que finalmente encontre a paz e a serenidade e a alegria que aqui não encontrou...

      Meu querido amigo, carinhoso abraço

      Eliminar
  10. Amiga São,
    São triste realidades que não deviam acontecer. Mas infelizmente, acontecem um pouco por todo o lado.
    É também verdade, que a culpa/responsabilidade, é da família, que não está atenta a comportamentos desviantes, e por outro lado, exigem que sejam os melhores do mundo em tudo. Depois, há esta frustração, que infelizmente originam estas tragédias...

    Bom fim de semana, com muita saúde.

    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http:// poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Educar é a tarefa mais importante e complexa da Humanidade e nestes tempos complicados exige uma atenção a toda a prova.

      Te abraço, meu amigo

      Eliminar
  11. Solidário com a dor pela fatalidade. Concordante no modo e na forma da totalidade do Post.

    Beijo
    SOL da Esteva

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma tristeza o que aconteceu a esta garota...

      Grato abraço

      Eliminar
  12. Nem me quero lembrar deste final tão triste.
    Paz à sua alma! :))
    -
    Quem dera, que a vida não fosse a descrença!

    Abraço. Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  13. Asumo que en tan penosa decisión se suman además del psicológico, otros factores, pues muchas veces no basta una buena educación. DE todas maneras es muy triste que se opte por el suicidio, aunque esta decisión es respetable, aunque no la comparto. Un abrazo. Carlos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem se suicida tem - tem que ter! - razões mais do que suficientes para essa opção e não me atrevo a criticar nem condenar quem a escolhe.

      Concordo : a educação é um factor, mas muito importante.

      Há anos atrás, antes até da pandemia, uma jovem de 17 anos tentou o suicídio porque não a aceitaram para integrar o elenco de uma telenovela...

      Te abraço

      Eliminar
  14. Educar é talvez d@s missões mais difíceis na vida pois exige muito de nós e est@rmos alertas para os nossos educandos, num mundo competitivo e com valores mor@is tão deturpado... ainda dificulta mais a nossa tarefa!
    O que aconteceu deveria levar_nos a uma reflexão!
    Paz aos corações em sofrimento!

    ResponderEliminar
  15. Também sou solidario ante situações assim.
    O momento que nos toca viver não é nada fácil. De todas formas tem muito que ver a capacidade de assimilação de cada um e do meio em que se encontra. Quem sabe, até pode haber outras razões.Uma pena!!!
    Um forte abraço de vida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma situação dolorosa, pois é uma vida cortada logo no início...e por vontade própria.

      Te abraço afectuosamente, meu querido amigo

      Eliminar
  16. A depressão é algo complicado!
    Passar por essa situação é muito difícil!
    Necessitamos de amar e sermos amados!
    E hoje em dia as pessoas vivem friamente!
    Dias melhores, recheados de esperança!
    Um beijinho, São!
    Megy Maia 🌼🌻🌼

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, também considero que a frieza das actuais relações causa muito sofrimento e tem pesadas consequências!

      Abraço com muito carinho, minha amiga

      Eliminar
  17. ¡Qué triste historia Sao! la depresión entre los adolescentes ha aumentado mucho desde que empezó la pandemia y el encierro. Pero mucha culpa también la tienen los padres que no tratan de buscar para sus hijos una forma de hacer juegos o paseos en familia, como salir a dar una caminata con los hijos, o llevarlos a patinar o montar bicicleta, en fin, es muy importante que los chicos sientan involucrados a sus padres en sus vidas, para que no caigan en las garras de la soledad y la depresión. Gracias por compartir esta historia. Un abrazo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim , uma tragédia...

      Infelizmente, a sociedade actual está confusa sobre valores que não podem nem devem ser ignorados e os laços afectivos são muito frágeis.

      E, claro, cada pessoa tem também a sua própria persinalidade.

      Te abraço

      Eliminar
  18. Olá São!
    Passando por aqui, para desejar uma boa semana, com muita saúde.
    Beijinhos com carinho e amizade.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  19. Um triste fim para uma Amélie tão jovem ainda.
    Mesmo acompanhada não resistiu à dor de existir!
    Pobres pais!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um drama , esta stuação.

      Nem consigo imaginar a dor dos pais...

      Beijinho

      Eliminar
  20. Uma história triste escrita com uma enorme sensibilidade. Obrigada, São por partilhares.
    Cuida-te bem.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem tem filh@s só tem que se colocar no lugar de quem vive(u) uma dor assim, minha querida!

      Grato abraço e tudo de bom para ti e família.

      Eliminar
  21. Antes de falar deste triste caso, quero dar-te os parabéns pelos 14 anos deste cantinho que me recebe há tantos anos e sempre com muito carinho. Muito obrigada, querida Amiga e, enquanto a vida me permitir, cá estarei para, de algum modo, agradecer o que nos dás em informação e troca de ideias. Este caso, tristissimo, acontece muitas vezes, como dizes, pela falta de valores e também pela excessiva preocupação dos pais em darem tudo o que os meninos querem, além de os sobrecarregarem com actividades que lhes preenchem todo o tempo; os meninos têm de ter aulas de ténis, de equitação, de vela, de surf, têm de ser os melhores da turma, enfim....é chic !!! Depois, não fiscalizam o telemovel das crianças e adolescentes e não sabem o teor das conversas que têm com os Migos. A minha nora uma vez viu uma conversinha da minha neta, de 12 anos, com uma amiga; esta dizia que se ia matar e a mimha neta, para arreliar a mãe por n ter gostado de uma repreensão, disse que ia fazer isso também. Imagina!!! Não é invasão de privacidade, este acto, mas uma forma de se estar atento ao que se passa na cabecinha deles. E depois há o tal do tiketoke ( não sei se está bem escrito ) e os youtubers que seguem religiosamente e alguns não são nada aconselháveis ! Tudo isto influencia os jovens e as crianças e os pais têm de estar muito, muito atentos. São, espero que estejas bem de saúde e olha...o teu comentário no começar de novo fez-me recordar o meu pai e uma frase dele que nunca esquecerei e que fazia rir quando ele contava o caso. Quando puderes, vai ver. Beijinhos
    Emilia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Graças pela tua presença( e pelas tuas simpáticas palavras), sempre bem vinda, minha querida!

      Quanto ao que deixaste aqui como reflexão, estás coberta de razão!!

      A vida das crianças e jovens está vazia de tudo quanto é importante e a transbordar de futilidades , objectos e actividades.

      Te abraço carinhosamente, minha Amiga, e que tudo seja lindo na tua vida.

      Eliminar
  22. Desconheço o episódio, São, mas estou inteiramente de acordo: tendemos a querer proteger demasiadamente aqueles que amamos, especialmente as crianças... mas cada um necessita ter as suas próprias experiências! Meu abraço, minha amiga; boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, as coisas ainda se agravam porque em vez de se partilhar o tempo e as vivências com as crianças e jovens , dão-lhe objectos, mas não a sua sua presença e o seu amor!!

      Caloroso abraço, querida Amigo

      Eliminar
  23. Muito triste isto que aconteceu, mas que nos leva a pensar em como a saúde mental tem que ser mais valorizada! Boa semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem razão, é necessário dar muito mais atenção â saúde mental em Portugal.

      Tudo de bom

      Eliminar
  24. O mundo, e muitos adultos... não estavam preparados para uma pandemia.
    O que dizer de uma adolescente?... Esta pandemia está a ter reflexos na saúde mental, de todos! Até eu, tenho tido os meus momentos de ansiedade brava... depois de dois anos, em stress contínuo, a desviar a minha mãe do caminho da virose... enquanto vejo as festarolas das campanhas eleitorais... a deitar por terra o esforço da vacinação... e a impedir pessoas com quadros de saúde problemáticas, de voltar tão cedo a ter uma vida menos arriscada ao respirar na via pública...
    Enfim... vivemos tempos de grande insensatez... que teremos dificuldades em explicar a jovens... mas hoje em dia, não serão apenas os efeitos da pandemia, mas os efeitos da pressão das redes sociais, a condicionar os efeitos do estado mental dos jovens... alimentar uma rede social, diariamente, com um empolgante quotidiano... mais simulado do que vivido... tem os seus custos...
    Enfim! A saúde mental colectiva... será algo que andará na ordem do dia, também no pós-pandemia...
    Beijinhos! Continuação de uma boa semana, São!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Educar é muito complexo, em situações de crise como a catual e já tão prolongada, tudo se complica.


      Esperemos que sim, que a saúde mental e a Educação tenham toda a atenção que merecem !


      Beijinho e bom resto de Janeiro :)

      Eliminar
  25. Muito triste isso que aconteceu.
    A pandemia fez e continua a fazer muitos estragos a todos os níveis, não é só de Covid que se morre, mas do que ela desencadeou.
    Tempos doloros e conturbados, estes.
    Bom-fim-de-semana com paz e saúde.
    beijinhos
    :(
    http://olharemtonsdemaresia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estamos numa época muitissimo complicada ... e todos os cuidados são poucos .

      Abraço grato e bom fim de semana

      Eliminar
  26. Es algo terrible que una adolescente llegue a desear no seguir adelante, algo estamos haciendo mal para que esto suceda y para colmo la dichsa pandemia agravandolo todo, lo siento enormemente, pero me ha gustado la exquisitez y delicadeza conque lo expones
    Un abrazo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo totalmente : uma tragédia que alguém tão jovem desista de tudo, mas temos que rever a maneira como estamos educando...

      Grato abraço pelo apreço.

      Eliminar

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...

CITAÇÃO : PAUL AUSTER , 10/2021

 " Biden não foi a minha primeira escolha como candidato e nunca fui um grande admirador dele. Dito isto, acho que tem feito um trabalh...