ROMAN ABRAMOVICH... DA SILVA


 

O magnata Roman Abramovich, nascido na Rússia em 24/10/1966, conseguiu a nacionalidade portuguesa através da legislação relativa aos judeus expulsos no reinado de D. Manuel I.


Parece, pelo menos a mim, fazer colecção de nacionalidades , pois além da portuguesa tem várias outras.


Quando ouvi na RTP uma cidadã russa a viver há vários anos em Portugal, demonstrando um bom domínio do nosso idioma,  censurar com toda a razão a rapidez com que Abramovich conseguiu algo tão  difícil de alcançar e só depois do cumprimento de uma longa e exigente burocracia. tive sentimentos de vergonha e raiva.


E quem o certificou como descendente de judeus sefarditas ? A Associação judaica do Porto, para a qual Abramovich contribuiu com verbas (avultadas, presume-se), cujo responsável é o rabino Daniel Litvak.


O escândalo foi de tal ordem que as autoridades portuguesas se viram obrigadas a investigar o caso , resultando daí a detenção de Litvak em  11/3/2022 quando se preparava para viajar para Israel.


Este triste caso só confirma a vergonhosa dualidade de critérios existente quanto às pessoas que procuram construir a sua vida em Portugal. Assim como, não esqueçamos, a  maneira como são recebidas as pessoas que fogem da Ucrânia e as que fogem de África ou Médio Oriente.


Espero, sem grande esperança, que alguma decência apareça no futuro neste assunto .


Além do mais , não entendo o motivo de Abramovich se encontrar na sala de negociações entre Ucrânia e Moscovo. A que propósito ?!


Temo que se houver algum problema sério , o  nosso compatriota se venha refugiar em Portugal .Seria o cúmulo da desfaçatez  !!


Comentários

  1. Respostas
    1. Porque estamos numa sociedade sem valores nem ética onde o Ter é mais importante do que o Ser e o verdadeiro Poder é o económico.

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Uma verdade só possível porque a sociedade está gangrenada ..

      Cordiais saudações

      Eliminar
  3. Olá, São.
    Como num teu anterior post, versando este mermo tema, tive a oportunidade de comentar, direi exactamente a mesma coisa. É uma vergonha como esta, e provavelmente outras semelhantes podem acontecer no nosso país. Quando milhares de pessoas de outras nacionalidades, que aqui trabalham e têm residência no nosso país, não conseguem a nacionalidade portuguesa. Como citas e bem neste texto, tratou-se de uma manobra ilegal, visto o autor desta certificação está a ser investigado pela justiça.
    Em relação ao facto, de este personagem fazer parte da comitiva russa, nas pseudo negociações de paz com a Ucrânia, é de facto muito estranho.
    Enfim...é tudo muito bizarro.

    Votos de uma excelente semana, com muita saúde.
    Beijinhos, com carinho e amizade

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só regressei tão rapidamente ao assunto porque me tocaram as justas palavras de censura da cidadã russa , porque a corrupção do rabino Litvak foi descoberta e porque não vislumbro o motivo da presença de Abramovich nas pseudo negociações.

      Quanto ao teu comentário , completamente de acordo contigo.~


      Carinhoso abraço, meu amigo , boa tarde

      Eliminar
  4. Uy política y oportunismo van de la mano. Te deseo una buena semana y te mando un beso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão : o exemplo máximo em Portugal é Cavaco Silva - a quem o " bom povo português" elegeu para todos os cargos e e mais do que uma vez !!

      Te abraço , tudo de bom :)

      Eliminar
  5. Lembro bem um debate aceso entre o Miguel Sousa Tavares e a representante da Associação a propósito do tema.
    Como o MST também não percebo esta distribuição apressada da nacionalidade.
    Que por aqui também andou.
    Por outras razões históricas.
    Jus sanguini, jus soli.
    O sangue ou o local de nascimento.
    Fora disto só méritos excepcionais e em casos MUITO excepcionais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As características mais desagradáveis do povo judeu estão bem patentes em Esther Mucznik : a arrogância e a indiferença pelo Outro.

      Nunca entenderei como é o povo judeu cúmplice do pesado silêncio que cobre as outras vítimas do nazismo : opositores políticos, deficientes alemães, padres católicos( Dachau foi designado por "seminário " por ter centenas e centenas deles presos em simultâneo ), Testemunhas de Jeová, ciganos ( largas centenas , incluindo famílias inteiras, foram gaseados e cremados numa só noite em Auschwitz-Birkenau),mulheres obrigadas a prostituir-se nos campos de concentração, negros , prisioneiros de guerra (morreram milhares, principalmente soviéticos, na construção de Birkenau) em porque o seu holocausto tem h maiúsculo quando se sabe , por exemplo, do holocausto imposto por Leopoldo II à população do Congo belga.

      Além disso, os descendentes dos mouros expulso da Ibéria pela mesma época têm iguais direitos , mas com isso ninguém se preocupa.

      E é esta dualidade de critérios que não aceito nem aceitarei jamais !!

      Desconhecia que aí também se colocou a mesma questão de nacionalidade.

      Eliminar
  6. Querida São

    Este é um assunto, o das nacionalidades, que atesta bem o desnorte
    da burocracia e outros interesses em Portugal. Ainda há dias ouvi
    na TV o caso de uma senhora africana que vive cá há não sei
    quantos anos e ainda não conseguiu a nacionalidade, para além de
    casos similares que a comunicação social tem trazido ao nosso conhecimento. E isso acontece também com os descendentes dessas pessoas que desesperam pela legalização da sua situação.
    Focou o caso de uma Ucraniana, e bem, pois os imigrantes são,
    normalmente, vítimas dessa discriminação, eles que labutam por cá à espera de melhorarem a sua vida. O resultado é estarem à espera indefinidamente...
    O poder das influências e do dinheiro dominam o mundo. Ontem e hoje. O ser humano não tem emenda.
    Beijinhos
    Olinda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda, querida Olinda!

      Esta cidadã Russa estava chocadissima e com toda a razão...

      A burocracia portuguesa ( e a Justiça) é uma teia de Serviços cruzados e documentos repetidos infindável!

      Enfim, este caso de Abramovich é verdadeiramente escandaloso, mas não é único - para cúmulo .

      Minha amiga, grande abraço e boa tarde :)

      Eliminar
  7. Infelizmente o dinheiro compra tudo ou quase tudo.
    É uma vergonha.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo ( ou quase) está à venda nesta sociedade vivendo de aparências e sem valores sólidos...

      Abraço, bom resto de semana .

      Eliminar
  8. Querida São, aqui também acontece coisas do Arco, quando a gente pensa que já viu tudo, vem outra coisa pior, e a cavalo, isso quer dizer, muito rápido são as coisas nesse mundão. O dinheiro compra quase tudo, só não compra a dignidade.
    Beijo, minha querida, uma excelente semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda, minha amiga !

      Nem imagina como lamento a degradação a que estamos assistindo e como me preocupa o futuro das gerações que aí estão depois de nós : is valores, a ética, a solidariedade e a compaixão estão pelas ruas da amargura... e só o poder económico e o Ter contam.

      Carinhoso abraço, querida Taís.

      Eliminar
  9. Ah, amiga, por aqui também temos muitos problemas, hoje com muita informação a gente acaba sabendo de tudo, não está nada fácil. Andei meio ausente daqui mas estou voltando. Estou com um novo blog, uma nova proposta, te convido a conhecer e me seguir por lá, abraços! ;) https://botecodasletras2.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mundo está ficando um lugar muito perigoso e os altos responsáveis em vez de se preocuparem com o bem comum ... andam em total desatino.

      Já deixei lá os meus comentários, minha amiga. bom fim de semana :)

      Eliminar
  10. Mi estimada Sao, así es la vida, poderoso señor es don dinero. Eso ya lo sabemos todos. Un abrazo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda, amiga!

      A Humanidade está degradando-se em velocidade supersónica e de valores pouco tem.

      Grande abraço

      Eliminar
  11. Respostas
    1. O poder económico é, sim, o único verdadeiro Poder na actualidade, infelizmente.

      Boa tarde

      Eliminar
  12. Não me admira, que venha cá deixar à guarda portuguesa, o que noutros lados lhe possa estar a ser apreendido... é sempre bom ter um plano B... :-))
    Da última vez que tinha lido sobre ele... constava que tudo em Inglaterra já estava bloqueado... e precisa de empréstimos de amigos, para pagar ordenados a funcionários...
    Está a tentar salvar a pele... pois muitos colegas oligarcas discordantes, andam a aparecer suicidados, mais as famílias... há umas semanas em Espanha, pelo menos dois foram notícia... e na semana passada, foi para a Terra do Nunca, mais outro, numa estância na Suíça... num inexplicável "acidente"...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desconhecia por completo essas mortes!

      O Chelsea já foi vendido ... não sei se a um cabeça-de-turco ou se a sério.

      Dada a venda em larga escala da nacionalidade portuguesa feita pelos judeus , esta criatura tem todo o direito de ter planos B e C até ao fim do alfabeto, infelizmente.

      Beijinho, Ana, bom dia .

      Eliminar

Enviar um comentário

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...

Mensagens populares deste blogue

CITAÇÃO - ÉSQUILO

CITAÇÃO : ORHAN PAMUK *