DIA MUNDIAL CONTRA A POBREZA

 


Imperdoável que cada vez mais milhões e milhões de seres  humanos estejam condenados  a morrer de fome , após terem sobrevivido em condições miseráveis.

Que Humanidade é esta?!

Comentários

  1. Pensei que não gostava de 'DIAS' (comemorativos)... Srrsssss...

    Este ficou muito bem assinalado, com verdades que convém lembrar.

    Bom domingo. Abraço.
    ~~~~~~









    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E tem razão:não gosto. Porém, sempre servem para dizer o que eu penso acerca dos temas.

      Abraço e que tenha excelente semana

      Eliminar
  2. Não se justifica este mal maior!... Bom domingo São

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É aviltante esta tragédia tanto para quem a sofre como para quem a permite :(

      Beijinho, Gracinha, boa semana

      Eliminar
  3. É a que temos, São. É a humanidade que temos e que , infelizmente, vai exigindo que muitos morram à fome para que um punhado seja obscenamente rico.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o que choca muito é que a essas criaturas nada as satisfaz e querem sempre mais : vampiros que sugam a vida de milhões de seres humanos sem pingo de remorsos.

      Amiga, beijinho de boa semana

      Eliminar
  4. Respostas
    1. E nos envergonha porque é perfeitamente gratuita!!

      Abraço, boa semana

      Eliminar
  5. O número de pobres, que cresce com a pandemia, é assustador e aviltante.
    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada há que justifique milhões (!!!) de seres humanos morrendo de fome e sobrevivendo em condições degradantes ...

      Boa semana , tudo de bom para a sua filha em Londres

      Eliminar
  6. É sempre a mesma coisa, São, mudam-se os tempos, mudam-se as idades e a irracionalidade humana continua, Sou do tempo e creio que também ês, em que a miséria em Portugal era muito grande em todos os aspectos, mas, dado às grandes dificuldades, não se via desperdicio e havia sempre o vizinho do lado que repartia com o outro, mais miseravel ainda , que tinha em casa, nem que fosse só uma " malga de caldo " e um pedaço de pão de miho. Vi muitas dessas situações na aldeia onde nasci e vovi até casar. Hoje, nessa mesma aldeia, felizmente tudo mudou, mas, infelizmente também mudou aquele hábito tão saudável de ter uma horta no quintal.,, por exemplo; foi substituida por um belo jardim e, claro, se vem um momento mais dificil, a fome chega.. há fomes e fomes, há paises desvastados pelas guerras, pelas secas, por perseguições e por muitos outros motivos resultantes da sede pelo poder das nações mais ricas, mas, hoje, Amiga, o desperdicio é muito e além disso, nós somos incapazes de procurar uma familia pobre e repartir com ele alguma comida; neste " nós, incluo-me eu que poderia " arregaçar as mangas " e procurar alguém a quem pudesse matar a fome. É complicado, custa, dá trabalho e, portanto, limito-me a lamentar. Estou errada, sim! A única coisa que não consigo fazer, é desperdicar e essa qualidade devo-a aos meus pais que muito se sacrificaram para que os dois filhos pudessem estudar: na minha casa havis horta, galinhas, coelhos, e isso contribuiu para que a fome passasse ao lado e para que pudessemos repartir com aqueles que, perto de nós, nada tinham. Mas não desperdiçar não mata a fome a ninguém; é preciso fazer muito mais e não faco! Amiga, desculpa todo este " tratado " sobre o assunto que abordas, pertinente e muito serio, mas não pude evitar esta minha mea-culpa. Um beijinho, São e obrigada pelo tema, Espero que estejas bem de SAÚDE e que este virus não te descubra aí, no teu cantinho,. Boa noite
    Emilia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O teu mea -culpa é o meu também.

      No entanto, quando me aposentei quis exercer voluntariado e a conclusão a que cheguei é que , como tudo em Portugal , funciona por capelinas, por grupinhos, e que a hipocrisia reina. Consequentemente, não me sinto assim tão culpada e , além disso, vou fazendo o que me é possível e uma dessas coisas , é não desperdiçar.

      Espero que este malfadado tempo que vivemos te seja o mais possível fácil e aos teus. Eu resguardo.me, até porque tenho DPOC e , felizmente, o teste deu negativo.

      Te abraço com carinho

      Eliminar
  7. Uma coisa é certa... a pandemia veio agravar todos os males do mundo, e fazer regredir muitos direitos adquiridos, infelizmente!...
    E os países que ajudariam... estão também eles no momento, às voltas com contestações e crises internas, com as economias paradas... com cada qual, a procurar tratar-se a si mesmo!...
    A ajuda mais notória, que foi prestada ao continente africano, nos últimos anos... foram as campanhas de vacinação... nem em Africa houve tantas mortes por Covid, como na América e Brasil. Pelo menos a mais um flagelo extra foram poupados, já que terão tantas outras carências...
    Beijinhos, São! Continuação de uma boa semana!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Achei de uma ingenuidade extraordinária a ilusão de que a pandemia uniria as pessoas e as faria melhores.SE assim fosse a II Guerra Mundial não teria existido, pois a pneumónica matou milhões de seres humanos .E isto para não recuarmos na História e não falarmos , por exemplo, na peste negra que eliminou dois terços da população europeia da época.

      A COVID está servindo os objectivos de quem pretende impor a Nova Ordem Mundial e dando terreno à extrema-direita : o VOX ontem apresentou uma moção de censura ao Governo espanhol.

      Esperemos que África sofra o menos possível, porque é um continente onde as pessoas vivem o Inferno em vida .

      Beijinho, Ana

      Eliminar

Publicar um comentário

Grata pela vinda!

Não saia sem comentar: a sua opinião importa
(-me).

E volte, em paz...

Mensagens populares deste blogue

CITAÇÃO - ÉSQUILO

CITAÇÃO - CRISTINA ROLDÃO